Meta cumprida: Brasil vence Alemanha e avança às quartas do goalball de forma invicta

Mesmo com vaga garantida na próxima fase, atuais campeões mundiais não decepcionam e mantém invencibilidade

Meta cumprida: Brasil vence Alemanha e avança às quartas do goalball de forma invicta
(Foto: Cezar Loureiro/CPB/MIX)

A vaga nas quartas de final já estava garantida. Mas, na tarde desta terça-feira (13), com direito a goleada sobre a Alemanha, a seleção masculina de goalball avançou para a fase eliminatória da competição de maneira invicta. Com Parázinho inspirado, os atuais campeões mundiais bateram os europeus por 10 a 4, confirmaram o favoritismo e fecharam o Grupo A na primeira colocação, com 100% de aproveitamento. O Brasil ainda aguarda o final da rodada desta terça para conhecer o primeiro adversário do mata-mata.

"Nossa meta foi cumprido. Não sabemos quem vem, se é China ou Turquia ou outro. Depende dos resultados da noite, mas estamos muito preparados. Esses meninos estão muito confiantes", disse o técnico Alessandro Tosim.

Diante da Alemanha, Josemarcio, que é conhecido como Parázinho, com quatro gols, foi o destaque do time brasileiro. Artilheiro do Brasil, Leomam marcou duas vezes. Alex Souza e Alexsander Celente contribuíram com dois gols cada.

"Foi um jogo muito importante, porque saímos com o primeiro lugar do grupo. Fazer quatro gols contra a Alemanha é sempre bom, para mim, para o time e para a torcida. Todos lembram o futebol. Foi importante mostrar que estamos prontos para o que der e vier", disse Parázinho, que deixou o interior do Pará rumo a São Paulo para se dedicar ao goalball e disputa sua primeira paralimpíada aos 21 anos de idade. 

Desde o início da partida, o Brasil goleou os alemães, abrindo vantagem rapidamente. O primeiro tempo terminou 4 a 0. No segundo tempo, o placar chegou a estar 6 a 1 para o time brasileiro, e, com isso, mesmo que em silêncio, cresceu a especitava da torcida brasileira presente em grande número na Arena do Futuro.

Claro que não pra vingar o fatídico 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo de 2014, mas pelo placar simbólico diannte dos europeus, mas o segundo gol alemão frustrou os brasileiros. No entanto, os torcedores puderam presenciar o mais de sete gols brasileiros diante da Alemanha. Os reservas entraram em ação e mantiveram o ritmo para fechar o jogo em 10 a 4.

"Classificamos em primeiro lugar e cumprimos a primeira parte da missão. Tinha muito tempo que não jogávamos contra a Alemanha. Não sabíamos bem como eles estavam. É uma equipe qualificada, com jovens. Eles devem ter dado o máximo contra nós, mas conseguimos vencer. Que venha qualquer um. Vamos jogar com sangue nos olhos contra qualquer gringo que venha querer tirar essa medalha da nossa casa. Qualquer adversário que vier agora, vamos dar nosso melhor. Vamos matar esses gringos aí", declarou Leomon, craque do Brasil.

Uma combinação de resultados no Grupo B pode colocar a Finlândia, atual campeã paralímpica, no caminho dos brasileiros. No entanto, os europeus estão com uma má campanha nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. Todavia, o Brasil mostrou que está preparado para encarar qualquer rival no caminho para o título.

Um pouco sobre o goalball

O goalball foi criado em 1946 pelo austríaco Hans Lorenzen e pelo alemão Sepp Reindl. A ideia era ajudar na reabilitação de combatentes da Segunda Guerra Mundial que perderam a visão. Com estreia nos jogos de 1975, em Toronto, no Canadá, o goalball é uma modalidade exclusivamente paralímpica. A disputa acontece com duas equipes com três times cada. As linhas da quadra são táteis, para que os jogadores se localizem. Em cada extremidade há um gol gigante, de 9m. Os atletas lançam a bola, que contém um guizo, e tentam marcar o maior número de gols possível.