Draft de 2016 da NBA tem recorde de estrangeiros na primeira rodada

Entre os 30 primeiros escolhidos, 14 são estrangeiros, incluindo o australiano Ben Simmons, primeira escolha deste ano

Draft de 2016 da NBA tem recorde de estrangeiros na primeira rodada
Como esperado, Ben Simmons foi a primeira escolha do Draft de 2016. Ele vai jogar nos 76ers (Foto: NBA/Reprodução)

Acontecendo pelo quarto ano no Barclays Center, o draft de 2016 da NBA começou com o discurso do comissário da liga, Adam Silver. No discurso, Silver parabenizou o Cleveland Cavaliers pelo primeiro título da história da franquia e ressaltou o final emocionante da temporada.

A surpresa da noite aconteceu durante a décima primeira escolha do draft, quando o Orlando Magic selecionou Domantas Sabonis. O jogador, filho do Hall da Fama Arvydas Sabonis, foi envolvido em uma troca: o Magic recebeu Serge Ibaka e mandou o recém-draftado para o Thunder, junto com Victor Oladipo e Ersan Ilyasova.

Com a primeira escolha do draft pela terceira vez na história - a primeira vez desde 1996 - o Philadelphia 76ers escolheu o ala australiano Ben Simmons, de Louisiana State University. Com 19 anos de idade, Simmons era o melhor prospecto desse draft com médias de 19.6 pontos, 11.9 rebotes e 5.0 assistências na última temporada do basquete universitário.

Segundo no relógio, o Los Angeles Lakers selecionou Brandon Ingram, o jogador mais jovem disponível no draft. Vindo da Universidade de Duke, Ingram - que joga como ala - teve médias de 17.3 pontos, 6.8 rebotes e 2.0 assistências na temporada 2015/16 da NCAA. 

O Boston Celtics, que era o terceiro na ordem, selecionou Jaylen Brown, o que gerou alguma surpresa, já que Dragan Bender, jogador croata, era considerado um prospecto melhor. Com 19 anos e da Universidade da Califórnia, Brown teve médias de 14.6 pontos, 5.4 rebotes e 2.0 assistências no seu último ano de universidade.

Com a quarta escolha o Phoenix Suns selecionou Dragan Bender. Com médias de 4.4 pontos, 2.2 rebotes e 0.6 assistências o jogador de 18 anos do Maccabi Tel Aviv é geralmente descrito como alguém que pode contribuir dos dois lados da quadra, defensiva e ofensivamente. Responsável pela quinta escolha, o Minnessota Timberwolves escolheu Kris Dunn. O armador de 22 anos e 1,93 teve médias de 16.4 pontos, 5.3 rebotes e 6.2 assistências na última temporada jogando por Providence.

O New Orleans Pelicans, que tinha a sexta escolha, selecionou Buddy Hield. O jogador de 22 anos é natural das Bahamas e jogou por Oklahoma como ala-armador. Com médias de 25.0 pontos, 5.7 rebotes e 2.0 assistências ele teve sua melhor temporada no último ano de carreira universitária. Com a sétima escolha no draft de 2016 da NBA, o Denver Nuggets escolheu Jamal Murray. O canadense de 19 anos jogou como armador pela universidade de Kentucky na última temporada da NCAA e teve médias de 20.0 pontos, 5.2 rebotes e 2.2 assistências.

Na oitava ação aconteceu a primeira troca deste draft: o Sacramento Kings escolheu Marquese Chriss, que foi trocado para o Phoenix Suns. O ala-pivô de 18 anos jogou o último ano da carreira universitária por Washington e teve médias de 13.8 pontos, 5.4 rebotes e 1.6 tocos. Com a troca, os Kings receberam a 13° e a 28° escolhas, além de Bogdan Bogdanovic.

Nono no relógio, o Toronto Raptors selecionou Jakob Poeltl. Com 20 anos, 2,15 de altura e natural da Áustria, o pivô teve médias de 17.2 pontos, 9.1 rebotes, 1.9 assistência jogando pela Universidade de Utah. A décima escolha foi do Milwaukee Bucks, que ficou com Thon Maker. Aos dezenove anos, Maker vem de Orangeville School, no Canadá, e joga como ala-pivô ajudado por uma altura de 2,15m. O jogador é considerado uma aposta de grande potencial atlético.

O Atlanta Hawks, que fez a décima segunda escolha via Utah Jazz – numa troca que envolveu Jeff Teague – draftou Taurean Prince. Prince é ala e jogou a última temporada pela Universidade de Baylor. Na escolha seguinte, foi a vez do Phoenix Suns que trocaram a pick com o Kings, selecionarem Georgios Papagiannis. O jogador grego tem 19 anos, e, com 2,19 de altura, joga como pivô.

A décima quarta escolha, que coube aos Bulls, foi Denzel Valentine. Aos 22 anos, o armador é natural de Michigan e jogou a última temporada por Michigan State. Com a 15° escolha, os Nuggets selecionaram Juan Henangomez. Profissional desde 2013, Juan é um ala espanhol de 20 anos de idade.

Confira como terminou o NBA Draft 2016: