Playoffs NFL: Brees e calouros sensações têm missão de levar Saints ao sucesso

Após quatro anos, equipe de New Orleans retorna à pós-temporada com boas expectativas

Playoffs NFL: Brees e calouros sensações têm missão de levar Saints ao sucesso
Brees e Kamara terão de funcionar | Foto: Brian Blanco/Getty Images

Um dos times que sempre dá muito o que falar é o New Orleans Saints. Liderado por um dos melhores QBs da história do jogo em Drew Brees, a equipe da Louisiana está de volta à pós-temporada após quatro anos ausente, sendo campeã da NFC Sul e mostrando um equilíbrio que havia perdido nas últimas temporadas.

A equipe começou mal a temporada, perdendo os dois primeiros jogos, mas para duas equipes que terminaram a temporada regular com grandes campanhas e folga na primeira rodada dos playoffsMinnesota Vikings e New England Patriots. Ou seja, foram duas derrotas "entendíveis" e que não abalou a equipe, muito pelo contrário.

Depois daquele início, os purple and gold engataram incríveis oito vitórias seguidas. Depois disso, alguns altos e baixos, mas o título da divisão e vaga na pós-temporada foi confirmada e mostrou que a equipe veio com tudo para a atual temporada, conseguindo achar um equilíbrio perdido nas últimas temporadas.

Brees está de volta aos playoffs após quatro anos | Foto: Joe Robbins/Getty Images
Brees está de volta aos playoffs após quatro anos | Foto: Joe Robbins/Getty Images

Os Saints sempre foram conhecidos por terem ataques fortíssimos, bem versáteis e liderados por um QB experiente e que sabe jogar o jogo. Isso, sem sombra de dúvidas, se manteve para a temporada, tanto que a equipe foi a segunda em mais jardas por jogo (391,2), atrás apenas do New England Patriots.

A grande força ofensiva sempre foi o ataque, e continua sendo, de certo modo, mas a dupla de running backs dos Saints merece muito destaque. A mistura de experiência e juventude da dupla Mark Ingram e do calouro Alvin Kamara foi algo que deu muito certo, com o primeiro sendo o quinto corredor com mais jardas na temporada (1,124). Além disso, ambos são boas armas como recebedores, auxiliando bastante Brees.

Ingram e Kamara foram uma grande dupla na temporada regular | Foto: Chris Graythen/Getty Images
Ingram e Kamara foram uma grande dupla na temporada regular | Foto: Chris Graythen/Getty Images

O equilíbrio e versatilidade foi visível nesse ataque. O New Orleans Saints foi a única equipe que conseguiu terminar no top 5 de jardas aéreas (261,8) e terrestres (129,4) por jogo na temporada regular. Isso deve-se muito ao trabalho excelente de Brees, Ingram, Kamara e, também, de Michael Thomas, principal alvo aéreo da equipe.

Porém, como já dito, não foi só o ataque que funcionou para os Saints em 2017. Mesmo não sendo uma defesa sequer top 15 durante a temporada regular, a equipe de New Orleans conseguiu manter uma certa regularidade defensiva, principalmente nos jogos maiores. 

O grande pilar da defesa foi o defensive end Cameron Jordan, que foi o quarto na liga em sacks, com 13, além de ter uma interceptação retornada para touchdown. Além de Jordan, mais um calouro foi importantíssimo para a campanha dos Saints. Trata-se do cornerback Marshon Lattimore, que liderou a equipe em interceptações (5), além de ter sido um dos melhores do quesito na liga inteira. Foi um dos destaques defensivos entre calouros na temporada.

Calouro, Lattimore é um dos grandes destaques do time | Foto: Jonathan Bachman/Getty Images
Calouro, Lattimore é um dos grandes destaques do time | Foto: Jonathan Bachman/Getty Images

Além deles, outro nome a ser destacado é do safety Marcus Williams, também calouro, que também foi importantíssimo para a manutenção da defesa, tendo quatro interceptações e 59 tackles, mais um acerto no Draft da equipe da Louisiana.

O grande questionamento é se a equipe continuará mantendo essa consistência na pós-temporada. As contusões de Kenny VaccaroJohn Kuhn Coby Fleener foram prejudiciais para a equipe, mas os Saints conseguiram retornar bem esses problemas durante a temporada regular.

Drew Brees e os calouros de uma maneira geral, além dos outros destaques mais experientes, serão importantíssimos para uma boa participação da equipe de New Orleans nos playoffs. Os Saints duelam pelo jogo de Wild Card no próximo domingo, quando fecham a primeira rodada da pós-temporada contra o Carolina Panthers, rival de divisão, às 19h40 (de Brasília), em New Orleans.