Jogo 1: Bauru domina Brasília e abre série das semis do NBB com vantagem

Paulistas não se intimidaram com o ginásio da ASCEB completamente lotado. Guilherme Giovannoni sai do jogo após contestar a marcação da arbitragem ao tomar duas faltas técnicas. Próxima partida será no sábado (7), na casa do Bauru

Jogo 1: Bauru domina Brasília e abre série das semis do NBB com vantagem
Robert Day, do Bauru (Foto: Divulgação/LNB)
Bauru
89 72
Brasília

Na noite desta terça-feira (3), o Bauru dominou o Brasília (UniCEUB/Cartão BRB) e abriu a série das semifinais do NBB com vantagem. Mesmo com o ginásio da ASCEB completamente lotado, os paulistas controlaram todo o jogo e fizeram 1 a 0 em cima do time da capital federal.

O Brasília iniciou a partida melhor ofensivamente, abrindo o placar. O primeiro quarto foi equilibrado, porém, com muitos erros de arremessos de ambas as equipes. O time do Distrito Federal aproveitou mais os rebotes. O Bauru empatou faltando pouco menos de dois minutos para o fim do primeiro quarto e tomou a dianteira no placar, finalizando em 17 a 14.

Depois de uma bela cravada de Alex Garcia no início do segundo período, o técnico brasiliense pediu tempo. Nitidamente nervoso, Bruno Savignani chamou atenção do grupo. "Vocês estão com medo de jogar? Eles estão pressionando, vocês estão com medo? Vamos jogar e melhorar essa defesa!", gritou Bruno.

O Bauru cresceu na partida e passou a liderar o jogo. Os brasilienses foram atrás do empate e tentavam, a todo custo, passar pela forte marcação dos paulistas. Ao fim do segundo quarto, os visitantes estavam com 13 pontos de vantagem em cima dos donos da casa. O Brasília buscava diminuir a diferença, mas o Bauru controlou o primeiro tempo e também levou o segundo quarto, por 41 a 30. 

No terceiro quarto, os candangos reagiram e voltaram a equilibrar a partida. Com a ajuda da torcida, o Brasília foi alcançando o placar e, a cada cesta convertida pelos jogadores, o ginásio tremia. Mesmo assim, não foi suficiente para bater a pontuação do Bauru. O terceiro período terminou em 68 a 53 para os paulistas.

O último quarto, os visitantes seguiram administrando a vantagem no jogo. O Brasília brigava para encostar no placar. Aos 2 minutos, o ala/pivô Guilherme Giovannoni saiu de quadra após contestar a marcação da arbitragem ao tomar duas faltas técnicas. A equipe brasiliense estourou o limite das faltas e o Bauru aproveitou para aumentar a vantagem.

Faltando quatro minutos pro fim da partida, o treinador candango pediu tempo para o árbitro . "Não quero ninguém desistindo do jogo. Vamos recuperar o ataque. Não parem de jogar, o importante é terminar bem o jogo", falou Savignani. Os paulistas continuaram com a forte intensidade e venceram a partida. Os cestinhas do confronto ficaram por conta de Hettsheimeir, com 21 pontos para o Bauru, e de Ronald, do time brasiliense, com 15.

Para o armador Deryk Ramos, o time pecou na organização do ataque, mas que a equipe vai em busca dos triunfos em São Paulo. "Primeiro, acho que faltou um pouco de atitude. A gente sentiu desde o começo do jogo. Eles se impuseram um pouco mais fisicamente e a gente sentiu isso. Isso não é uma coisa comum de acontecer com o nosso time e a questão do ataque é principalmente a organização. Acho que faltou um pouco disso e é uma das coisas que a gente precisa melhorar. Mas, da mesma forma, é só um jogo. Se a gente vinte ou de um, é uma derrota só. Então, agora é focar no próximo jogo e a gente vai em busca de duas vitórias", analisou o armador.

O camisa 11 do Bauru parabenizou o grupo, falou que o bom trabalho e a falha da defesa candanga foram os motivos para a vitória nesta noite. "O time do Brasília merece todo o respeito. Um time que fez uma boa série em cima do Paulistano, mostrou a sua força e a gente conseguiu fazer o exito hoje de diminuir o ataque deles. Atacando menos, piora e a gente acaba sobrando no ataque. E foi isso o que aconteceu. Tivemos uma boa produtividade, o time jogou bem consciente, explorando tanto as bolas de três pontos quanto o jogo interno com o Rafael, então o time está de parabéns pela postura e continuar focado que tem muita coisa pra acontecer", disse Jefferson.

Próximo jogo pelas semifinais entre Brasília e Bauru será neste sábado (7), às 14h, no ginásio Panela de Pressão, em São Paulo. A partida será transmitida pelo canal do SporTV.