Panthers vence Saints com ataque eficiente, mas segue longe dos playoffs

Cam Newton fez o necessário para dar a quarta vitória em 2016; Saints segue sem impressionar e volta a ser derrotado

Panthers vence Saints com ataque eficiente, mas segue longe dos playoffs
Foto: Mike Comer/Getty Images
Carolina Panthers
23 20
New Orleans Saints

Abrindo a semana 11 da NFL nesta quinta-feira (17), dois times rivais de divisão que se encontram em situações semelhantes. De um lado, o Carolina Panthers, que vinha de derrota e precisava vencer para respirar na competição. Do outro, Drews Bress liderava o New Orleans Saints para tentar melhorar sua posição em 2016. Ao fim dos 60 minutos, os Panthers venceram no Bank of America Stadium por 23 a 20.

Apesar do resultado, o sinal para os comandados de Ron Rivera segue no amarelo. O ataque do time deixou a desejar na segunda etapa e, sem pontuar, permitiu aproximação do adversário, que chegou a estar perdendo por 14 pontos no último quarto da partida.

Mesmo com a vitória, Carolina segue em último lugar na divisão sul da NFC, com quatro vitória e seis derrotas. Mesmo número dos Saints, porém, o time de New Orleans fica na frente do rival por conta de sua campanha dentro da divisão, o time tem duas derrotas e uma vitória apenas, já o time de Ron Rivera tem três derrotas contra os rivais.

Os dois times voltam para a semana 12 no domingo seguinte (27). às 16h em casa, os Saints receberão o Los Angeles Rams. Já o Panthers vai até a costa oeste enfrentar o Oakland Raiders, às 19h30 no horário de Brasília.

Panthers faz vantagem no primeiro tempo

Logo na primeira posse de bola, os Saints tiveram um turnover. drew Bress sofreu sack e perdeu a bola. Porém, o Panthers ficou apenas no field goal, acertado por Graham Gano. O Saints empatou logo em seguida com chute de Will Lutz. Drew Bress, na posse seguinte, foi interceptado pelo safety Kurt Coleman.

Os Panthers tentaram chegar com Cam Newton e Greg Olsen inspirados, que obtveram conexões importantes, a melhor delas quando o time se posicionou na linha de uma jarda. Após o snap, o running back Jonathan Stewart correu para endzone marcando o primeiro touchdown do jogo.

Os Saints não conseguiam chegar no ataque por cima nem no jogo terrestre. O Panthers não era tão efetivo também, mas era mais prolífico. Gano apareceu outra vez, agora com chute 49 jardas e abrindo 13 a 3.

Quando o time de New Orleans ia para mais uma pontuação, o chute do kicker foi bloqueado. Luke Kuechly correu para a endzone e anotou o touchdown após recuperar a bola, mas foi anulado por conta de uma falta de bloqueio ilegal. Mesmo assim, o time não se abalou. Nos segundos finais, Cam Newton conectou big play para Ted Ginn Jr., que agarrou a bola no limite e fez seu primeiro TD em 2016, fechando o primeiro tempo com 17 pontos de vantagem (20 a 3).

Saints reagiu e ficou próximo de vencer, mas a vitória ficou com Carolina

Carolina, bem na frente do placar, voltou com a posse de bola no ataque. Tempo suficiente para pontuar mais uma vez através de field goal, convertido com sucesso por Gano, agora de 42 jardas. Os Saints, na busca de uma reação rápida, ficaram no ataque por bastante tempo mas não converteram o tempo de posse em outro chute de campo de 30 jardas. Lutz converteu e diminuiu para 23 a 6 o placar.

Drew Bress precisava aparecer caso o sainta quisesse vencer o jogo. Na redzone, o camisa 9 achou Brandon Coleman na endzone, que mesmo marcado fez o encaixe da bola. A diferença no jogo agora era em dez pontos a favor dos donos da casa.

Com ataque do rival sem inspiração, New Orleans ainda sonhava com uma possível virada faltando cinco minutos para o fim do jogo. Apesar de contar com um quarterback capaz de liderar o time para a vitória, o jogo terrestre começou a produzir em favor de seu time. O tight end Coby Fleener recebeu passe preciso e anotou o segundo touchdown do seu time. O marcador agora estava em 23 a 20.

No buraco, Carolina precisava melhorar seu ataque para não devolver a bola. Em uma terceira descida longa, Newton conectou passe para recepção de Kelvin Benjamin, que conseguiu uma descida automática e garantiu mais tempo no ataque. Porém, o time nçao mais avançou.

Drew Bresse teve a chance da virada, mas apenas 15 segundos no relógio. O quarterback levou o time para avançar mais 22 jardas dentro desse tempo. Com dois segundos para o fim, os Saints não ficaram perto da endzone, sacramentando o placar em 23 a 20.

Confira os jogos da semana 11 da NFL:

Domingo (20)

16h
Dallas Cowboys x Baltimore Ravens
Cleveland Browns x Pittsburgh Steelers
Detroit Lions x Jacksonville Jaguars
Cincinatti Bengals x Buffalo Bills
New York Giants x Chicago Bears
Indianapolis Colts x Tennessee Titans
Minnessota Vikings x Arizona Cardinals
Kansas City Chiefs x Tampa Bay Buccaneers

19h30
Seattle Seahawks x Philadelphia Eagles
San Francisco 49ers x New England Patriots
Los Angeles Rams x Miami Dolphins

23h30
Washington Redskins x Green Bay Packers

Segunda-feira (21)

23h30
Oakland Raiders x Houston Texans