Curiosidades de Star Wars

Selecionamos algumas curiosidades da famosa franquia

Curiosidades de Star Wars
(crédito: Divulgação/Lucas Films)

Aproveitando a proximidade do lançamento de Rogue One: A Star Wars Story (Rogue One: Uma História Star Wars), escolhemos alguns detalhes que vocês possivelmente não sabiam a respeito da clássica franquia criada por George Lucas:

1 - Luke inicialmente possuiria o sobrenome Starkiller ao invés de Skywalker. Além disso, o primeiro filme da saga se chamaria “Adventures of the Starkkiller, Episode I: The Star Wars na segunda versão do roteiro do longa “Star Wars: Episódio IV: - Uma Nova Esperança”. O protagonista teve seu nome e personalidade definitivos enquanto a obra estava no processo de pré-produção. Antes de tudo ser devidamente definido, Lucas alterou diversas vezes o herói principal, chegando a alterar o gênero dele depois que o cineasta eliminou a Princesa Leia de uma das versões do roteiro. Foi cogitado até mesmo que o núcleo central fosse composto por anões. Luke Skywalker sendo um general de 60 anos e Han Solo alienígena também foram considerados por Lucas. Vale ressaltar que o termo “Starkiller” foi reaproveitado duas vezes na franquia, a primeira como o pseudônimo sith do protagonista Galen Marek (dublado por Samuel Witwer de Smallville que também dublou o vilão Darth Maul na série animada Star Wars: The Clone Wars) e a segunda como o nome da nova Estrela da Morte da Primeira Ordem que é equivalente ao Império.

2 - O icônico antagonista Darh Vader foi o primeiro personagem do gigantesco universo espacial que George Lucas criou. Ainda que  o vilão tenha aparecido por somente 12 minutos em Star Wars: Episódio IV, se fez necessário que três atores fossem utilizados para dar vida ao sith: James Earl Jones (sua voz recorrente), David Prowse (corpo) e Sebastian Shaw (rosto). Inicialmente, Lucas pretendia que Orson Welles ficasse responsável pela dublagem do vilão, mas acabou mudando de ideia pois imaginou que a voz do ator/diretor seria reconhecida facilmente pelo público. Ralph McQuarrie desenhou a armadura do personagem, que estava preocupado com a capacidade de locomoção e respiração do antagonista enquanto deslocava-se de sua nave até a da Princesa Leia (o motivo da utilização do traje é explicado apenas na sequência chamada “O Império Contra-Ataca”). Ben Burtt criou o característico som que Vader emite ao respirar, colocando um pequeno microfone do bocal de um respirador de mergulho e usou o som gravado de sua própria respiração utilizando o aparelho. 

3 - Segundo o primeiro roteiro escrito por Leigh para Star Wars V: O Império Contra-Ataca, a informação da irmã de Luke, que originalmente seria chamada de Nellith Skywalker, seria revelada pelo fantasma de Anakin Skywalker, ao invés de Obi-Wan, responsável por separar os gêmeos com o objetivo de os proteger de Vader, além de que Nellith também estaria sendo treinada para se tornar uma Jedi em outro local da galáxia para que, posteriormente, se juntasse ao irmão para enfim impedir os Sith. Tal conceito e a participação de Anakin foram deixados de lado na segunda versão do roteiro e acabaram sendo modificados por uma sequência na qual Yoda e Obi-Wan conversavam sobre a importância de haver outro aprendiz Jedi caso Luke acabasse fracassando. A cena também foi alterada, surgindo assim uma conversa mais ambígua na qual Yoda confirma a Obi-Wan que havia outra pessoa que poderia ser treinada por ele.

4 - O nome do clássico droide R2-D2 trata-se de uma sigla que na verdade significa “Reel 2, Dialog 2”. O código apareceu enquanto “Loucura de Verão” (1973) estava sendo pré-produzido, quando o editor de som solicitou a Lucas o R2-D2, ou Rolo#2 (Reel 2) do Segundo Diálogo (Dialog 2). O som da abreviação foi apreciado por Lucas que acabou anotando-a para utilizá-la futuramente. O pequeno droide possuía fala humana nas primeiras versões do roteiro. Ainda que seus diálogos tenham sido removidos, a maneira como C-3PO reagiu as conversas mantiveram-se na versão final.

5 - Negociações ocorreram para que David Cronenberg e David Lynch dirigisssem Star Wars VI: O Retorno de Jedi. Lynch comentou com estudantes que reuniu-se com Lucas para discutir essa possibilidade, mas o resultado aparentemente havia sido desastroso. 

6 - O termo “Ewok” jamais foi mencionado no longa, da mesma forma que os membros da tribo em momento algum foram chamados por seus nomes (Wicket, Paploo, etc.). A língua proferida pelos Ewoks foi inspirada no tibetano. Ben Burtt, o designer de som, inspirou-se num documentário da BBC sobre línguas tibetanas, nepalesas e calmucas, chegando até mesmo a entrevistar inúmeros tibetanos para o longa. A tribo também fala filipino (o dialeto Tegalog) e Kalmuck, língua falada pelas tribos nômades localizadas na região central da China. Os diálogos de Nien Nunb, o piloto de Lando Calrissian, que fala Haya, um dialeto da Tanzânia (um estudante intercambista teria gravado as falas) e dos Jawas, que proferem uma versão modificada e rápida de zulu, também foram inspiradas em outras línguas.

7 - A primeira versão da aparência de Boba Fett, o icônico caçador de recompensas, foi criada por Joe Johnston, que dirigiu Capitão América: O Primeiro Vingador. O visual foi melhorado por Ralph McQuarrie, mas as primeiras versões e testes de vídeos da clássica armadura foram assinadas por Johnston, que trabalhava com efeitos especiais durante aquela época. Inicialmente, Darth Vader foi pensado como um caçador de recompensas intergalático, porém depois que o antagonista tornou-se um jedi corrompido, Lucas planejou reutilizar o conceito inicial do vilão “bounty hunter” em Boba Fett. O cineasta também cojitou a possibilidade de mostrar na trilogia prelúdio que Vader e Fett na verdade eram irmãos, contudo acabou abandonando a ideia por achá-la clichê demais.  

8 - Denis Lawson, intérprete de Wedge Antiless, o único personagem secundário que sobreviveu aos três climáticos confrontos da trilogia clássica, Yavin, Hoth e Endor, é tio de Ewan McGregor, que interpretou Obi-Wan Kenobi nos prelúdios.

9 – Jeremy Bullock, que deu vida a Boba Fett, também interpretou o Tenente Sheckil, responsável pela captura de Leia enquanto a princesa tentava fugir em Bespin. Bulloch substituiu o ator selecionado inicialmente para interpretar o personagem. O ator também foi escalado como um piloto em Star Wars: Episódio III: - A Vingança dos Sith.

10 – Keira Knightley (Sabé) e Sofia Coppola (Saché) interpretaram duas das acompanhantes de Padmé (Natalie Portman) Em Star Wars: Episódio I: - A Ameaça Fantasma.

O elenco do próximo longa da franquia é composto por Felicity Jones (Jyn Erso), Diego Luna (Capitão Cassian Andor), Donnie Yen (Chirrut Imwe), Jiang Wen (Baze Malbus), Riz Ahmed (Bohdi Rook), Alan Tudyk (K 2SO), Mads Mikkelsen (Galen Erso), Ben Mendelsohn (Diretor Orson Krennic) e Forest Whitaker (Saw Gerrera)

O novo filme da saga chega aos cinemas em 15 de dezembro de 2016 sendo dirigido por Gareth Edwards (Godzilla).