Lakers dispensam dirigentes e Magic Johnson assume cargo de presidente do basquete
Foto: Divulgação/Lakers

Após iniciar a reformulação no elenco no início da atual temporada, agora o Los Angeles Lakers resolveu reformular a diretoria. Na tarde desta terça-feira (21), foi anunciado que Magic Johnson assumirá o cargo de Presidente de Operações do Basquete e que Mitch Kupchak foi demitido do cargo de gerente geral.

Em declaração ao site oficial dos Lakers, Magic Johnson comemorou o novo cargo. O ex-jogador disse que sempre quis participar de forma mais atuante na gestão da única franquia que defendeu como atleta e pela qual conquistou cinco títulos da NBA.

"É um sonho se tornando realidade me tornar Presidente de Operações de Basquete e trabalhar de perto com Jeanie Buss e toda a família Buss. Desde 1979 eu sou parte da Nação Laker e sou apaixonado por essa organização. Vou fazer tudo o que puder para reconstruir a cultura vencedora dentro e fora da quadra. Nós temos um grande técnico, Luke Walton, e muitos bons jovens talentos. Vamos trabalhar bastante para levar os Lakers novamente ao título da NBA", disse Johnson.

Jim Buss, vice-presidente executivo, também foi demitido do cargo, ficando agora como apenas dono da franquia ao lado da irmã Jeanie Buss, presidente dos Lakers. Por fim, John Black, vice-presidente de comunicações, também foi dispensado após quase 25 anos de casa.

Segundo as informações, Jeanie Buss cansou de ver Mitch Kupchak e seu irmão, Jim Buss, fracassarem nas tentativas de negócios com as grandes estrelas. O 'não' do Sacramento Kings na negociação envolvendo a troca do pivô DeMarcus Cousins foi a gota d'água para a dona dos Lakers. 

Historicamente, o Los Angeles Lakers sempre conseguiu contratar diversos craques e sempre foi bem visto por todos os jogadores, mas nos últimos três anos a franquia briga entre os piores da liga - na temporada 2015/16 teve a pior campanha da história da franquia com apenas 17 vitórias em 82 jogos. 

Por conta das péssimas campanhas nos últimos anos, os Lakers se desvalorizaram no mercado e poucos jogadores tem se interessado em defender a franquia. A aposentadoria de Kobe Bryant ao fim da temporada 2015/16 abriu a possibilidade dos Lakers tentarem contratar alguma grande estrela, mas Mitch Kupchak e Jim Buss não conseguiram atrair ninguém. 

Atualmente, os Lakers se encontram em penúltimo lugar na Conferência Oeste e tem uma das três piores campanhas da NBA na temporada 2016/17. Pelo terceiro ano seguido vão ficar fora dos playoffs, maior tempo da história da franquia sem participar da fase decisiva. O Los Angeles Lakers é o time que mais marcou presença nos playoffs e nas finais, além de ser o segundo maior campeão da liga com 16 títulos. 

VAVEL Logo