Em busca do bicampeonato do NBB, Sendi/Bauru Basket traz de volta ídolos da torcida
Crédito: Reprodução Facebook Bauru Basket - Elenco da equipe do interior paulista após vitória no campeonato estadual

Em busca do bicampeonato do NBB, Sendi/Bauru Basket traz de volta ídolos da torcida

Demétrius Ferracciú continua no comando da equipe paulista para a temporada 2018/2019

DaniloCB
Danilo Comenda de Britto

O dragão sem limites, como é carinhosamente conhecido o Sendi/Bauru Basket, começou a sua história no basquete nacional em 1994, mas ainda com o nome de Tilibra/Luso/Unimed/Bauru. No primeiro ano da equipe apenas a categoria de base disputou torneios oficiais, sendo incorporado uma categoria adulta apenas no ano seguinte.

O primeiro título do time adulto já veio logo em 1996, com a conquista do Campeonato Paulista da série A-2. Três anos depois, a equipe conquistou o Paulista da série A-1, vencendo o Franca em uma série melhor de cinco jogos por 3 a 1, o que consolidou a equipe como uma das principais forças do basquete nacional.

Outro marco importante da equipe neste período foi a conquista do Campeonato Brasileiro de 2002. O elenco da equipe contava com nomes consagrados como Josuel e Raul, além de jovens promissores como os alas Marquinhos, atualmente no Flamengo e Leandrinho, que foi campeão da NBA pelo Golden State Warriors na temporada 2014/2015.

Após os títulos, os principais patrocinadores deixaram a equipe, o que fez com que ao final do Campeonato Brasileiro de 2003, a equipe se licencia-se de competições e fechasse as portas.Esse hiato durou até Setembro de 2007 quando a equipe foi refundada e foi criado a Associação Bauru Basket Team.

Desde o seu retorno, a equipe conquistou duas vezes o Campeonato Paulista (2013 e 2014), Liga Sul-Americana (2014), Liga das Américas (2015) e o NBB na temporada 2016/2017. A equipe também é marcada em sua história com um dos membros fundadores do NBB, tendo feito parte de todas as edições já realizadas do campeonato.

Ídolos e caras novas para temporada 2018/2019

Crédito: Reprodução Facebook Bauru Basket - Fúlvio completa o elenco bauruense
Crédito: Reprodução Facebook Bauru Basket - Fúlvio completa o elenco bauruense

Em busca de retomar o principal título do basquete nacional, o Dragão repatriou dois ídolos recentes do clube. O primeiro é considerado o maior jogador da história da equipe pela torcida bauruense, o armador norte-americano naturalizado brasileiro Larry Taylor.

O alienígena, apelido carinhoso do atleta, voltou para Bauru e reividicou sua camisa 4 de volta, pois o número havia sido aposentado quando o atleta se transferiu para o Mogi/Helbor.

O outro nome que volta a aparecer no elenco do Sendi/Bauru Basket é o do ala-pivô de 35 anos, Jefferson William, que após um ano no Sesi/Franca retorna a cidade sem limites. Já o ala Alex Garcia, de 38 anos, permaneceu em Bauru para a sua quinta temporada com a equipe.

O capitão da equipe está se recuperando de uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito, mas deve estar a disposição no início do NBB 11.

Outras duas importantes aquisições do clube foram do ala argentino Enzo Ruiz, que chega para ser uma das principais armas ofensivas da equipe, principalmente nas bolas de três. E do experiente armador Fúlvio, sonho antigo da diretoria do Dragão e que disputou a última temporada pelo Vasco da Gama.

O restante do elenco é composto pelo armador de Cauê Verzola, ex-Caxias, os alas Gustavo Basílio, que veio do Vasco da Gama, e os remanescentes Gui Santos e Gabriel Jaú, ambos se recuperam de lesão no joelho e ainda não estrearam na temporada. Para o garrafão, o Sendi/Bauru basket também conta com o ala-pivô Renato Scholz, ex-Universo/Vitória e os pivôs Marcão, também vindo do Caxias e Lucas Mariano, ex-Vasco da Gama.

Também fazem parte do esquadrão do técnico Demétrius Ferracciú, que vai para sua quarta temporada no comando do Bauru, os atletas da base André, Emanuel, João Marcos, Malachias e Samuel Santos.

Retrospecto no NBB

Um dos clubes fundadores da Liga Nacional de Basquete (LNB), o Bauru Basket participou de todas edições do NBB, principal competição organizada pela liga. Desde a temporada 2008/2009, primeira do NBB, a equipe do interior paulista disputou 290 na fase de classificação, sendo 189 vitórias e 101 derrotas, tendo assim um aproveitamento de 69,08%.

Já nos playoffs o aproveitamento do Bauru cai para 56,04%, sendo 51 vitórias e 40 derrotas. Com esses números o Dragão já conquistou dois vice-campeonatos (2014/2015 e 2015/2016), além do título do NBB da temporada 2016/2017.

VAVEL Logo