Principais ligas dos EUA restringem aproximação entre equipes e imprensa para controlar Covid-19
Staples Center, ginásio que recebe partidas do LA Lakers (NBA), LA Clippers (NBA) e LA Kings (NHL) | Foto: Divulgação/Los Angeles Lakers

Os casos de coronavírus diminuem no lado oriental do planeta, mas assustam os habitantes do Ocidente. Com a Europa em máximo alerta, países como Itália, França e Grécia tomaram drásticas atitudes para conter o avanço da epidemia. Outros grandes países do Velho Continente também estão atentos a quaisquer avanços notórios em seus territórios, embora seus governantes não tenham divulgado nenhum comunicado nesse sentido. Nos Estados Unidos, algumas decisões são tomadas por órgãos não relacionados com as autoridades. Na noite da segunda-feira (9), as grandes ligas esportivas do país em atividade emitiram uma nota cujas informações restringem contato entre imprensa, atletas e torcedores com o intuito de controlar a propagação do vírus.

Em resumo, o comunicado informa que o acesso aos vestiários após jogos e treinos ficará restrito em jogos do baseball, do basquete, do futebol e do hockey. Tais decisões são válidas a partir desta terça-feira (10). Como existem franquias canadenses em todas as ligas citadas, a decisão também é válida no ambiente de tais clubes no Canadá. A nota, assinada pela Major League Baseball (MLB), National Basketball Association (NBA), National Hockey League (NHL) e Major League Soccer (MLS), também destaca a comunicação próxima com os principais órgãos de saúde para que tal decisão seja afrouxada ou ainda mais restritiva. Tudo irá depender do comportamento nacional em relação ao número de casos e óbitos. A National Football League (NFL) não fez parte do comunicado pelo futebol americano estar em período de recesso, com atividades previstas apenas para julho, com os treinamentos iniciais para a temporada a ser iniciada no próximo mês de setembro.

“Após consulta com especialistas em doenças infecciosas e saúde pública, e dados os problemas que podem ser associados ao contato próximo em ambiente pré-jogo e pós-jogo, todos os vestiários e sedes dos clubes ficam abertos apenas para jogadores e funcionários essenciais das equipes e de suas instalações até um novo aviso. O acesso à mídia será mantido em locais designados fora do vestiário e da configuração do clube. Essas alterações irão entrar em vigor a partir dos jogos e dos treinos de amanhã (terça-feira, 10 de março). Continuaremos a monitorar de perto essa situação e a adotar outras medidas necessárias para manter um ambiente seguro e acolhedor”, informou o comunicado.

Até o momento, 650 casos de pacientes com coronavírus foram confirmados, além de 72 mortes, nos Estados Unidos. No Canadá, são 72 casos. Ao redor do mundo, várias competições tiveram seus procedimentos alterados, suspensos ou cancelados. Em solo norte-americano, por exemplo, o Masters 1000 e o WTA de Indian Wells foram cancelados. Não apenas no tênis, mas em muitas modalidades ao redor do mundo.

VAVEL Logo