Equipe brasileira faz  'estreia em alta velocidade' e termina em sexto no nado sincronizado

Meninas do Brasil cumprem papel esperado na rotina técnica do nado sincronizado e ficam à frente de Egito e Austrália; rotina livre é na sexta

Equipe brasileira faz  'estreia em alta velocidade' e termina em sexto no nado sincronizado
(Foto: Reuters)

No primeiro dia do nado por equipe, as meninas brasileiras cumpriram com o esperado. Com uma apresentação com o tema motoqueiras, que levantou o público presente no Maria Lenk, as brasileiras do nado sincronizado ficaram em sexto lugar por equipes, na rotina técnica, na tarde desta quinta-feira (18).São oito países na competição da Olimpíada de 2016, e o resultado final com as medalhas sairá após a soma das notas das duas apresentações nesta sexta (19).

A equipe brasileira ficou com  nota 84.7985, ficando à frente de Egito e Austrália, um resultado dentro das espectativas. Favorias, as russas conseguiram a primeira colocação com tranquilidade - somaram 97.0106 -, seguidas pelas equipes da China (95.6174) e do Japão (93.7723).

Disputando os jogos olímpicos pela terceira vez, a atleta Lara Teixeira aprovou o desempenho da equipe. 

"Foi um gostinho especial, muito orgulho de estar aqui em casa, todos os amigos e familiares estavam aqui e conseguiram ver ao vivo. Uma experiência olímpica é sempre muito diferente de Mundial e de Pan-Americana. Acho que as meninas fizeram um brilhante papel. Tinha aquela dúvida, que era a estreia delas, mas todas estava muito concentradas. A nota foi o que a gente esperava, nossas notas melhoraram em relação às últimas competições. A gente quer fazer com que os juízes olhem para a gente com outros olhos, de ver que essa equipe está crescendo e pode disputar uma medalha. Essa é a nossa meta", disse Lara. 

"A nota de hoje era o que a gente estava esperando, foi uma boa nota. A nota de hoje é um pouco mais baixa do que a de amanhã, porque são notas por elemento. Amanhã é o Carnaval, com a voz da Ivete Sangalo. É logico que a gente quer medalha, mas eu queria muito uma nota nove de impressão artística. Eu e a Bia sempre fomos apaixonadas por teatro, nosso forte no nado sempre foi a parte de impressão artística. A gente adora dar show", afirmou Branca Feres, em entrevista ao lado da irmã gêmea Bia.

O Brasil está disputando no Rio de Janeiro a prova por equipes do nado sincronizado pela primeira vez na história das Olimpíadas. Até então, o país só tinha participado do dueto.

"Samba chinês" animou o público no Parque Aquático Maria Lenk

A equipe chinesa arrancou aplausos e levantou o público presente no Parque Aquático ao fazer uma apresentação homenageando o samba. A música teve batucada das escolas de samba cariocas e um remix com sucesso tradicionais brasileiros, como País Tropical e Aquarela do Brasil