Desde 2011 nos Jets, defensive end Muhammad Wilkerson renova por cinco temporadas

Linha defensiva do time que é ponto forte da equipe continuará boa pelos próximos anos

Desde 2011 nos Jets, defensive end Muhammad Wilkerson renova por cinco temporadas
Foto: (Divulgação/New York Jets)

Perto do fim do prazo para renovar o contrato de jogadores com Franchise Tag o New York Jets anunciou nesta sexta feira (15) a renovação com o jogador de linha defensiva Muhammad Wilkerson que está no time desde 2011. Em março o time tinha usado a tag no jogador para mantê-lo por pelo menos uma temporada e era esperado que jogasse essa temporada no contrato da tag, que é uma média dos cinco melhores contratos da posição do jogador em questão. O contrato assinado é de cinco anos com 86 milhões de dólares sendo 54 milhões garantidos.

Wilkerson foi escolha de número 30 do draft de 2011 e só foi eleito ao pro bowl uma vez em 2015, mesmo assim tem números muitos bons para sua carreira com 301 tackles, 36,5 sacks, nove fumbles forçados e um safety marcado. É sem duvidas uns dos melhores da liga em sua posição e com os Jets possuindo vários jovens com potencial na linha defensiva só adiciona mais força para a equipe e ajudar na batalha contra os times da AFC East. O seu maior rival New England Patriots terá o desfalque de Tom Brady suspenso pela liga por quatro jogos no caso das bolas murchas que aconteceu em 2014.

Jets ano passado bateu na trave na hora de se classificar para os playoffs ficando de fora pelos critérios de desempate, mas para está nova temporada a equipe pode encontrar algumas dificuldades, já que seu quarteback Ryan Fitzpatrick não renovou contrato até o momento e está sem time, os candidatos para a vaga de titular agora são Geno Smith draftado em 2013 pelo time e Christian Hackenberg. A equipe de Nova York conseguiu manter as principais peças do elenco, a dupla de ataque Eric Decker e Brandon Marshall e uns dos melhores cornebacks da liga o Darrelle Revis. A única dor de cabeça para o treinador Todd Bowles é quem sera o lançador na semana 1 contra o Cincinnati Bengals.