Vasco vence Flamengo na prorrogação em amistoso após nove anos sem encontros no basquete

David Jackson decidiu no final e o cruzmaltino levou o primeiro duelo entre rivais na temporada 2016/2017; Clubes voltam a se encontrar no Carioca

Vasco vence Flamengo na prorrogação em amistoso após nove anos sem encontros no basquete
Flamengo e Vasco duelam em Fortaleza. Foto Stephan Eilert/Solar Cearense
Flamengo
Vasco

Foram 9 anos sem enfrentamentos entre Flamengo e Vasco, período encerrado hoje no duelo entre os times cariocas que se confrontaram no torneio amistoso Super Four Rio-Nordeste em Fortaleza no Centro de Formação Olímpica(CFO). O duelo marcou a vitória do Vasco por 84 a 80.

Vasco defende bem e aproveita para abrir diferença no primeiro quarto

O Vasco começou senhor do jogo, abusando dos chutes longos e o usando o pivô Murilo quando necessário para variar a dinâmica ofensiva, o que resultou em 12 pontos de vantagem(18 a 6). O rubro-negro esboçou uma melhora anotando 9 a 2 em corrida mas logo Christiano Perreira pediu tempo, recolocando o cruzmaltino nos eixos.

Quando os reservas vascaínos entraram a diferença acabou retornando aos 12 pontos anteriores. David Jackson e Márcio Dornelles apareceram para ajudar no marcador. 27 a 15 ao fim do primeiro quarto.

Na segunda etapa o nível desceu bastante, ficando em dado momento dois minutos sem cesta de quadra das equipes. A maior parte dos 11 pontos anotados pelo Flamengo vieram dos lances livres, já o Vasco foi ainda pior somando apenas 6 tentos em dois chutes convertidos na quadra.

Fla e Vasco melhoram, fazem grande segundo tempo e JP Batista leva jogo ao tempo extra

No terceiro período as coisas melhoraram com o  Flamengo vindo para o jogo e o Vasco respondendo. Foram quatro chutes convertidos do perímetro (Fla com três e Vasco com tiro único) em poucos segundos. O rubro-negro teve a liderança da partida pela primeira vez na parcial, 37 a 36 e ainda chegou a abrir 7 pontos no marcador.

Não demorou para o cruzmaltino retornar a frente, conseguindo corrida de 8 a 2 e se segurando nos ataques dos armadores Palacios e Hélio que comandavam a equipe ofensivamente. O rubro-negro até melhorou um pouco, deixando o placar em apenas 1 ponto de desvantagem, 51 a 50.

O quarto final foi eletrizante com a equipe vascaína abrindo larga vantagem, 7 pontos, obrigando o rubro-negro à ir atrás do placar com Marcelinho e JP Batista carregando a ofensiva do Flamengo. O empate veio através de Marcelinho em 73 a 73 quando restavam poucos segundo para o fim. No ataque seguinte David Jackson deixou todo o relógio correr e deixou o Vasco na frente mas ainda tinha 1.6s por jogar, tempo suficiente para JP Batista empatar e levar ao tempo extra.

A prorrogação teve duas facetas. Primeiro com domínio do Fla e depois com reta final decisiva pró Vasco. Eram poucos pontos de vantagem, apenas três, suficiente para Murilo empatar no tiro longo certeiro no minuto final. Marcelinho errou tentativa de fora e David Jackson colocou o Vasco na frente para confirmar a vitória por 84 a 80.