CS:GO: Jogadoras de elite se unem para "caçar" assediadores online

Iniciativa visa acabar com jogadores tóxicos, vencendo-os dentro das partidas

CS:GO: Jogadoras de elite se unem para "caçar" assediadores online
(Foto: Divulgação/Bully Hunters)

Mais de 21 milhões de mulheres já sofreram algum tipo de assédio e ofensas em partidas de jogos online. Para mudar este cenário, elas estão aumentando a quantidade de projetos que buscam conscientizar a comunidade gamer a fim de combater tal comportamento. Dentre outras campanhas, como #MyGameMyName e Fair Play Alliance, ambas já citadas na VAVEL Brasil, a iniciativa da vez é da Bully Hunters.

Traduzindo, o nome do grupo seria algo tipo Caçadoras de Valentões ou Assediadores, que é um grupo de jogadoras de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) apoiadas por organizações e marcas como Diverse Gaming Coalition, SteelSeries e National Organization of Women. Essas marcas se uniram para lutar contra o assédio de uma forma única: conectando vítimas de assédio com jogadoras que querem ajudá-las para derrotar assediadores em jogo.

O esquadrão de jogadoras vigilantes optou por manter as identidades de suas integrantes anônimas. Porém, segundo o site PC Gamer, as Bully Hunters estão preparadas para possível retaliação e estão aplicando medidas de contingência. Um fato muito importante é que as jogadoras não vão incitar assédio ou abuso, pelo contrário, só vão se envolver com os assediadores através do jogo, os exterminando usando apenas suas habilidades gamers.

Grupo inclusive criou um evento no Facebook para chamar todos que estiverem interessados em assistir à caçada inaugural no CS:GO, que será transmitida ao vivo nesta quinta-feira (12), às 20h (horário de Brasília), pela Twitch.

Além disso, as Bully Hunters não perdem tempo e já estão cobrando que as empresas desenvolvedoras de jogos tomem ações e adotem política de tolerância zero para assédio e discriminações em seus games. Já pensando a longo prazo, elas querem fazer a iniciativa se consolidar e se expandir para outros jogos. Recrutar mais jogadoras para o time de caçadoras também está nos planos do grupo para um futuro próximo, por meio de um formulário em seu site oficial.