Estados Unidos vence Sérvia e conquista terceiro ouro seguido no basquete masculino

Durant foi o cestinha do jogo. Técnico Mike Krzyzewski se despede da seleção com recorde de invencibilidade

Estados Unidos vence Sérvia e conquista terceiro ouro seguido no basquete masculino
Foto: Divulgação/NBA
Estados Unidos
96 66
Sérvia

O último dia dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro reservou momentos especiais. Um deles foi a final do basquete masculino. Os Estados Unidos venceram a Sérvia por 96 a 66 e conquistou sua terceira medalha de ouro seguida em Olimpíadas. Kevin Durant foi o nome do jogo com 30 pontos.

Após não conquistar o ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004, os Estados Unidos voltaram com tudo para Pequim em 2008 e conquistaram o ouro, voltando a repetir o lugar mais alto do pódio em Londres 2012. No Rio, chegaram como favoritos e encerraram a participação confirmando as expectativas.

A conquista do ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro deu fim ao ciclo do técnico Mike Krzyzewski no comando da seleção americana. O treinador conquistou tudo o que disputou, incluindo três Jogos Olímpicos, duas Copas do Mundo e uma Copa América FIBA. "Coach K" conquistou 76 vitórias seguidas em dez anos de seleção (novo recorde) e venceu ao todo 87 jogos de 88 disputados - a única derrota aconteceu em 2006. Agora, o novo treinador da seleção americana será Gregg Popovich.

Sérvia equilibra no começo, mas Estados Unidos abrem vantagem com show de Kevin Durant

O primeiro quarto começou equilibrado, com a Sérvia saindo na frente com bola de três pontos de Mcvan e segurando vantagem de dois pontos até metade do período. Entretanto, na metade final do primeiro quarto os americanos chegaram a virar o placar e colocaram a pressão nos adversários.

A Sérvia correu atrás dos Estados Unidos, tendo que buscar o empate a cada ataque. Chegou a passar na frente com dois lances livres de Bogdanovic, mas viu os americanos virarem o jogo nos minutsos finais e vencer o primeiro quarto por 19 a 15.

No início do segundo quarto, os Estados Unidos começaram arrasadores. Kevin Durant anotou oito pontos em menos de dois minutos e começou a desequilibrar a partida. Os americanos abriram 23 pontos de vantagem e venceram o período por 33 a 14, indo para o descanso na frente do placar por 52 a 29. O pivô DeMarcus Cousins foi para o intervalo como o único jogador com duplo-duplo, com 11 pontos e 12 rebotes.

Foto: Divulgação/NBA
Foto: Divulgação/NBA

Estados Unidos dão show e conquistam terceiro ouro seguido

Os Estados Unidos retornaram para o terceiro período da mesma maneira como terminaram o segundo: dando show. Os americanos não deram espaços para a Sérvia e acabaram ultrapassando a marca dos 30 pontos de vantagem.

Se Kevin Durant foi o nome do primeiro tempo, Carmelo Anthony começou o segundo tempo tomando os holofotes para ele anotando sete pontos. Klay Thompson também chamou a atenção e chegou a 12 pontos no jogo. Durant chegou aos 30 pontos no jogo e os Estados Unidos venceram o terceiro quarto por 27 a 14, indo para os últimos dez minutos vencendo pelo incrível placar de 79 a 43.

No último período, os reservas dos Estados Unidos entraram em quadra para administrar a vitória. A Sérvia aproveitou que os americanos diminuíram o ritmo para diminuir o placar, vencendo o último quarto por 23 a 17. Entretanto, os Estados Unidos tinham mais 30 pontos de vantagem e venceram o jogo por 96 a 66, conquistando o terceiro ouro olímpico seguido (o 15º em sua história).

Divula
Foto: Divulgação/NBA