Durant deve recusar contrato máximo para renovar por custo menor e ajudar Warriors

Meta do ala é ajudar a franquia a manter jogadores fundamentais no elenco que se tornarão agente livre

Durant deve recusar contrato máximo para renovar por custo menor e ajudar Warriors
Foto: Getty Images

O Golden State Warriors recebeu uma boa notícia para a próxima temporada. Kevin Durant vai recusar o contrato máximo para renovar por custo menor e ajudar a franquia a manter os principais jogadores do elenco. O MVP das finais vai recusar um salário de US$ 28 milhões.

Durant recebeu US$ 26,5 milhões na primeira temporada com o Golden State Warriors e tinha direito a opção de renovação para a próxima, recebendo US$ 28 milhões. Porém, o ala vai recusar essa opção e vai receber US$ 4 milhões a menos do que pode ganhar ano que vem.

Com isso, Durant vai ter que esperar mais uma temporada para assinar um contrato de longa duração e os Warriors poderão usar os "direitos de Bird" - regra criada em homenagem à lenda dos Celtics - que permite um time superar o limite do teto salarial para reter suas estrelas.

A opção de Durant de recusar o contrato máximo para receber menos é justamente para ajudar a franquia a manter alguns jogadores importantes do elenco que se tornarão agentes livre, como Stephen CurryShaun Livingston e Andre Iguodala. Sendo assim, os Warriors não teriam necessidade de abrir mão de nenhum jogador do plantel para abrir espaço no teto salarial. 

A tendência é que Durant assine novamente um contrato de dois anos com opção do jogador decidir se continua ou não no segundo ano para renovar com a franquia, o chamado "player option"


Share on Facebook