Garnett, Kobe e Duncan: ex-atletas são principais nomes no Hall da Fama da NBA em 2020
Foto: Reprodução/NBA

Em quadra, foram históricos personagens, lendas. Seus trabalhos no basquete são inesquecíveis, e o Hall da Fama ajuda a perpetuar tais pessoas que contribuíram profundamente para o desenvolvimento do esporte da bola laranja. Na tarde deste sábado (4), a NBA divulgou os nomes que irão integrar a classe de 2020. Destaque para os jogadores Tim Duncan, Kevin Garnett e Kobe Bryant, morto no último mês de janeiro após acidente aéreo.

A eleição para selecionar a turma que entra no panteão da NBA neste ano ocorreu de forma diferente, como já tinha sido anteriormente divulgado. As categorias de eleição direta foram suspensas por um ano, exceto o Comitê Internacional. Os integrantes da classe de 2020 são representantes do Comitê Norte-Americano, Comitê Feminino e do Comitê Internacional. Além de Duncan, Garnett e Kobe, os homenageados serão Eddie Sutton, Rudy Tomjanovich, Tamika Catchings, Kim Mulkey, Barbara Stevens e Patrick Baumann. O grande evento está programado para ocorrer no dia 29 de agosto deste ano, em Springfield, Massachusetts, berço do basquete.

“Indubitavelmente, a classe de 2020 é uma das mais históricas de todos os tempos. O talento e a influência social desses nove homenageados estão além da medida. Em 2020, a comunidade do basquete sofreu a perda inimaginável de figuras icônicas, como o comissário David Stern e Kobe Bryant, além do próprio jogo por causa do Covid-19. Também nos unimos como nunca antes na apreciação do jogo e daqueles que o tornaram a força de união que existe hoje. Hoje, agradecemos à turma de 2020 por tudo o que fizeram no basquete e esperamos celebrar em agosto”, falou John Doleva, presidente e CEO do Hall da Fama da NBA.

Abaixo, conheça mais sobre os indicados.

Kobe Bryant – atleta do Los Angeles Lakers entre 1996 e 2016, 18 vezes no All-Star Game e cinco vezes campeão da NBA; Kobe morreu no último mês de janeiro em um acidente de helicóptero na Califórnia aos 41 anos;

Tim Duncan – 43 anos, atleta do San Antonio Spurs entre 1997 e 2016 e atual assistente técnico da franquia, 15 vezes no All-Star Game e cinco vezes campeão da NBA;

Kevin Garnett – 43 anos, atleta de Minnesota Timberwolves, Boston Celtics e Brooklyn Nets entre 1995 e 2016, 15 vezes no All-Star Game, nove vezes presente na Seleção dos times de defesa da NBA, campeão da NBA em 2008 com os Celtics;

Eddie Sutton – 84 anos, treinador de basquete universitário por entre 1958 e 2008, com 890 vitórias e 340 derrotas em 1.230 jogos;

Rudy Tomjanovich – 71 anos, ex-jogador do San Diego/Houston Rockets entre 1970 e 1981 e ex-treinador de Houston Rockets e Los Angeles Lakers entre 1983 e 2005, campeão da NBA em 1994 e 1995 com os Rockets como treinador;

Tamika Catchings – 40 anos, ex-jogadora do Indiana Fever entre 2002 e 2016, campeã e melhor jogadora das finais da WNBA em 2012, dez vezes no All-Star Game e quatro medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos;

Kim Mulkey – 57 anos, ex-jogadora do Louisiana Tech entre 1980 e 1984, ex-assistente técnica e treinadora do Louisiana Tech entre 1985 e 2000, atual treinadora de Baylor desde 2000, três vezes campeã da NCAA com Baylor em 2005, 2012 e 2019;

Barbara Stevens – 65 anos, treinadora de basquete universitário desde 1977 com 1.039 vitórias e 282 derrotas, premiada cinco vezes como a melhor treinadora da segunda divisão da NCAA em 1992, 1999, 2001, 2013 e 2014;

Patrick Baumann – jogador, treinador, árbitro e executivo da FIBA entre 2003 e 2018, morreu aos 51 anos em 2018 devido a um infarto.

VAVEL Logo