Retro eSports: Immortals (CS:GO)

Organização chegou ao top 5 no ranking da HLTV.org, foi vice campeã do mundo, mas por problemas internos se desfez durante o ano e tem futuro incerto

Retro eSports: Immortals (CS:GO)
Foto: HLTV.org

O ano de 2017 parecia complicado para a Immortals após a saída de João "Felps" Vasconcellos para a SK Gaming logo após o Major da Eleague. No lugar do ‘rushador’ Felps chegou o ‘clutcherLincoln "fnx" Lau, e junto dele, a vasta experiência adquirida no então melhor time do mundo de CS:GO.

Além da questão in game, fnx contribuiu bastante para que outras duas peças fundamentais se sobressaíssem logo após sua chegada: os gêmeos Lucas "LUCAS1" Teles e Henrique "HEN1" Teles. Com um bom desempenho pós-entrada de fnx, a Immortals saltou para a sétima posição do ranking da HLTV.org.

Foto: HLTV.org

Apesar do bom desempenho dentro do jogo, fnx sempre foi considerado por muitos um espécie de bomba relógio. Após três meses de sua chegada a nova organização, o player foi afastado pelo mesmo motivo pelo qual saiu da SK Gaming: problemas internos e falta de compromisso.

Um novo começo: sai fnx, entra KNg

Com uma vaga em aberto na equipe, a Immortals chamou o brasileiro Vito "KNg" Giuseppe para realizar um teste. Meses depois, foi divulgado que a ideia da organização era de contratar João "horvy" Horvath - que jogava no cenário português de Counter Strike - e não KNg.

Para a sorte da Immortals, KNg deu conta do recado e com ele a organização teve seu maior feito no cenário: o vice campeonato do Major da PGL. Após se classificarem em segundo no Minor da Cracóvia, a Immortals chegou ao Major como azarão e bateu na trave após perder para a Gambit (2-1) na final da competição.

Foto: HLTV.org

"Medo de quem irmão? Respeitamos o outro jogador, mas me diz que time tem reserva? Talvez no futuro. Agora não é a hora" - respondeu KNg à um fã no Twitter

Apesar do vice campeonato, o clima out game era ruim. A contratação de horvy para sexto player havia sido concretizada e o descontentamento de alguns players era notório - kngV e os gêmeos eram os principais. Na época, segundo o site da HLTV.org, os três haviam demonstrado o interesse em sair da Immortals por problemas classificados por eles como "muito ruins". 
 

A gota d'água, um W.O e a dissolução da line vice-campeã do mundo

Com problemas no visto, KNg não pôde viajar de imediato ao Canadá, onde a Immortals jogaria a DreamHack Montreal. O jogador só conseguiu chegar no dia da competição após longos dias de viagens para o Brasil e para os Estados Unidos em busca da documentação necessária.

Mesmo com as dificuldades, a Immortals parecia se fortalecer diante das adversidades e conseguiu chegar até a final contra a North. O curioso do caso é que no dia da final, KNg, Henrique e o coach Zakk não apareceram, resultando em um W.O e a derrota por 2-0 automática.

Foto: HLTV.org

Nas redes sociais e nos bastidores, havia o boato de que os jogadores tinham bebido mais do que deviam na noite anterior - algo que para Noah Whinston, CEO da Immortals, era inadmissível. No Facebook, KNg desmentiu a história.  Boatos ou não, a verdade é que após o episódio, os jogadores foram suspensos e o clima acabou de vez.

Com o clima hostil, kng, Lucas e Henrique pediram para sair da e Noah revelou que estava aberto para negociar a saída dos jogadores; mas apenas se outra organização pagasse o passe dos players, algo que só aconteceu no final desse ano, com a formação da estreante 100 Thieves.

Sem vaga no Major e sem line completa: a Immortals atualmente

Como se não bastasse perder três players, Felps, ex-Immortals, decidiu sair da SK Gaming e Boltz foi chamado para sua vaga. Steel, o último remanescente, foi contratado pela Team Liquid recentemente e jogará sob o comando do coach brasileiro Wilton "zews" Prado no próximo ano.

A Immortals ficou sem a vaga para o próximo Major - já que a vaga é dada para os jogadores - e sem seus players. Rafael "Zakk" Fernandes, o coach, também pediu desligamento da organização. 
Atualmente, a Immortals tem Bruno "shz" Martinelli, Caio "zqk" Fonseca, Lucas "destiny" Bullo e João "horvy" Horvath como players.