Grêmio Esportivo Brasil
Grêmio Esportivo Brasil
Football Team
Soccer

Grêmio Esportivo Brasil

1911 Pelotas, Rio Grande do Sul


Muita gente se engana quando pensa que o nome Brasil de Pelotas é oficial. Esse é o apelido, a forma popular, de se referir ao Grêmio Esportivo Brasil, da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul. A agremiação esportiva gaúcha foi fundada na data de 7 de setembro de 1911. Porém, tudo começou no início do século XX, ainda no antigo Sport Club Cruzeiro do Sul, que era dirigido por alguns funcionários da extinta Cervejaria Haertel, em Pelotas. Mesmo com o âmbito social, nem todos os administradores do clube conviviam em harmonia, logo uma discussão causou a separação do grupo e, mais tarde, deu origem ao Rubro-Negro Xavante.

Origem

O Grêmio Esportivo Brasil nasceu em 7 de setembro de 1911 após a separação do grupo administrativo do Sport Club Cruzeiro do Sul. O primeiro capítulo ad história rubro-negra aconteceu na sede do próprio Cruzeiro do Sul, que ficava ao lado da fábrica de Pelotas. Tal dia, enquanto alguns colaboradores colocavam uma cerca ao redor do campo, os atletas apareceram para treinar normalmente. Automaticamente o time foi convocado a cooperar com a obra e adiar o treinamento. No entanto, o pedido imposto não agradou aos jogadores, que, frustrados, deram meia-volta e voltaram a suas casas. Dois daqueles atletas, que pertenciam ao elenco do Cruzeiro do Sul e foram praticamente obrigados a abandonar o treino, saíram juntos até um terreno no centro da cidade para discutir a ideia de criar uma nova equipe de futebol, de si própria. Os dois rebeldes eram Breno Corrêa da Silva e Salustiano Brito, e, por ironia do destino o terreno onde eles pararam para conversar ficava bem próximo do local que hoje todo mundo conhece por Baixada, onde fica o estádio Bento Freitas.

Imediatamente após aquela conversa, Breno e Salustiano marcaram uma reunião para a fundação do novo clube. O encontro aconteceu na casa do pai de Salustiano, no prédio número 56 da Rua Santa Cruz (centro de Pelotas). Passadas algumas assembleias, foi formada a primeira diretoria com Dario Feijó, presidente; Silvio Corrêa da Silva, vice-presidente; Walter Pereira, 1º secretário; Raymundo do Rego, tesoureiro; Breno Corrêa, adjunto; e os diretores Manoel Joaquim Machado, Ulysses Carneiro, Manoel de Souza, Nicolau Nunes, Paulo Castro e Mário Reis. Então, no dia 7 de setembro de 1911, dia da independência do país Brasil, estava decretada a criação do Grêmio Sportivo Brasil. Sim, com ‘S’ mesmo, como se grafava na época.

Os primeiros passos

O primeiro jogo oficial do Grêmio Sportivo Brasil foi um amistoso contra o Sete de Setembro, também de Pelotas. O placar terminou empatado em 2 a 2, com dois gols de Diogo Rodrigues para o rubro-negro. A partida foi jogada em ‘campo aberto’, sem muros, no bairro da Fragata, ainda em 1911, que naquele tempo, aliás, ainda nem sonhava em ter um estádio por ali. Um ano depois, em 1912, veio a primeira vitória: 2 a 0 em cima do Tiradentes, outra agremiação da cidade de Pelotas, também em confronto amistoso.

A partir de 1913, Grêmio Sportivo Brasil ingressou em partidas oficiais pela primeira vez, entrando no Campeonato Citadino de Pelotas. Sem experiência no torneio, o time acabou ficando em último lugar na competição. Porém, a Liga Pelotense de Futebol (LPF) reconheceu o esforço dos atletas e agraciou ao Brasil um Troféu Estímulo’, concedido pela dedicação e pela raça da equipe dentro de campo.

Na edição seguinte do mesmo torneio, os mesmos jogadores já colocaram o clube na terceira colocação geral. Em seguida, dois vice-campeonatos, e logo em 1917 a conquista do primeiro título de campeão da cidade de Pelotas, fortalecido pela conquista de forma invicta. Era a maior façanha que o Brasil poderia almejar ao contexto daquela época, até porque ainda não existiam competições maiores ou mais abrangentes. compatíveis com o Brasil. Apenas em 1919, quando o rubro-negro já era tri-campeão Citadino, surgiu o então novo desafio: o primeiro Campeonato Gaúcho da história.

"É justo o júbilo dos pelotenses; é justa a victória do Grêmio Sportivo Brasil"

Embalado pelos triunfos recentes, o Brasil encarou 16 horas de viagem num navio a vapor — partindo de Pelotas rumando a Porto Alegre — a fim de disputar a grande decisão com o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. A partida aconteceu no dia 9 de novembro daquele ano de 1919. O Brasil estava assim escalado: Frank; Nunes e Ari Xavier; Floriano, Pedro e Babá; Farias, Ignácio, Proença, Alberto e Alvariza. A agremiação pelotense superou o favoritismo do clube da capital do estado e aplicou uma goleada de 5 a 1 em cima do Grêmio. Fazendo do Brasil de Pelotas o primeiro campeão gaúcho de todos os tempos.

Um dos registros mais ingênuos da grande conquista rubro-negra é a reportagem do jornal Correio do Povo, do dia 11 de novembro de 1919. O texto, muito crônico e carregado de peculiaridades da época, começa assim:

“Como era esperado, alcançou o mais franco sucesso o match jogado na tarde de ante-ontem no Ground do Moinhos de Vento, para a disputa do Campeonato Estadual. Concorreram a essa prova as equipes do Grêmio Sportivo Brasil, Campeão da Liga Pelotense e o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, Campeão da Associação Portoalegrense de Desportos. Pela primeira vez foi disputado o Campeonato Estadual, sob os auspícios da Federação Riograndense de Desportos e o honroso titulo de Campeão coube a equipe do foot-ball pelotense”.

A taça do Gauchão de 1919, o primeiro da história (Foto: Reprodução / GEB)
A taça do Gauchão de 1919, o primeiro da história (Foto: Reprodução / GEB)

Na sequência da crônica do jogo, o jornal da capital lamenta o fato do Grêmio não ter levado a vitória do confronto, mas reconhece a superioridade do time de Pelotas:

“O foot-ball pelotense teve uma exellente representação, superior ainda ao que se esperava. Os onze jogadores do Grêmio Sportivo Brasil, não descuidaram um momento para vencer o seu adversario, fazendo todo o possivel para se sair honrosamente. A sua victória, não sofre a mínima contestação, representando ella o esforço da inteligência dos onze hábeis players. A sua actuação deixou a melhor impressão e os aplausos que receberam, durante o match, foram uma prova evidente de que souberam jogar com muita tactica e vencer como se deve. (…) É justo o júbilo dos pelotenses; é justa a victória do Grêmio Sportivo Brasil, e tanto mais digno de apreço, porque ela foi conquistada com players patricios, que aprenderam a jogar, e se fizeram fortes, exclusivamente nos grounds de Pelotas”.

O título de 1919 também rendeu ao clube xavante o convite para o que muitos historiadores chamam de "O Primeiro Campeonato Brasileiro" do país. Em 1920 a Confederação Brasileira de Desportos (CBD – atual CBF) organizou um torneio entre grande parte dos campeões estaduais para observar possíveis integrantes da Seleção Brasileira, visando a participação dos Jogos Olímpicos e do Campeonato Sul-Americano. A competição aconteceu no Rio de Janeiro, e, além do campeão gaúcho, contou com a participação do Fluminense (campeão carioca) e do Paulistano (campeão paulista), que ficou com o troféu.

//