Sixers mostra evolução, mas Westbrook lidera Thunder à vitória

Depois de anos difíceis apenas sofrendo derrotas, equipe da Filadélfia ensaia reação, lidera por bastante tempo porém perde prumo na hora de confirmar triunfo

Sixers mostra evolução, mas Westbrook lidera Thunder à vitória
(Foto: Divulgação/Oklahoma City Thunder)
Philadelphia 76ers
97 103
Oklahoma City Thunder

Muito se espera do Philadelphia 76ers nessa temporada 2016/2017 e ao menos na estreia contra o Oklahoma City Thunder a equipe respondeu em parte a evolução esperada. Jogando em casa no ginásio Wells Fargo Center quase veio a 1ª vitória em Outubro desde 2013, deu Thunder no fim por 101 a 97.

Pelas bandas de Oklahoma, Russell Westbrook foi o líder como esperado e cestinha na partida somando 32 pontos, 9 assistências e 12 rebotes, por pouco não alcançando mais um triplo-duplo em sua carreira. O pivô Steven Adams o seguiu anotando 16 pontos e 5 rebotes durante seu período em quadra.

Liderados pelo experiente armador Sérgio Rodriguez, autor de 12 pontos e 9 assistências que levaram a equipe da casa ao bom jogo, que também contou com Joel Embiid e Nik Staukas, autores de 20 e 13 pontos respectivamente, em ótima jornada.

Sixers começam bem os quartos porém se perdem em rotação dos reservas

Philadelphia começou muito bem na partida arremessando 4-7 tiros de quadra, culminando em corrida de 10 a 2. Uma defesa intensa com direito a dois tocos e corridas loucas em transição ofensiva moldaram o placar inicial na primeira metade do período, fato que obrigou Billy Donovan a pedir tempo.

Na parcial seguinte foi o Thunder quem melhorou a parte defensiva, saindo para a transição com maior tranquilidade sendo carregado nas costas por Russell Westbrook, autor de 10 dos 14 pontos naquela altura. Quando os reservas pisaram em quadra o ritmo diminuiu, dando ao OKC a liderança ao virar o marcador num chute longo efetuado por Singler mas os donos da casa retomaram a vantagem fechando na frente, 24 a 23.

O time da casa voltou a mostrar seu poder no ínicio abrindo a maior vantagem da partida, 8 pontos, antes que Sérgio Rodriguez voltasse ao descanso. Assim que o armador espanhol abandonou a quadra Westbrook fez a festa em noventa segundos deixando os companheiros em boas condições para anotar corrida de 7 a 0, 39 a 38 no placar geral.

Deu se continuidade ao bom momento do Oklahoma na sequência, alargando ainda mais a corrida anterior pois as infiltrações ocorriam sem contratempos. O garrafão formado pela dupla Covington-Saric não combatia o australiano Steven Adams da melhor adequada.

Ataque deslancha no quarto período e OKC passa a frente nos segundos finais

Foi uma verdadeira tragédia apresentada por ambas equipes nos 12 minutos que sucederam o intervalo. Raras cestas de quadra (11 ao todo), poucos pontos anotados e alguns lances livres acertados. Destaque apenas para os armadores titulares Rodriguez e Westbrook no pouco basquete jogado. Melhor para o Philadelphia que abriu 6 pontos, melhorando seu jogo no fim.

O volume de jogo construído no período derradeiro foi crucial para o Thunder retomar a liderança faltando poucos segundos antes da partida terminar. Uma concentração de arremessos no garrafão através de Adams e Kanter, além de tiros médios localizados com Westbrook e Oladipo decidiram a partida. Pelos 76ers o desempenho de apenas seis chutes convertidos pesaram para derrota por 103 a 97.