Seahawks derrota Bills no fechamento da Semana 9 e abre vantagem na NFC Oeste

Jimmy Graham e Russell Wilson comandam e Seattle consegue vitória pra cima de Buffalo

Seahawks derrota Bills no fechamento da Semana 9 e abre vantagem na NFC Oeste
Foto: Otto Greule Jr/Getty Images
Seattle Seahawks
31 25
Buffalo Bills

O Seattle Seahawks venceu o Buffalo Bills por 31 a 25 no Monday Night Football da Semana 9 da NFL, disputado no CenturyLink Field nesta segunda-feira (7). Em confronto bem disputado, as duas franquias tiveram chance de sair com a vitória, mas no final, quem se deu melhor foram os Seahawks.

O destaque da partida foi o tight end Jimmy Graham. Em performance que lembrou seu excelente tempo no New Orleans Saints, Graham captalizou 103 jardas de recepção em oito passes recebidos, para dois touchdowns. Russell Wilson,  que batalhava com lesão no tornozelo, também foi bem. O QB angariou 282 jardas aéreas, completando excelente número de seus passes, 20 em 26 tentativas, lançando dois TDs

Na próxima semana, os Seahawks vão a Foxborough encarar o New England Patriots, partida que será o Sunday Nught Football da semana 10 da NFL. Os Bills folgam e só voltam à ação na semana 11. 

Em primeiro tempo dinâmico, Seattle sai em vantagem

O confronto começou nervoso. Os Seahawks até começaram com a posse de bola, mas não demorou muito para ela trocar de mão. Em um punt bloqueado, os Bills conseguiram uma ótima posição de campo, já na red zone. Tyrod Taylor não desperdiçou a chance e anotou uma corrida de três jardas para o primeiro touchdown do jogo.

Os donos da casa então responderam. Russell Wilson foi espetacular, completando passe de 50 jardas para Doug Baldwin, que deixou os Seahawks na boa para igualar a partida. E no TD, as mesmas três jardas terrestres, mas dessa vez para o outro lado. Russell Wilson anotou os seis pontos, que viraram sete, depois do extra point de Hauschka.

Depois de duas campanhas a jato, eis que veio um drive longo dos visitantes. Tyrod Taylor foi muito bem, alternando passes certeiros e boas corridas, além de contar com boa participação de seus running backs. Numa terceira para cinco, o QB da franquia do Estado de Nova Iorque achou Justin Hunter, que devolveu à liderança para Buffalo.

Russell Wilson não teve tanta paciência como Taylor. O quarterback de Seattle liderou seu ataque ao touchdown com mais big plays. Passe de 17 jardas para Tyler Lockett e um de 13 para Jimmy Graham fizeram grande parte do serviço. Mas foi o passe final que foi o mais bonito. Wilson achou Graham na end zone, que com apenas uma das mãos conseguiu o TD. Tudo igual de novo e grande jogo no estado de Washington.

Os Bills então retornaram à ofensiva. Mas, dessa vez, o resultado não foi um TD. Dan Carpenter anotou um field goal de 31 jardas. Depois dos três pontos anotados pelos Bills, os Seahawks tinham a chance de retomar a liderança com um touchdown. E assim o fizeram. Após mais uma boa campanha comandada por Russell Wilson, Christine Michael correu três jardas e entrou na end zone. Seahwks na frente.

Buffalo sofreu com penalidades no drive e acabou se contentando com o punt. Wilson voltou ao ataque e ai deu show. Ele e Jimmy Graham estavam inspirados, e mais uma vez a combinação entre os dois rendeu o touchdown para os donos da casa. E novamente de forma espetacular. Ainda mais marcado do que em seu primeiro TD, Graham, de novo, agarrou a bola oval com apenas uma das mãos. Seattle abria 28 a 17.

Antes do final do segundo quarto, Buffalo ainda teve a chance de anotar um field goal e diminuir a vantagem, mas, depois de muita confusão, Carpenter não conseguiu acerta o Y. Final do primeiro tempo no CenturyLink Field.

Seahawks administra e vence

Se no primeiro tempo a característica foram os vários pontos, no segundo a história foi outra.

No terceiro período nenhuma equipe conseguiu pontuar, com Buffalo sendo a que chegou mais perto. Tyrod Taylor até avançou ao seu campo de ataque, mas quando se aproximava da end zone, lançou um passe ruim, e acabou interceptado por Richard Sherman.

No último quarto da partida, os Bills iniciaram com tudo, anotando um touchdown logo cedo. Michael Gillislee completou campanha rápida e adentrou a end zone. Na conversão de dois pontos, Taylor correu para deixar a diferença no placar em apenas três pontos. 28 a 25 Seahawks.

Depois do drive de sucesso dos visitantes, Wilson voltou ao comando para tentar anotar mais um touchdown e aumentar a liderança para ter mais tranquilidade. No entanto, os donos da casa tiveram de se contentar com um field goal de 49 jardas de Steven Hauschka. Diferença de seis pontos.

Os Bills tinham a chance de vencer o embate com um TD e extra point, mas foi aí que apareceu a defesa de Seattle. Bobby Wagner e Cliff Avril retiraram qualquer esperança da franquia do estado de Nova Iorque, decretando assim a vitória de Seattle por 31 a 25.