Guia VAVEL da NFL: Divisional Round é penúltimo passo antes do Super Bowl LII

Especialistas opinam sobre as "semifinais" de cada conferência rumo ao jogo mais importante da liga

Guia VAVEL da NFL: Divisional Round é penúltimo passo antes do Super Bowl LII
O troféu Vince Lombardi é o desejo de todas as equipes que chegam aos playoffs (Foto: Andy Lyons/Getty Images)

Restam apenas oito times nos playoffs da NFL e o caminho para o Super Bowl LII parece cada vez mais curto. Neste fim de semana (13 e 14), é a vez de as equipes que terminaram como líderes e vice-líderes de suas conferências se juntarem aos vencedores do confrontos de Wild Card e medirem forças rumo às finais de conferência, última etapa antes da disputa do título.

A VAVEL Brasil buscou, assim como na rodada anterior, a opinião de jornalistas que acompanham a liga a respeito das partidas e das principais histórias que vêm surgindo entre Philadelphia Eagles, Minnesota Vikings, New Orleans Saints, Atlanta Falcons, New England Patriots, Pittsburgh Steelers, Jacksonville Jaguars e Tennessee Titans.

O que esperar de Eagles vs Falcons? Quem vence?

Gabriel Menezes, setorista de NFL da VAVEL Brasil: "Jogo muito difícil para os Eagles. Nick Foles vai ter de jogar muito melhor e lembrar o que fez em 2013, sua melhor temporada, para conseguir levar a equipe da Philadelphia mais adiante. Para os Falcons, a chave é jogar de forma segura no ataque, evitando erros ante a forte defesa adversária, e pressionar Foles, que tem números muito fracos sob pressão, desde que assumiu a titularidade no lugar de Carson Wentz. Aposto em vitória dos Falcons."

+ Atlanta Falcons precisa se superar jogando longe de casa

Sebas Neto, criador do Madden In Brasil (@Madden_In_Brasi): "Os Falcons são favoritos com bastante margem para esse jogo. Mesmo com a regressão de Matt Ryan e do ataque dos Falcons em geral, a diferença entre os QBs titulares nessa partida é muito grande para ser ignorada."

Matt Ryan e Julio Jones formam dupla letal pelo ar (Foto: Icon Sportswire via Getty Images)
Matt Ryan e Julio Jones formam dupla letal pelo ar (Foto: Icon Sportswire via Getty Images)

Vitor Camargo, editor do TMWarning (@tmwarning): "Os Falcons têm nas mãos uma grande incógnita, que é como vai jogar o quarterback Nick Foles, substituindo o lesionado Carson Wentz. Se Foles conseguir manter o ataque funcionando e não cometer erros, o conjunto mais completo dos Eagles pode prevalecer, mas os Falcons têm um bom ataque e vão tentar transformar isso num duelo de pontos. Se acontecer, os Falcons levam a vaga para a Final da NFC."

Matheus Ribeiro, editor do The Fraternity (@TheFraternityBR): "Atlanta vem com moral após bater o melhor ataque da liga fora de casa, então tem uma vantagem no aspecto psicológico – subir de desempenho no momento certo é essencial na NFL – e também por ter um time mais inteiro, já que os Eagles não poderão contar com Carson Wentz. A defesa de Philly é ótima, mas não conseguirá segurar o jogo inteiro. Falcons levam."

A defesa dos Eagles pode compensar a queda de qualidade na posição de QB?

Gabriel Menezes, setorista de NFL da VAVEL Brasil: "É difícil, mas dizem por aí que 'defesas ganham campeonatos' e é exatamente disso que os Eagles precisam. A linha defensiva com Graham, Cox, Jernigan, Curry e Barnett/Long vai ser mais importante do que nunca e, na secundária, Darby e Jenkins vão precisar estar em sua melhor forma. Nigel Bradham será importantíssimo para comandar um grupo de linebackers que também perdeu um membro importante (Jordan Hicks). Se a defesa forçar turnovers e limitar touchdowns, existe uma boa chance de Philadelphia ter mais tranquilidade no ataque, correr com a bola e ser mais bem-sucedido."

+ Com Nick Foles, Philadelphia Eagles tentará primeiro anel de Super Bowl

Sebas Neto, criador do Madden In Brasil (@Madden_In_Brasi): "Para os Eagles terem alguma chance nesse jogo, a excelente defesa do time vai ter que aparecer. O jogo corrido tem que voltar a ser um ponto forte da equipe e Foles tem que cuidar da bola. Vale frisar que o ataque dos Falcons não vem sendo a máquina de pontuar que foi em 2016. Se a defesa dos Eagles garantir que essa tendência permaneça e o jogo corrido permitir que o tempo de posse seja equilibrado, talvez o jogo complique para os Falcons. No final das contas, o jogo vai ser sobre isso: Atlanta tendo que assumir o controle da partida ao invés de se complicar."

Brandon Graham (esq.) e Fletcher Cox (dir.) são dois pilares defensivos dos Eagles (Foto: Icon Sportswire via Getty Images)
Brandon Graham (esq.) e Fletcher Cox (dir.) são dois pilares defensivos dos Eagles (Foto: Icon Sportswire via Getty Images)

Vitor Camargo, editor do TMWarning (@tmwarning): "Os Eagles tiveram a quinta melhor defesa da temporada, e a estratégia do time sem dúvida se concentrará em aproveitar sua defesa para conseguir boas posições de campo, manter o placar baixo, e fazer assim com que Nick Foles seja forçado a passar o mínimo possível. Mas os Falcons são um time veterano que está embalado, e vai ser mais difícil na prática que na teoria."

Matheus Ribeiro, editor do The Fraternity (@TheFraternityBR): "A defesa dos Eagles foi excelente em 2017 e pode ajudar bastante a tirar a pressão de Nick Foles, mas o ataque também tem que fazer isso. Tentar estabelecer um jogo corrido mais eficiente, comendo relógio para deixar o ataque dos Falcons fora do campo e facilitando a vida de Foles, seria melhor ainda."

O que esperar de Titans x Patriots? Quem vence?

Gabriel Menezes, setorista de NFL da VAVEL Brasil: "Espero vitória fácil dos Patriots. A única chance de que isso não aconteça é mais um excelente jogo de Derrick Henry, já que New England teve problemas para conter o jogo corrido de seus adversários durante a temporada, e uma atuação mais prolífica de Mariota, como no segundo tempo do Wild Card. Ainda assim, não há como não apostar em triunfo de Brady e Belichick."

+ Tennessee Titans precisa superar inconstância e ausência de DeMarco Murray

Sebas Neto, criador do Madden In Brasil (@Madden_In_Brasi): "Acho que esse pode ser o jogo com mais favoritismo de um time nessa rodada. O ataque dos Titans caiu bastante de produção na redzone em 2017, enquanto o que salvou a defesa dos Patriots foi justamente sua defesa nas últimas 20 jardas do campo e esse é um duelo muito importante. É quase impossível vencer NE em Foxborough com FG's e esse matchup não é muito animador para os Titans. Além disso, não gosto muito do esquema pesado de zone blitz dos Titans quando você tem que enfrentar Bradin Cooks como deep threat e Gronkowski trabalhando o meio do campo. Patriots vencem."

Derrick Henry teve excelente atuação contra os Chiefs e precisa voar novamente se os Titans quiserem avançar à final da AFC (Foto: Icon Sportswire via Getty Images)
Derrick Henry teve excelente atuação contra os Chiefs e precisa voar novamente se os Titans quiserem avançar à final da AFC (Foto: Icon Sportswire via Getty Images)

Vitor Camargo, editor do TMWarning (@tmwarning): "É impossível ter 100% de certeza em qualquer resultado no mundo dos esportes, e jogo único tudo pode acontecer. Mas é bem difícil enxergar qualquer cenário que não seja uma vitória fácil dos Patriots, dada a diferença de qualidade e experiência de ambas as equipes. Coisas mais estranhas já aconteceram, mas acho que não vai ser dessa vez."

Matheus Ribeiro, editor do The Fraternity (@TheFraternityBR): "É bem difícil acreditar que os Titans possam dificultar de verdade a vida dos Patriots. A equipe de Tennessee só conseguiu a virada contra os Chiefs porque o time de KC perdeu seu principal alvo aéreo, Travis Kelce, e Marcus Mariota e Derrick Henry resolveram salvar o emprego do técnico Mike Mularkey. Patriots vencem."

Os Patriots podem ser abalados pelo texto da ESPN?

Gabriel Menezes, setorista de NFL da VAVEL Brasil: "Não agora. Caso as denúncias sejam confirmadas e os problemas de vestiário sejam realmente profundos da maneira como foram apresentados, isso certamente afetará o time mais à frente, mas não nessa pós-temporada."

+ Os Patriots podem superar as denúncias de um 'racha' nos vestiários por mais um anel?

Sebas Neto, criador do Madden In Brasil (@Madden_In_Brasi): "Eu ficaria muito surpreso se os Patriots chegassem abalados de alguma forma para esse jogo. Existem problemas envolvendo o futuro da equipe? Claro que sim, apesar de não sabermos precisamente a extensão e gravidade da situação. Mas na minha opinião os Patriots são perfeitamente capazes de deixar esse problema pra ser resolvido após a temporada, de modo que o desempenho em campo não seja afetado."

Kraft, Belichick e Brady: trio pode estar em sua última temporada lado a lado (Foto: Maddie Meyer/Getty Images)
Kraft, Belichick e Brady: trio pode estar em sua última temporada lado a lado (Foto: Maddie Meyer/Getty Images)

Vitor Camargo, editor do TMWarning (@tmwarning): "Duvido. Esse é experiente e calejado e já passou por todo tipo de situação dentro e fora de campo, se destacando pela frieza em momentos de adversidade. A denúncia sendo real ou não, essa divulgação na imprensa é capaz de dar ainda mais motivação para os atuais campeões."

Matheus Ribeiro, editor do The Fraternity (@TheFraternityBR): "Acho que não. Os Patriots são especialistas em trazer qualquer coisa ruim de fora em transformar em motivação para o time, então acredito que veremos uma equipe ainda mais motivada e querendo mostrar serviço em campo."

O que esperar de Saints vs Vikings? Quem vence?

Gabriel Menezes, setorista de NFL da VAVEL Brasil: "Particularmente, gosto muito desse time dos Saints. Brees é um espetáculo como quarterback e os jovens Kamara, Lattimore e Michael Thomas encantam. O confronto promete ser de altíssimo nível, já que Minnesota tem, na minha opinião, a melhor defesa da liga, e um ataque excelente, com Case Keenum e seus recebedores voando. Difícil apostar num vencedor, mas eu iria de Vikings. Pra mim, os favoritos a vencer a NFC."

+ Vikings podem fazer história e ser o primeiro time a jogar o Super Bowl em casa

Sebas Neto, criador do Madden In Brasil (@Madden_In_Brasi): "Certamente esse deve ser o melhor jogo do divisional. Os Vikings deram uma arrumada na sua linha ofensiva e consequentemente o ataque como um todo evoluiu. A defesa liderada pelo subestimado Harrison Smith segue em alto nível. Do outro lado, os Saints de Drew Brees segue com um dos ataques mais prolíficos da liga, mas a novidade esse ano foi o crescimento da defesa, antes uma das piores da NFL. É muito talento envolvido! No final das contas eu fico com os Saints para esse jogo. Por mais eficiente que Case Keenum seja nessa temporada, ainda prefiro ficar do lado de Drew Brees, um futuro membro do Hall da Fama, atuando ainda em alto nível."

Brees leva larga vantagem sobre Case Keenum no duelo de QBs entre Saints e Vikings (Foto: Chris Graythen/Getty Images)
Brees leva larga vantagem sobre Case Keenum no duelo de QBs entre Saints e Vikings (Foto: Chris Graythen/Getty Images)

Vitor Camargo, editor do TMWarning (@tmwarning): "O melhor jogo da rodada, pelo menos no papel. Brees e o ataque do Saints merecem respeito, mas Vikings tem o time mais completo da NFL, e se Case Keenum conseguir mostrar o que mostrou o ano todo, é o favorito no papel para esse jogo e talvez o resto dos playoffs - especialmente por ser o time que pode jogar o resto da pós temporada, inclusive o Super Bowl, no seu próprio estádio."

Matheus Ribeiro, editor do The Fraternity (@TheFraternityBR): "Com certeza será um jogo melhor do que o que vimos na primeira semana. Isso porque a defesa dos Saints melhorou desde então com a ascensão do novato Marshon Lattimore e o ataque foi bem comandado por Mark Ingram e o também novato Alvin Kamara, tirando o peso das costas de Drew Brees. Do outro lado, Minnesota continua com uma defesa fantástica e colocando Case Keenum em posições tranquilas para ter sucesso. Acredito em um jogo equilibrado, mas com uma pequena vantagem para os Saints."

Defesa dos Vikings vs Ataque dos Saints, quem sai na frente?

Gabriel Menezes, setorista de NFL da VAVEL Brasil: "Em condições normais de temperatura e pressão, eu diria que a defesa dos Vikes sai na frente. No entanto, se Keenum não conseguir permanecer em campo por muito tempo, o ataque de New Orleans, com diversas armas, pode acabar prevalecendo."

+ Brees e calouros sensação têm missão de levar Saints ao sucesso

Sebas Neto, criador do Madden In Brasil (@Madden_In_Brasi): "Um dos grandes duelos desses playoffs, sem dúvida alguma. Eu acredito que a defesa dos Vikings seja capaz de tirar o ataque dos Saints de sua zona de conforte, especialmente o jogo corrido de New Orleans que vem decaindo nas últimas semanas. A questão aqui é o quanto a defesa dos Vikings vai precisar aparecer e isso depende diretamente do quanto Case Keenum é confiável em um jogo de pós-temporada. Como já disse antes, sou mais Drew Brees."

Harrison Smith (22) e Xavier Rhodes (29) formam uma dupla excelente na secundária dos Vikings (Foto: Hannah Foslien/Getty Images)
Harrison Smith (22) e Xavier Rhodes (29) formam uma dupla excelente na secundária dos Vikings (Foto: Hannah Foslien/Getty Images)

Vitor Camargo, editor do TMWarning (@tmwarning): "É difícil imaginar a defesa do Vikings completamente parando o ataque do Saints, mas Minnesota foi o melhor time da NFL defendendo o passe para os RBs, que é a especialidade do ataque do Saints, e se o Vikings conseguir minimizar essa arma importantíssima de New Orleans já é meio caminho andado para uma vitória."

Matheus Ribeiro, editor do The Fraternity (@TheFraternityBR): "Acredito que neste caso, o ataque leve um pouco de vantagem pelo fato de que tem diferentes formas de bater um oponente. Durante a temporada regular, Kamara e Ingram foram a principal rota dos Saints para ganhar jogos. Mas no primeiro jogo dos playoffs, quando os Panthers finalmente conseguiram parar a dupla de running backs, Drew Brees chamou a responsa e colocou pontos no placar."

O que esperar de Steelers vs Jaguars? Quem vence?

Gabriel Menezes, setorista de NFL da VAVEL Brasil: "Vitória dos Steelers. Não vejo Blake Bortles comandando uma vitória sobre Pittsburgh fora de casa, apesar de os Jaguars terem uma espetacular defesa. Brown, Bell, Big Ben - se redimindo da atuação vergonhosa durante a temporada regular - e JuJu sairão vitoriosos do Heinz Field."

+ Donos de uma grande defesa, Jaguars podem ir longe com um QB inconsistente?

Sebas Neto, criador do Madden In Brasil (@Madden_In_Brasi): "Assim como o duelo entre a defesa dos Vikings e o ataque dos Saints, o confronto entre o ataque dos Steelers e a defesa dos Jaguars é algo pra acompanhar de perto. São duas das melhores unidades em toda liga considerando os dois lados da bola. Mas não tem como apostar contra Pittsburgh. Vejo os Steelers com poder de fogo suficiente para incomodar a defesa dos Jaguars e não coloco muita fé em Blake Bortles para responder a altura, principalmente com um corpo de recebedores tão combalido e suas atuações nas últimas semanas (e diversos outro jogos ao longo de sua carreira) mostram que, quando Bortles enfrenta algum tipo de competição mais elevada, coisas ruins acontecem para os Jaguars."

Jaguars e Steelers se enfrentaram na semana 5: 30 a 9 para Jacksonville (Foto: Justin K. Aller/Getty Images)
Jaguars e Steelers se enfrentaram na semana 5: 30 a 9 para Jacksonville (Foto: Justin K. Aller/Getty Images)

Vitor Camargo, editor do TMWarning (@tmwarning): "Dois times com uma surpreendente rivalidade recente, e o Steelers vai vir babando depois de perder feio o confronto na temporada regular, com direito a trash talk da defesa do Jaguars. Aquele foi o pior jogo de Big Ben na temporada, mas é difícil imaginar que algo assim se repita, e não da para confiar em Blake Bortles num jogo importante de pós-temporada. Vitória do Steelers."

Matheus Ribeiro, editor do The Fraternity (@TheFraternityBR): "Não dá para esperar um jogo parecido com o que aconteceu na temporada regular, em que o jogo corrido dos Steelers não entrou e Ben Roethlisberger forçou a ponto de ser interceptado cinco vezes. Mas dá para imaginar que seja um jogo equilibrado por causa da forte defesa dos Jaguars, que tem dificultado bastante a vida dos adversários. Só que os Steelers têm mais poder de fogo no ataque (Jacksonville não tem seus dois melhores wide receivers disponíveis) e levam essa. "

Com o retorno de Antonio Brown, os Steelers têm um ataque pronto para enfrentar a excelente defesa dos Jaguars?

Gabriel Menezes, setorista de NFL da VAVEL Brasil: "Muito pronto. O trio ofensivo é um dos que eu mais gosto na NFL, principalmente com Antonio Brown, o melhor route runner da liga, e Le'Veon Bell, que é um RB único. Apesar a defesa de "Sacksonville" ser extremamente talentosa, terá pela frente um dos adversários mais complicados possíveis."

+ Força do trio BBB e defesa podem garantir passagem dos Steelers ao Super Bowl

Sebas Neto, criador do Madden In Brasil (@Madden_In_Brasi): "Eu acredito que sim. O ataque dos Steelers é um dos mais completos na liga. A linha ofensiva é confiável, LeVeon Bell é um dos melhores RBs da liga, Antonio Brown é o melhor WR da liga, Smith-Schuster é um grande playmaker e Big Ben, com exceção da fatídica partida contra os Jaguars, na semana 5, fez uma excelente temporada mais uma vez. Os Steelers tem poder de fogo suficiente para enfrentar a forte defesa dos Jaguars."

Trio formado por Antonio Brown, Ben Roethlisberger e Le'veon Bell é um dos mais temidos da NFL (Foto: Icon Sportswire via Getty Images)
Trio formado por Antonio Brown, Ben Roethlisberger e Le'veon Bell é um dos mais temidos da NFL (Foto: Icon Sportswire via Getty Images)

Vitor Camargo, editor do TMWarning (@tmwarning): "A chave para o Steelers no confronto é o quão próximo de 100% Antonio Brown estará para o confronto. Se estiver bem próximo, isso coloca a força ofensiva do Steelers no seu máximo potencial, e nesse ponto eles conseguem enfrentar qualquer defesa da NFL. Se não estiver, o time deve usar bastante Brown para atrair as defesas e Le'Veon Bell como o grande foco ofensivo do time."

Matheus Ribeiro, editor do The Fraternity (@TheFraternityBR): "Certamente. Além das estrelas que já conhecíamos – Big Ben, LeVeon Bell e Antonio Brown –, o que já é suficiente para que uma defesa tenha que se preocupar muito, os Steelers desenvolveram um segundo wide receiver em JuJu Smith-Schuster que participa muito bem do jogo e ajuda a tirar todo o foco da secundária de Brown."