Brasília faz valer o fator casa, vence o Vasco e conquista sua segunda vitória no NBB

Equipe tricampeã do NBB passou a dominar a partida ainda no primeiro quarto e os vascaínos não conseguiram se encontrar em quadra

Brasília faz valer o fator casa, vence o Vasco e conquista sua segunda vitória no NBB
(Foto: Brito Júnior / UniCeub)
Brasília
95 72
Vasco da Gama

Dois concorrentes ao título do NBB se enfrentaram nesse sábado (12), em Brasília, às 14h. Brasília e Vasco têm um laço interessante, já que a equipe candanga chegou a emprestar jogadores de seu elenco para o cruzmaltino disputar o Campeonato Carioca há alguns anos, em uma campanha que culminou no vice-campeonato dos vascaínos.

Na partida válida pela segunda rodada do NBB, as duas equipes vinham de vitórias e buscavam a manutenção da invencibilidade na competição. Com atuações acima da média de Deryk e Lucas Mariano, os donos da casa não deram chances aos visitantes e venceram a partida por 95 a 72, com a vantagem larga sendo reflexo incontestável do que foi o duelo. 

Ficou claro que os vascaínos sentem falta de David Jackson, que mais uma vez deu lugar a Márcio no time titular. Na última partida, o experiente atleta vascaíno teve boa atuação, porém, no confronto desse sábado fez um péssimo primeiro quarto e logo foi substituído pelo técnico Christiano Pereira, pouco voltando à quadra ao longo do jogo. 

O JOGO

A partida começou bastante equilibrada, com as duas equipes abusando das bolas de fora, com aproveitamento mediano de ambos lados. Pelo lado vascaíno, Nezinho e Hélio, armadores da equipe, tiveram bons momentos, com o primeiro se destacando bastante nas assistências, muito bem aproveitadas por Murilo. Porém, os lampejos dos cariocas não foram suficientes para impedir a evolução dos brasilienses dentro da partida, que contaram com o pivô Lucas Mariano inciando sua ótima atuação já na segunda metade do período, e conseguiram abrir vantagem ao final do quarto. O placar marcava 27 a 16 para o Brasília.

O Vasco voltou ao segundo período com algumas modificações, contando com Wagner, Palácios, Drudi e Gaúcho no time titular, além da manutenção de Nezinho. A equipe melhorou, mas ainda não se encontrava defensivamente e errava a maioria dos ataques que construía. Os brasilienses arriscaram menos de fora, e aproveitaram os contra-ataques provenientes do desespero ofensivo dos vascaínos e apenas ampliaram sua vantagem. Ao final do quarto o placar marcava 46 a 31 para os donos da casa.

Na volta do intervalo, a equipe do Brasília continuou comandando a partida com certa tranquilidade. A ótima atuação de Deryk, que converteu diversas bolas de fora, fez a vantagem dos donos da casa aumentar ainda mais. O Vasco continuava sem se acertar ofensivamente e defensivamente, e não conseguia impor seu ritmo, sempre abusando dos erros e não conseguindo parar os ataques dos brasilienses. As equipes foram ao último quarto com o placar marcando 69 a 43 para o Brasília.

O Vasco ensaiou uma reação no início do último quarto, mas a mão calibrada de Deryk, cestinha da partida, não deixou os cariocas encostarem no placar e aumentou ainda mais a distância entre as equipes. Após isso, o Brasília apenas aproveitou a vantagem que construiu, chegando a aumentá-la em diversos momentos, e fechou a partida vencendo por 95 a 72.

Próximos confrontos

Na próxima terça-feira (15), o Brasília irá visitar o Vitória, em Salvador, pela terceira rodada do NBB, com o início programado para às 17h (horário de Brasília). Enquanto isso, o Vasco voltará a jogar apenas na quinta-feira (17), quando irá receber o Campo Mourão, em São Januário. Será a estreia da equipe em seu Ginásio pelo NBB.