Anderson Varejão é cortado dos Jogos Olímpicos por lesão; Felício será o substituto

Com hérnia de disco, Varejão não treinou por cinco dias seguidos devido as dores e viajou para os Estados Unidos para fazer exames com os médicos do Golden State Warriors

Anderson Varejão é cortado dos Jogos Olímpicos por lesão; Felício será o substituto
Foto: Getty Images

Com os Jogos Olímpicos se aproximando, o Brasil ganhou um grande desfalque no basquete masculino. Diagnosticado com hérnia de disco na região lombar, Anderson Varejão foi cortado da seleção. O substituto já foi definido: será Cristiano Felício, que atualmente joga no Chicago Bulls.

"É frustrante. Triste. Ainda não estou querendo acreditar nisso. Disputar as Olimpíadas no meu país, com a minha família, meus amigos, o público brasileiro... Isso nunca mais vai acontecer. Parece um pesadelo... Faltam menos de dez dias para os Jogos e sonhei muito com esse momento, ansiedade era grande, o frio na barriga. Estava feliz. Desde que anunciaram que a Olimpíada seria no Brasil, não conseguia pensar em outra coisa, mesmo durante a temporada, era impossível não imaginar, não lembrar. Infelizmente, por causa de uma lesão, vou ficar fora. É difícil demais aceitar isso", disse Varejão através de sua assessoria de imprensa.

Anderson Varejão ficou cinco dias seguidos sem treinar devido uma forte lombalgia, e consequentemente perdeu o amistoso contra a Romênia, o que preocupou o técnico Rubén Magnano. A situação do jogador chamou a atenção dos dirigentes do Golden State Warriors - equipe que Varejão joga na NBA - e pediram para que o ala-pivô fosse para os Estados Unidos realizar exames.

Após a realização dos exames, o médico Robert Watkins, do Golden State Warriors, aconselhou Varejão a não disputar os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Sem condições de jogar, o jogador foi cortado e não participará da competição. Em nota, Anderson falou que apesar de não jogar vai querer estar presente no Rio para acompanhar e torcer por seus companheiros.

"Quero agradecer a todo mundo que mandou mensagens de apoio, de carinho, pelas ligações, muitos eu nem consegui responder ainda. É um momento de muita tristeza. Tentei de tudo, busquei diferentes opiniões de médicos, na esperança de escutar algo diferente... Tenho que ouvir o que eles me recomendaram. O mais importante é a minha saúde, preciso entender essa situação e ficar fora da Olimpíada. Mas faço questão de estar junto, perto dos meus companheiros, passar experiência, vibrar junto, acompanhar os Jogos, estar junto com a Seleção Brasileira. É um momento especial para o nosso país, uma vontade que tenho, seria a minha contribuição, seria uma maneira de participar de algo com o qual sonhei por tantos anos", comentou.

Sem Anderson Varejão, o técnico Rubén Magnano chamou Cristiano Felício para ser o substituto. O treinador tem até o dia 5 de agosto, data do congresso técnico, para definir os 12 atletas que vão disputar os Jogos Olímpicos e confirmar a participação de Felício.

A seleção chegou na última terça-feira a Mogi das Cruzes, onde realizará um torneio internacional com as participações de Lituânia, China e Austrália, nos dias 30 a 31 deste mês. O Brasil ainda fará dois amistosos contra Austrália e China, dia 28 julho e 2 de agosto, respectivamente.