Lucas Bebê comparece a evento de Raul Neto e comenta: “Não poderia deixar de vir”
(Foto: Arianna Lacerda / VAVEL Brasil)

Lucas Bebê comparece a evento de Raul Neto e comenta: “Não poderia deixar de vir”

Jogador do Toronto Raptors presenciou sessão de autógrafos realizada por Raulzinho e falou com a VAVEL Brasil

ariannalacerda
Arianna Lacerda

Na noite desta quarta-feira (23), o armador do Utah Jazz, Raul Neto (Raulzinho), fez uma sessão de autógrafos na loja NBA Store, localizado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O evento contou com a presença de seu colega pessoal Lucas Bebê, pivô do Toronto Raptors.

A VAVEL Brasil cobriu o evento no local e teve a oportunidade de entrevistar o astro brasileiro que atua na franquia canadense. Lucas ainda bateu uma bolinha com o amigo e também atendeu os fãs. Além disso ele chegou ao local de surpresa, indo de encontro logo a Raul com diversas brincadeiras.

"Somos amigos demais mesmo não jogando no mesmo time. Nós também não temos aqueles apertos de mão combinado (brincou). Mas hoje eu não poderia deixar de vir prestigiar ele. Agora o foco é todo nele, a noite é dele".

(Foto: Arianna Lacerda/VAVEL Brasil)
(Foto: Arianna Lacerda/VAVEL Brasil)

O atleta foi questionado sobre sua torcida para a final da conferência e mostrou preferência ao Houston Rockets por conta do brasileiro Nenê

“Se for pra torcer eu torcendo para o Houston pelo fato de ter o Nenê. É sempre bom ter um brasileiro disputando e nós sabemos o quanto é difícil ser campeão. Torço por tudo o que ele fez e se tornou pra gente, e vai ser muito legal ele disputar a final para ganhar o anel de campeão porque merece muito”

Lucas comentou sobre como foi a temporada do Toronto Raptors e equilibrou os pontos negativos com os positivos, afirmando que apesar de tudo (principalmente a eliminação por 4 a 0 para o Cleveland Cavaliers) o ano foi excelente para franquia. 

“Não considero uma temporada negativa só por causa do 4 a 0. O ano foi muito positivo, mostramos que temos um banco especial, o melhor da liga. Os meninos jogaram muito, com certeza terão um futuro brilhante na NBA. Além disso batemos o recorde de vitórias da franquia. Mas além disso sabemos que precisamos mudar, principalmente pelo fato de ser o terceiro ano seguido sendo eliminado pelo Cleveland. Levaremos como aprendizado para melhorar e conseguir resultados diferentes”

O jogador falou sobre a postura de Demar DeRozan e Kyle Lowry dentro e fora de campo. Ele definiu como líderes pelo fato de toda franquia precisar disso. Falou sobre a parte fora da quadra, vestiário, que eles atuam dando dicas e conselhos. 

“Líderes! Eles são isso e os jogadores precisam ser líderes. O time precisa disso. Eles ganham milhões não apenas para arremessar e pegar rebote, mas para liderar também. Sabemos que o treinador precisa ser líder, mas quando estamos dentro de quadra não falamos com ele, precisamos de uma referência e eles são isso”.

Por fim, Lucas Bebê falou sobre sua evolução na NBA. Ele não citou pontos que precisam ser melhorados, ele afirmou que já aprimora aquilo que tem mais dificuldades nos treinos. Além disso falou sobre o que ele faz nas quadras, que não pode ir além do que pedem. 

“Difícil pra mim dizer o que preciso evoluir pois tudo que tenho dificuldade eu treino. Na NBA não é um lugar para fazer 20 coisas, até porque meu técnico pede apenas três. Posso fazer o que for que não adianta. Podemos dar um exemplo sobre a bola de três, que fui bem esse ano. Eu sempre chutei de três, só que nunca deixaram. Como a liga mudou todo mundo agora chuta de três. Viram esse talento que treinei muito na Europa, já que lá uma pessoa de 2,13 cm chuta de três. Mas hoje na minha posição eu preciso fazer o que a franquia pede, caso eu vá pra outro lugar que eu tenha mais liberdade pode ser diferente”, explicou e concluiu.

VAVEL Logo