Por mais uma temporada, o "favorecimento" da arbitragem é um questionamento no Patriots

Maior bicho-papão dos últimos anos, o New England Patriots tem sido acusado frequentemente de ser favorecido pelas zebras

Por mais uma temporada, o "favorecimento" da arbitragem é um questionamento no Patriots
Foto: Meddie Meyer/Getty Images

Não é de hoje que as palavras "arbitragem" e "Patriots" são usualmente colocadas na mesma frase. Muito por conta de erros sucessivos a favor da equipe de New England, a imagem dos Patriots ficou um pouco manchada para os fãs de futebol americano.

Durante a temporada de 2017 da NFL não foi diferente. Apesar de, por mais um ano, passear na AFC East, o Patriots teve que lidar com algumas polêmicas relacionada as zebras durante a temporada regular. Relembre:

New England Patriots 24 @ 17 New York Jets - Semana 6

Após sair perdendo por 14 a 0 em pleno Gillette Stadium, os Patriots conseguiram buscar a virada e tomaram a liderança. Porém, no último quarto, o QB dos Jets, Josh McCown, conduz um drive perfeito que acaba com um touchdown do TE Austin Seferian-Jenkins, que solta a bola ao trombar com a defesa do Patriots, mas entra na endzone.

Foto: Icon Sportswire/Getty Images
Foto: Icon Sportswire/Getty Images

Entretanto, como todas as jogadas de pontuação precisam do carimbo do replay, o touchdown foi revisto e desmarcado pela arbitragem. Não só isso, foi caracterizado um touchback para o Patriots, tendo em vista que o TE do Jets soltou a bola e ela saiu pela endzone. O lance gerou a ira da sideline dos donos da casa, que questionaram a mudança da marcação argumentando que o fumble não havia sido claro e que as zebras não teriam 100% de certeza para reverter a chamada.

New England Patriots 27 @ 24 Pittsburgh Steelers - Semana 13

Talvez o jogo mais polêmico da temporada. Um questionamento sobre uma regra nunca foi tão forte quanto foi após esta partida. O jogo valia o mando de campo da conferência americana nos playoffs, e o Steelers abriu boa vantagem rumo a vitória. Ao ínicio do último quarto, a equipe de Pittsburgh vencia por 24 a 16. No entanto, Brady e companhia viraram a partida e colocaram 27 a 24 no placar, faltando apenas 1 minuto para o fim da partida.

Juju Smith-Schuster correu para 69 jardas e colocou o Steelers já na red zone, faltando 30 segundos pro fim, e foi aí que saiu a jogada mais polêmica do ano. Ben Roethlisberger lançou para Jesse James na linha de uma jarda, e o TE recebeu e ao cair no chão, esticou a bola no plano de gol, deixando a encostar no gramado. Touchdown marcado pela arbitragem.

Foto: Joe Sargent/Getty Images
Jesse James entra no plano de gol e deixa a bola encostar no gramado. Foto: Joe Sargent 

Na revisão das zebras, o TD foi revertido para passe incompleto, por conta do tight-end não ter tido o completo controle da bola, apesar de não ter sido tocado e a bola ter passado do plano de gol. No entanto, baseado na regra de recepção, a arbitragem acertou mais uma vez, para a reclamação do time e da torcida no Heinz Field.

Tennessee Titans 14 @ 35 New England Patriots - Divisional Round

Pode parecer estranho falar em erros de arbitragem em uma vitória por 3 posses de bola, mas sim, as zebras tiveram seu papel no Gillette Stadium. Após começar na frente do placar com um TD de Corey Davis, os Patriots amassaram os Titans com 35 pontos consecutivos. Mas o que chamou atenção foram as chamadas de faltas marcadas pelas zebras. Faltas de interferência ofensiva, um touchdown duvidoso marcado para New England, neutral zone infraction onde na verdade foi um false start da linha defensiva do Patriots, que resultou em mais um touchdown dos donos da casa. Um facemask absurdo não marcado em cima do jogador do Titans em uma quarta descida, ou seja, um turnover in downs que seria um avanço de 15 jardas para Tennessee. Chamadas polêmicas, mas que não tiraram o brilho da atuação de gala de Tom Brady.

Jacksonville Jaguars 20 @ 24 New England Patriots - AFC Championship

Não foram erros capitais na final da conferência americana, os Jags reclamaram bastante da quantidade de faltas marcadas a favor do Patriots, foram 98 jardas por 6 penalizações, e de um lance poderia ter freado a reação dos Patriots.

Myles Jack após recuperar o fumble (Foto: AOL)
Myles Jack após recuperar o fumble (Foto: AOL)

Um fumble forçado e recuperado por Myles Jack poderia ter sido um touchdown para o Jaguars, que deixaria a equipe de Jacksonville com uma vantagem de 27 a 10, em pleno Gillette Stadium, mas as zebras apitaram e encerraram a jogada no meio da corrida do LB rumo à endzone. Os Jaguars ficaram sem a pontuação, não conseguiram avançar, devolveram a posse e Brady fez o que sabe de melhor. Liderou o Patriots a mais uma virada e a mais um Super Bowl.

Apesar de todas as críticas e insinuações por parte dos jogadores e torcedores adversários, o New England Patriots continua sendo a equipe que mais esteve presente em Super Bowls no século XXI, com oito aparições, já contando o SB LII, contabilizando cinco títulos. E para o Super Bowl do próximo domingo (4), New England, mais uma vez, chega como favorito ao Vince Lombardi Trophy.