Rio 2016: confira 38 filmes sobre Esportes Olímpicos

Um filme por modalidade para você ficar por dentro dos esportes que vão tomar conta das telas nos próximos dias

Rio 2016: confira 38 filmes sobre Esportes Olímpicos
Especial Vavel Filmes sobre Esportes Olímpicos (foto: arte Vavel/Micheli Santos)

Os Jogos Olímpicos do Rio 2016 estão chegando e nada melhor que saber um pouco mais sobre cada esporte vendo filmes. Então, separamos 38 filmes, um sobre cada esporte. Algumas biografias, outros documentários e algumas obras de ficção com determinado esporte de pano de fundo. O critério é citar os filmes que melhor exemplificam a modalidade ou a história de algum ícone daquele esporte. Então, sem mais delongas, vamos a  lista:

Atletismo: Prova de Fogo (Without Limits), 1998

O filme conta a história de Steve Prefontaine, corredor olímpico norte-americano, desde o seu tempo de atleta universitário até a sua morte. Prefontaine era um atleta dedicado e sempre treinava para ser o melhor, mas sua personalidade impietuosa sempre o impediu de atingir o sucesso pleno no esporte. Sua história de vida inspirou outros corredores como Frank Shorter e Bill Rodgers. É um filme inspirador e merece representar o atletismo na nossa lista.

Boxe: Ali, 2001

Existem diversos filmes sobre boxe, mas eu não poderia deixar passar a oportunidade de citar Muhammad Ali, que morreu recentemente. Eleito o esportista do século pela revista americana Sports Illustrated em 1999 e um dos maiores nomes do esporte mundial, Ali não fez seu nome somente nos ringues, mas também por sua inteligência e fácil palavreado. No filme podemos entender melhor como ele pensava, desde Cassius Clay (seu nome de nascença) até se converter ao islamismo e mudar seu nome parar Muhammad Ali.

Badminton: King, 2009

Estreante em jogos olímpicos, o badminton não é um esporte muito popular no ocidente. Mas no oriente, o esporte conta com diversos fãs, o que nos traz a "King", filme indonésio de ficção, sobre um menino chamado Guntur que quer alcançar o sonho de ser um campeão de badminton como seu pai. É mais um filme inspirador e uma boa forma de conhecer o esporte.

Basquete: Coach Carter - Treino para a Vida (Coach Carter), 2005

Para representar o basquete, trouxemos mais um filme baseado em fatos reais. Que conta a história de Ken Carter, que aceita o convite para ser treinador basquete da sua antiga escola e impõe diversos treinamentos e exigências, e a partir daí, começam a vir os resultados positivos. É um filme, acima de tudo, sobre disciplina e conta com o conhecido Samuel L. Jackson como protagonista.

Canoagem: Canoagem - Águas Velozes, 2016

A intenção era trazer um filme sobre canoagem de velocidade e outro filme sobre canoagem slalon, mas encontramos esse ótimo documentário que engloba as duas modalidades. Se trata de uma produção nacional falando sobre a história da canoagem no Brasil.

Ciclismo BMX: 1 Way Up - The Story of Peckham BMX, 2014

Uma nova visão bem séria sobre o mundo do BMX. O filme conta a história de dois garotos na esperança de escapar de um dos bairros mais perigosos de Londres e se classificar para o mundial de BMX. O filme ainda conta com ótimas sequências na bicicleta e cenas documentais sobre aquela realidade.

Ciclismo de estrada: Competição de Destinos (American Flyers), 1985

Um ótimo drama disfarçado de filme de esporte. American Flyers conta sobre dois irmãos lutando na esperança de vencer a Hell of The West, uma das mais importantes competições de ciclismo do mundo. Além disso, temem que uma doença congênita que atacou seu pai possa atingí-los. Kevin Costner, duas vezes vencedor do Oscar, e David Grant protagonizam o filme.

Ciclismo de pista: O Escocês Voador (The Flying Scotsman), 2006

O filme relata a história real de Graeme Obree, que projetou uma bicicleta com sobras de metal e restos de uma máquina de lavar. Numa corrida profissional e competindo contra os melhores do mundo, Obree quebrou o recorde mundial, mas acabou perdendo depois em uma controvérsia tempestuosa. É uma ótima história de paixão pelo esporte.

Ciclismo mountain bike: Klunkerz, 2006

Klunkerz é um documentário que conta a origem do mountain bike, nas montanhas de San Francisco. Documentos e entrevistas da época, década de 70, mostra como os pioneiros adaptavam as bicicletas para descer as montanhas.

 

Esgrima: O Esgrimista (Miekkailija), 2015

Uma produção estoniana, o filme conta a história real de Endell Nelis, que na adolescência foi recrutado para servir a Alemanha na Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, mesmo com os traumas de seu passado, ele começa a ensinar esgrima em uma pequena cidade, e se escondendo da polícia soviética.

Futebol: Sunakali, 2014

Eu pensei em trazer algo relacionado a futebol feminino para essa categoria, por dois motivos: o primeiro é que o futebol masculino já é popular demais no Brasil e a maioria já conhece bem os ídolos e a história do esporte. O segundo motivo é que o futebol masculino não usa as principais seleções nas Olimpíadas, já a feminina sim. Então, eu trouxe Sunakali. Um documentário que conta a história do primeiro time feminino da cidade de Mugu (Nepal) e passam a competir por todo o país, e ainda conseguem mudar a visão da sociedade sobre o papel da mulher através do futebol.

Ginástica artística: Poder Além da Vida (Peaceful Warrior), 2006

Mais uma ótima história motivacional, esse filme conta sobre Dan Millman, um talentoso ginasta com sonhos olímpicos que possuía tudo: amigos, mulheres, motos, e mais. Sua vida muda quando ele conhece um homem misterioso capaz de entrar em contato com novos mundos de força e compreensão. Após sofrer um acidente, Dan enxerga que há muito mais a aprender e muito para deixar pra trás antes de se tornar um "guerreiro da paz".

Ginástica de trampolim: Charlotte Drury - Flying Towards Rio, 2016

Mais um esporte estreante em jogos olímpicos, a ginástica de trampolim não possui muitos registros em filme. Mas pra não deixar passar em branco, trouxemos esse documentário em curta metragem sobre a trajetória e preparação da americana Charlotte Drury para os jogos do Rio.

Ginástica rítmica: A Ginasta (The Gymnast), 2006

O filme fala da Jane Hawkins, que foi uma ginasta olímpica na qual a carreira foi interrompida por um acidente aos 22 anos. 20 anos depois, ela resgata a sua história e dá um novo rumo à sua nova carreira junto com uma nova companheira que vai bem além do profissionalismo.

Golfe: O Melhor Jogo da História (The Greatest Game Ever Played), 2005

Conta a história real de Francis Ouimet, o golfista de 20 anos que derrotou um dos melhores jogadores do mundo, Harry Vardon, no US Open em 1913, em meados da Primeira Guerra Mundial. O filme conta um pouco da trajetória dos dois jogadores desde a infância até o grande jogo.

Handebol: Forever the Moment (Woori Saengae Chwegoui Soongan), 2008

Uma produção sul-coreana, que fala da seleção coreana de handebol feminino, que precisa batalhar pra vencer a desvalorização do esporte no país em uma seleção conturbada e tentar ir bem nos Jogos Olímpicos de Atenas. A vontade e superação dentro e fora de quadra que comoveram todo o país.

Hipismo: Jappeloup, 2013

Filme francês de amor ao esporte e superação. Fala de Pierre Durant, um advogado que decide abandonar sua carreira para se dedicar ao salto com obstáculos, e aposta em Jappeloup, um cavalo pequeno e imprevisível. Depois de conseguir progresso com muito treino, tem seus desafios em Olimpíadas.

Hóquei na grama: Chak De! India, 2007

Depois de perder o mundial masculino, Khan decide treinar a seleção indiana de hóquei na grama feminina em um país onde mulheres são vistas apenas como domésticas. Em meio a tanto preconceito e diversidade entre as jogadoras, Khan tem a difícil missão de unir a equipe e colocá-las na briga pelo mundial feminino.

Judô: A Grande Vitória, 2013

Finalmente um filme brasileiro, contando a história de Max Trombini, um dos principais técnicos no esporte do Brasil. Um jovem complicado e revoltado, que através do judô ele conseguiu se estabelecer emocionalmente e construir uma carreira no esporte.

Levantamento de peso: American Weightfighting, 2013

Documentário que conta a história de atletas amadores e treinadores com quase nenhum apoio financeiro que lutam para competir com os melhores do mundo. Treinos em garagem, trabalhando meio período, ignorados pelo público e pela mídia para alcançar o sucesso no levantamento de peso.

Luta olímpica: Foxcatcher – A História que Chocou o Mundo (Foxcatcher), 2014

Talvez o filme mais conhecido da nossa lista, Foxcatcher é uma história real sobre o lutador Mark Schultz, que sempre treinou com seu irmão, até que um milionário lhe faz um convite para entrar para a equipe dele, oferecendo todas as condições para se aprimorar ainda mais. A partir daí começa o desenvolvimento dos treinamentos de Schultz com a nova equipe, tentando provar pra si mesmo que é capaz de chegar ao topo sem a ajuda do irmão e lidar com a difícil personalidade de seu novo treinador.

Maratona aquática: A Outra Margem, 2014

Documentário do SporTV, sobre a nadadora Diana Nyad uma das melhores nadadoras da década de 70, mostrando tudo o que ela teve que enfrentar para completar a travessia a nado de Cuba a Key West, cidade na Flórida (EUA).

 

Nado sincronizado: Waterboys, 2001

Aqui temos uma comédia japonesa, onde cinco jovens garotos decidem montar uma equipe de nado sincronizado motivados pela atraente professora. Até que a professora descobre estar grávida e se afasta das aulas, e os meninos, para não serem chamados de perdedores, iniciam um treinamento com um adestrador de golfinhos e se envolvem em muitas confusões.

Natação: Pride – O Orgulho de uma Nação (Pride), 2007

Outra história motivacional baseada em fatos reais. Jim Ellis precisa colocar ordem no departamento de recreação da Filadélfia e decide montar uma equipe de natação formada apenas por negros, o que muda a vida deles.

Pentatlo moderno: Pentathlon – Uma Disputa Mortal (Pentathlon), 1994

O filme “pastelão” da nossa lista. Conta a história de um pentatleta da Alemanha Oriental, que está cansado de sofrer nas mãos do seu insensível treinador e decide usar a sua energia e técnica para fugir e ter sua liberdade.

Polo aquático: Sangue nas Águas (Szabadsag, Szerelem), 2006

Filme húngaro que mostra toda a luta do povo em meio a guerra, com tanques invadindo seu país, mas a seleção de polo aquático não desiste de ir para os Jogos Olímpicos de Melbourne e representar o seu país. Um ótimo exemplo de patriotismo e busca pela liberdade.

Remo: Em Busca do Ouro (Going for Gold), 2012

Baseado em fato reais, conta como Bert Bushnell e Dickie Burnell conseguiram o ouro no skiff duplo na Olimpíada de Londres em 1948, quebrando as barreiras de estarem treinando juntos a somente 5 semanas e superando suas diferenças pessoais e profissionais.

 

Rugby de 7: Invictus, 2009

Outro dos filmes mais conhecidos da nossa lista. O recém eleito Nelson Mandela,  decide se juntar ao capitão da equipe de rugby da África do Sul para unir a nação, que se encontrava dividida racial e economicamente após o fim do apartheid. Um ótimo filme que mostra a força que o esporte tem de unificar um povo.

Saltos ornamentais: Rompendo Barreiras (Breaking the Surface), 1997

Biografia de Greg Louganis, um dos maiores nomes olímpicos da história dos EUA. Desde sua infância conturbada, passando por problemas com alcoolismo, a revelação da sua homossexualidade e a luta ao descobrir ser portador do vírus HIV.

Taekwondo: Operação Kickbox (Best of the Best), 1989

Apesar do título nacional, é sim um filme de taekwondo. O filme gira em torno do confronto entre as seleções dos EUA e da Coreia do Sul. Onde cada membro tem um motivo diferente pra lutar, até eles perceberem que para o time funcionar, eles precisam deixar de lado as diferenças e trabalharem juntos.

Tênis: 7 Dias no Inferno (7 Days in Hell), 2015

Um documentário de comédia, sim. Esse filme traz uma visão irreverente sobre as vidas e carreiras de Aaron Williams e Charles Poole que protagonizaram uma das partidas mais longas de todos os tempos, durando 7 dias e deixando os dois esgotados.

Tênis de mesa: As One (Korea), 2012

No World Tabble Tenis Championships, anunciam que a seleção coreana será uma só, unindo as Coreias do Sul e do Norte. Apesar da contestação dos jogadores sul-coreanos, eles conseguem formar a equipe e a partir daí precisam conviver com todas as suas diferenças culturais.

Tiro ao alvo: O Atleta (Atletu), 2009

Esse não é bem um filme de tiro ao alvo, mas merecia ser citado. Conta a história real de Bikila, corredor etíope que se tornou uma lenda em seu país após ser o primeiro africano a ganhar uma medalha de ouro. Mas depois de um trágico acidente, ficou paralítico, mas não desistiu do esporte e decidiu aprender tiro ao alvo e disputar as Paralimpíadas.

Tiro Esportivo: Triple Tap (Cheung Wong Chi Wong), 2010

Ken, campeão de tiro, decide usar suas habilidades para combater o crime. Após um roubo de um carro, ele consegue matar 4 assaltantes, mas um escapa. Enquanto Ken é julgado pelos assassinatos, o caso é designado para Jerry, conhecido de Ken depois de derrotá-lo em uma competição. Começa então uma rivalidade entre os dois cheia de mentiras e trapaças, para mostrar quem é melhor.

Triatlo: Meu Pai, Meu Herói (De Toutes nos Forces), 2013

Baseado em uma história real, o filme conta sobre Julien, um menino que vive na cadeira de rodas e convence o pai a participarem juntos do triathlon “ironman”, uma das provas mais difíceis do circuito mundial. Um bela história de pai e filho e superação.

Vela:  Wind – A Força dos Ventos (Wind), 1992

Uma produção do renomado Francis Ford Coppola, o filme conta a disputa de um jovem que decide tentar conquistar a maior regata oceânica do mundo, a “America’s Cup”, que já tinha perdido uma vez para os australianos. Entre ventos fortes e águas turbulentas, ele conta com a ajuda da namorada para conseguir vencer.

Vôlei de quadra: Ouro, Suor e Lágrimas, 2014

Documentário que procura mostrar os segredos da geração mais vitoriosa do vôlei brasileiro, entre 2001 e 2012. Como era a convivência, e entrevistas com os jogadores e os técnicos Bernardinho e José Roberto Guimarães.

Vôlei de praia: Os Reis da Praia (Side Out), 1990

Uma comédia para encerrar nossa lista em alto astral. Gira em torno de Barnes, que para não ser despejado, se junta com Clark para disputarem o mais importante torneio de vôlei de praia do mundo, pois com o prêmio Barnes poderia pagar o que deve. Apesar de chichê, é um filme bem divertido.