Green ignora boa atuação na final e avalia derrota: "Não é normal o que aconteceu"

Ala-pivô terminou o jogo com duplo-duplo e faltou uma assistência para o triplo-duplo

Green ignora boa atuação na final e avalia derrota: "Não é normal o que aconteceu"
Foto: Divulgação/NBA

O Golden State Warriors perdeu o título da NBA para o Cleveland Cavaliers numa virada histórica, algo inédito na história da liga de basquete norte-americana. Nunca uma equipe havia virado o placar de 3 a 1 e conquistado o título. Draymond Green tentou evitar a derrota, anotou 32 pontos e pegou 15 rebotes - além de nove assistências - mas disse que os números individuais não serviram para nada se no final não valeram a vitória de sua equipe.

LEIA MAIS: Cavaliers fazem história, batem Warriors e conquistam título da NBA pela primeira vez

"Somos melhor equipe que o que demonstramos nos últimos jogos", afirmou Green, referindo-se a baixa atuação da equipe em comparação com a temporada regular onde quebraram o recorde de vitórias do Chicago Bulls de 1996.

Com a péssima atuação dos Splash Brothers Stephen Curry e Klay Thompson, o ala-pivô manteve os Warriors vivos no jogo com uma grande performance. Green foi para o intervalo com 22 pontos, sendo o cestinha do jogo e com aproveitamento de 80% nos arremessos (100% nas bolas de três). Porém, no segundo tempo os Warriors tomaram a virada e tiveram dificuldades, terminando derrotados em sua própria casa.

"A realidade que conta são os resultados, e eles nos deixaram com três derrotas consecutivas e sem título. Aconteceram certos fatores imprevistos, erros e outras circunstâncias que no final não nos ajudaram, mas devemos superar o momento e voltar a ser a mesma equipe ganhadora da temporada regular", avaliou.

Questionado sobre a virada do Cleveland Cavaliers após estarem perdendo por 3 a 1, algo inédito na história das finais da NBA, Green foi curto na resposta: "Não é normal o que aconteceu".