Flamengo vence Bauru na segunda prorrogação e estreia com vitória no NBB

Mesmo desfalcado, o rubro-negro venceu fora de casa por 100 a 97. JP Batista fez duplo-duplo e foi o grande destaque da partida

Flamengo vence Bauru na segunda prorrogação e estreia com vitória no NBB
(Foto: João Pires/ LNB)
Gocil/Bauru
97 100
Flamengo

Na estreia da nona edição do Novo Basquete Brasil, o Flamengo venceu o Gocil/Bauru no Panela de Pressão por 100 a 97 em partida que teve duas prorrogações.

Pelo lado do Gocil/Bauru, Alex Garcia foi o cestinha da partida e Gui Deodato e Hettsheimer também tiveram boas atuações. Gui retornou ao Bauru após o anúncio que Rio Claro não disputaria o NBB.

Pelo lado do desfalcado Flamengo, JP Batista foi o cestinha da equipe. O pivô e Olivinha anotaram duplos-duplos na partida. Os experientes Marcelinho Machado e Marquinhos também tiveram ótimas atuações.

Na próxima rodada, as duas equipes jogarão na terça-feira (8): o Gocil/Bauru receberá o Macaé no Panela de Pressão, enquanto o Flamengo irá até Franca enfrentar o Franca Basquete no Pedrocão.

Em um primeiro tempo com muitos erros, Bauru leva a melhor e consegue pequena vantagem

A partida começou com Bauru errando todas de três pontos e o Flamengo aproveitou para abrir 4 a 0 nos dois minutos iniciais. Ao forçar o jogo no garrafão, a equipe de São Paulo virou a partida na metade do quarto para 8 a 6. Com a rotação de Demétrius funcionando, os donos da casa acertaram a mão e terminaram o primeiro quarto ganhando por 17 a 12.

No segundo período, as duas equipes voltaram a errar muitos arremessos, mas Bauru continuou jogando no garrafão rubro-negro e conseguiu ampliar para 23 a 17, forçando o primeiro pedido de tempo de José Neto. Depois, os donos da casa chegaram a abrir oito pontos, mas o rubro-negro cortou a desvantagem para apenas capitaneados por Marquinhos, forçando o tempo de Demétrius faltando 1min30s para o intervalo. Gui Deodato acertou de três pontos e recolocou a vantagem em quatro, mas o Fla conseguiu reagir e foi para o intervalo perdendo só por dois pontos, 33 a 31.

Com muito equilíbrio, Flamengo e Bauru vão para a prorrogação

Na volta do intervalo, as duas equipes trocaram cestas e o rubro-negro chegou a empatar a partida, mas viu o Bauru abrir três pontos na metade do quarto, 48 a 45. Após isso, o Flamengo virou o confronto faltando dois minutos para o fim do período, 56 a 54, e terminou o quarto vencendo por 61 a 58 com grande participação de Marcelinho Machado e JP Batista.

No quarto final, os erros voltaram a predominar. Na primeira cesta, Ronald Ramon colocou o Fla com seis pontos de vantagem, 64 a 58, mas a partir daí até a metade do período, só tiveram mais dez pontos: aproveitando o nervosismo do Flamengo com a arbtragem, os comandados de Demétrius empataram a partida em uma corrida de 8 a 2, forçando tempo de José Neto.

Após o tempo, o atual tetracampeão do NBB foi controlando a partida até os minutos finais, chegando a abrir 72 a 68, mas em uma corrida de 6 a 1, Bauru virou e colocou  74 a 73, forçando tempo de Neto a 27 segundos do fim. Após o tempo, o rubro-negro fez a jogada que seu treinador desenhou e Marceliho acertou de três, fazendo 76 a 74, forçando o tempo de Demétrius. Com 19 segundos para o fim, os donos da casa também seguiram a risca o que seu treinador pediu e Alex empatou a partida, levando para o tempo extra, 76 a 76.

Após duas prorrogações disputadas, Flamengo conquista a vitória na estreia

Na primeira prorrogação, o Dragão paulista começou com tudo e fez logo 5 a 0, abrindo 81 a 76. Com uma atuação segura, Bauru levou até a metade da primeira prorrogação com uma vantagem confortável. Porém, JP Batista puxou a reação do rubro-negro e os comandados de José Neto emplacaram uma corrida de 8 a 2, levando para mais uma prorrogação, 88 a 88.

Na segunda prorrogação, o início foi diferente: dessa vez foi o Flamengo que começou muito bem e abriu 92 a 88, com quatro pontos de JP Batista. Em uma corrida de 9 a 4, Bauru passou a frente, 97 a 96, a 21 segundos do fim, forçando tempo de José Neto. O Flamengo aproveitou os dois turnovers da equipe paulista para definir a partida e largar com o pé direito no NBB, 100 a 97.

- Gocil/Bauru

Alex Garcia- 30 pontos, 5 assistências e 6 rebotes

Gui Deodato- 21 pontos, 2 assistências e 4 rebotes

Rafael Hettsheimer- 11 pontos e 9 rebotes

- Flamengo

JP Batista- 29 pontos e 12 rebotes

Marcelinho Machado- 22 pontos, 5 assistências e 7 rebotes

Olivinha- 15 pontos e 16 rebotes

Marquinhos- 22 pontos