Kobe Bryant se torna primeiro jogador com duas camisas aposentadas por uma franquia

Ex-jogador teve as camisas 8 e 24 retiradas pelo Los Angeles Lakers

Kobe Bryant se torna primeiro jogador com duas camisas aposentadas por uma franquia
Foto: Divulgação/NBA

O Los Angeles Lakers aposentou as duas camisas usadas por Kobe Bryant ao longo dos 20 anos de carreira, na noite desta segunda-feira (18), durante o jogo contra o Golden State Warriors. O ex-jogador cinco vezes campeão e terceiro maior cestinha da história da liga se tornou o único na história a ter dois números retirados pela mesma franquia.

Kobe Bryant entrou na NBA em 1996 e escolheu usar a camisa 8. Utilizou o número por dez anos, quando resolveu vestir o número 24 até se aposentar em 2016. Marcou mais de 16 mil pontos e conquistou títulos com as duas, mas foi com a 24 que se firmou como o grande astro da liga, sendo MVP e decisivo nas finais.

Com a camisa 8, Kobe Bryant jogou 707 jogos, conquistou três títulos, marcou 16,866 pontos (23.9 por jogo), liderou a liga em pontos uma vez (2006), entrou quatro vezes no time da temporada, participou de 8 All-Star Games e foi MVP do All-Star Game uma vez. Em 2006, marcou 81 pontos na vitória sobre o Toronto Raptors, numa das maiores performances individuais da história, inferior apenas aos 100 pontos de Wilt Chamberlain, em 1962.

Já com a camisa 24 foram dois títulos, dois MVP das finais, um MVP, 639 jogos, marcou 16,777 pontos (26.3 por jogo), foi cestinha da liga uma vez, entrou no time principal da temporada 7 vezes, teve 10 participações no All-Star Game e foi três vezes eleito o MVP do All-Star Game, além da melhor performance individual da história do Madison Square Garden, em Nova Iorque, anotando 61 pontos e recebendo gritos de "MVP". 

Com a camisa 24, Kobe Bryant levou os Lakers a três finais seguidas entre 2008 e 2010, e conquistou o bicampeonato em 2009 e 2010, tirando de vez o peso de ser decisivo nas finais e colocar o Lakers no topo pela primeira vez desde a saída de Shaquille O'Neal. O quinto título foi o mais especial, sobre o Boston Celtics, vingando-se da derrota em 2008.