Mogi vence Caxias do Sul fora de casa e segue 100% no NBB

Após voltar da Liga Sul-Americana, equipe paulista vence a segunda na competição e confirma a boa fase. Gaúchos estão na lanterna do campeonato.

Mogi vence Caxias do Sul fora de casa e segue 100% no NBB
(Foto: Fernando Levinski/Caxias do Sul Basquete)
Caxias do Sul
80 87
Helbor/Mogi das Cruzes

Após garantir a vaga na final da Liga Sul-Americana, o Helbor/Mogi das Cruzes foi até Caxias enfrentar o Caxias do Sul em partida válida pela terceira rodada do NBB. Sem vitórias, Caxias sofreu a terceira derrota na tarde dessa quinta-feira (17), ao perder por 87 a 80.

Foi a primeira partida dos gaúchos em seu ginásio após as derrotas para o Minas Tênis Clube e Brasília nos dois jogos anteriores, mas o resultado não foi o esperado pelos torcedores e a equipe divide a lanterna com o Macaé.

Já o Mogi, que só havia disputado e ganhado uma partida contra o Paulistano em casa, confirmou o bom momento e é uma das quatro equipes invictas na competição. Na próxima rodada, os dois times jogarão no sábado (19): Caxias receberá o Campo Mourão no Vasco da Gama, às 17h, enquanto Mogi vai até São Januário encarar o Vasco, às 14h.

Mogi domina e vence o primeiro tempo com facilidade

A partida começou com muitos erros, de ambos os lados e a primeira pontuação veio com dois minutos. A partir disso, o duelo ficou equilibrado até a metade do quarto, com Mogi abrindo 12 a 9. Forçando o jogo no garrafão, a equipe paulista deslanchou e terminou o quarto ganhando por 24 a 14.

No segundo período, Caxias esboçou uma reação, fez uma corrida de 6 a 0 e cortou a desvantagem para 24 a 20 com ajuda de Carioca e Guto com menos de três minutos. Quando os titulares voltaram, Mogi conseguiu voltar a dominar e na metade do quarto já abriu 35 a 22. Até o fim do quarto, os mogianos administraram a vantagem e foram para o intervalo ganhando por 44 a 32.

Caxias busca reação tardia mas não impede a terceira derrota

Na volta do intervalo, Mogi abriu com uma corrida de 9 a 0 e colocou sua maior vantagem na partida, 53 a 32, com três bolas de três seguidas. Caxias do Sul não conseguiu reagir e na metade do quarto e a vantagem se manteve em mais de vinte pontos, 58 a 34. A partir disso, os donos da casa conseguiram acordar, mesmo tardiamente e cortaram a desvantagem para catorze pontos, 62 a 48, em uma corrida de 14 a 4 dos gaúchos. No fim do período, a vantagem foi mantida e Mogi ficou perto da vitória, 68 a 54.

No período final, Caxias cortou logo a desvantagem para onze pontos, 70 a 59, e deu esperanças ao seu torcedor. Confiança essa que aumentou, após uma rápida corrida de 6 a 2, trazendo o placar para 72 a 65 na metade do quarto. Com a empolgação, Caxias partiu para cima e, com menos de dois minutos, o placar chegou à sua diferença mínima, um ponto (80 a 79), mas Larry Taylor colocou a bola embaixo do braço e definiu a partida a favor dos comandados de Guerrinha, 87 a 80.

Números do jogo

Arthur (Caxias do Sul)- 21 pontos, 2 assistências e 8 rebotes

Vinícius (Caxias do Sul)- 20 pontos, 3 assistências e 2 rebotes

Carioca (Caxias do Sul)- 11 pontos

Jimmy (Mogi das Cruzes)- 21 pontos, 1 assistência e 5 rebotes

Filipin (Mogi das Cruzes)- 16 pontos

Caio Torres (Mogi das Cruzes)- 15 pontos, 3 assistências e 10 rebotes

Brasília se recupera e derrota Basquete Cearense no Nordeste

No segundo jogo da noite, Solar/Basquete Cearense e UniCEUB/Cartão BRB/Brasília realizaram uma partida menos disputada do que a anterior. No ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza, os visitantes dominaram a partir do segundo período e se recuperaram da derrota para o Vitória, vencendo por 81 a 72.

Mais forte e candidato ao tetracampeonato, Brasília venceu a partida nos dois quartos intermediários, com parciais de 22 a 14 (2º quarto) e 24 a 16 (3º quarto), e superou os dois quartos em que o Basquete Cearense venceu, 23 a 19 (1º quarto) e 19 a 16 (4º quarto).

O resultado deixa os cearenses com duas derrotas e uma vitória. Já Brasília está com três vitórias e uma derrota em quatro partidas.

Agora o Basquete Cearense irá enfrentar o Vasco no dia 22/11, às 19h30, em São Januário. O Brasília viaja para encarar o Paulistano no Ginásio Antonio Prado Jr, no dia 24/11, às 19h30.

Números do jogo

Toledo (Basquete Cearense)- 16 pontos e 6 rebotes

Felipe (Basquete Cearense)- 13 pontos

Audrei (Basquete Cearense)- 12 pontos e 2 rebotes

Lucas Mariano (Brasília)- 25 pontos, 2 assistências e 6 rebotes

Fúlvio (Brasília)- 19 pontos, 5 assistências e 3 rebotes

Deryk (Brasília)- 10 pontos