Em noite espetacular, CJ McCollum faz 50 pontos e Blazers atropelam Bulls

Com apenas 28 minutos em quadra, McCollum anotou 50 pontos e liderou a vitória dos Blazers sobre o Chicago Bulls por 124 a 108

Em noite espetacular, CJ McCollum faz 50 pontos e Blazers atropelam Bulls
McCollum fez história e anotou 50 pontos em 29 minutos (Foto: Divulgação/Portland Trail Blazers-NBA)

Com uma noite toda de CJ McCollum, o ala-armador dos Blazers fez história na vitória da sua equipe contra o Chicago Bulls. Jogando em casa na Arena Moda Center, o Portland Trail Blazers recebeu o Chicago Bulls e chegou a quatro vitórias seguidas, vencendo por 124 a 108. Liderando a partida com grande vantagem do início ao fim, os Blazers conquistaram uma vitória gigante sobre o Bulls, mas o maior feito foi de CJ McCollum que anotou 50 pontos em apenas 29 minutos em quadra, sua melhor marca na carreira.

Além de McCollum, Damian Lillard também foi destaque com 13 pontos e 7 assistências. No lado dos Bulls, o principal jogador foi Zach LaVine que anotou 23 pontos na partida. Os Blazers agora chegam a 29 vitórias e ocupam a 6ª posição na Conferência Oeste, enquanto os Bulls somam 33 derrotas (a quinta seguida) e ficam na 13ª colocação na Conferência Leste.

McCollum atingiu sua melhor marca na carreira (Foto: Divulgação/Portland Trail Blazers-NBA)

Fazendo história na partida, CJ McCollum teve sua grande noite na carreira. Com incríveis 50 pontos, o ala-armador do Blazers atingiu a sua maior marca desde que entrou na liga, em 2013. CJ anotou 28 pontos apenas no primeiro período de partida, quebrando o recorde da franquia em um quarto. O mais impressionante no feito de McCollum é que o camisa 3 dos Blazers só precisou jogar três quartos e ficar em quadra durante apenas 29 minutos para anotar 50 pontos.

Próximas partidas: O Portland Trail Blazers volta às quadras já na sexta-feira (2), onde jogará fora de casa contra o vice-líder da Conferência Leste Toronto Raptors, na Arena Air Canada Centre, às 22h30. Já o Chicago Bulls volta a jogar apenas no sábado (3), às 18h30, onde enfrenta fora de casa o 9º colocado da Conferência Oeste Los Angeles Clippers, no Staples Center.

Primeiro quarto perfeito e grande vantagem no intervalo

Com um início de partida impecável e histórico dos Blazers, a equipe da casa não tomou conhecimento e dominou o Chicago Bulls de forma arrasadora no primeiro período de partida. Em um primeiro quarto destruidor de CJ McCollum que anotou 28 pontos e quebrou o recorde de pontos da franquia em um só período, os Blazers conseguiram abrir uma vantagem muito larga sobre os rivais.

Terminando o primeiro período com vitória dos Blazers por 43 a 19, a equipe da casa fazia uma partida quase que sem falhas, sendo muito forte tanto no ataque como na defesa, sem chances para a equipe de Chicago.

No segundo quarto de jogo, os Bulls não se deixaram abalar tanto depois do primeiro período e foram um pouco superiores, porém não o suficiente pra diminuir a diferença no placar. A segunda unidade dos Bulls jogou melhor e conseguiu vencer o quarto por 25 a 24, mas ainda sim o primeiro tempo de partida terminou com a vitória dos Blazers por 67 a 44. CJ McCollum foi para o intervalo de jogo anotando 32 pontos para a equipe da casa, enquanto LaVine foi o destaque dos Bulls anotando 12 pontos na primeira metade de jogo.

Blazers mantém domínio, garante vitória e McCollum dá show

Na volta para o segundo tempo de partida com os Blazers novamente dominando o Bulls e voltando a aumentar a vantagem no placar, a equipe da casa tinha a partida nas mãos e via os touros cada vez mais sem chances de uma reação. Chegando a abrir quase 30 pontos de vantagem no placar, os Blazers fizeram outro grande quarto e venceram o período por 35 a 31, indo para os últimos 12 minutos de partida com a vitória encaminhada em 102 a 73.

CJ McCollum fez outro grande período anotando mais 18 pontos e alcançando a incrível marca de 50 pontos na partida, seu recorde pessoal na carreira. Detalhe que McCollum precisou de apenas 29 minutos pra isto. Já pelo lado dos Bulls, Zach LaVine foi o grande nome anotando 23 pontos.

Com as duas equipes entrando no último período de jogo com a vitória desenhada para os Blazers, os principais jogadores dos dois times foram poupados e os técnicos deram lugar para os reservas, jogando a toalha e confirmando a vitória de Portland na partida. Já com a partida definida, os reservas do Bulls conseguiram serem superiores aos donos da casa e ainda diminuíram a vantagem no placar, vencendo o período por 33 a 22. Porém a vitória ficou com os donos da casa que em noite brilhante venceram por 124 a 108.

Destaques da partida

Portland Trail Blazers:

CJ McCollum: 50 pontos e 5 rebotes – (6/9-3PT)

Damian Lillard: 13 pontos, 7 assistências e 4 rebotes

Chicago Bulls:

Zach LaVine: 23 pontos

Denzel Valetine: 15 pontos e 6 rebotes