Esperança: Foles pode se juntar à lista de quarterbacks que deixaram reserva para vencer Super Bowl

Na história da NFL, sete vezes um quarterback reserva conseguiu liderar a equipe ao título do Super Bowl. O último deles a conseguir o feito foi Tom Brady em 2001

Esperança: Foles pode se juntar à lista de quarterbacks que deixaram reserva para vencer Super Bowl
Foto: Getty Images

Nick Foles terá a grande missão de substituir Carson Wentz no Super Bowl LII, no próximo domingo (4), em Minnesota. O quarterback (QB) reserva do Philadelphia Eagles tem substituído bem o principal jogador da equipe e conseguiu levar o time até a grande decisão. Agora, tem a chance de se juntar à lista com outros sete jogadores e se tornar um dos poucos reservas que conseguiram conquistar o título tornando-se protagonistas saindo do banco.

O último jogador reserva a comandar a equipe ao título do Super Bowl foi justamente Tom Brady, em 2001. Já consagrado como um dos grandes jogadores da história da NFL, Brady terá pela frente Nick Foles, que tentará repetir o feito do adversário e entrar para a lista dos campeões. Vocês lembram quais foram esses jogadores? A VAVEL Brasil te conta. Confira abaixo. 

Roger Staubach (1971)

Roger Staubach começou como reserva de Craig Morton nas três primeiras semanas da temporada de 1971. Porém, após a derrota do Dallas Cowboys para o Redskins, Staubach ganhou oportunidade como titular na semana 4 e, a partir disso, não saiu mais da equipe. Os Cowboys venceram o Miami Dolphins por 23 a 4 e conquistou o título do Super Bowl VI. 

Staubach saiu do banco para levar os Cowboys ao topo (Foto: Getty Images)

Terry Bradshaw (1974)

Antes de conquistar quatro títulos em seis anos com os Steelers, Terry Bradshaw começou a brilhante carreira por baixo. Somente na semana 7 da temporada de 1974 que Bradshaw, enfim, debutou como titular. O quarterback liderou a equipe até o título do Super Bowl IX, completando 9 de 14 passes na vitória de 16 a 6 sobre os Vikings na partida final. 

Bradshaw virou titular na semana 7 e liderou os Steelers a quatro títulos em seis anos (Foto: Getty Images)

Jim Plunkett (1980)

Dan Pastorini lesionou e Jim Plunkett teve a missão de assumir a titularidade do Oakland Raiders. Na semana 6, os Raiders tinham campanha de 2 vitórias e 3 derrotas em cinco jogos. Com Plunkett, foram 9 vitórias e 2 derrotas para encerrar a temporada regular. O quarterback reserva dos Raiders liderou a equipe ao título do Super Bowl XV sobre o Philadelphia Eagles e foi eleito o MVP da partida.

Plunkett teve uma carreira curta, mas levou os Raiders ao título em 1980 (Foto: Getty Images)

Jeff Hostetler (1990)

Quando Phil Simms quebrou o pé na antepenúltima rodada da temporada regular, restou ao New York Giants apostar em Jeff Hostetler. O quarterback reserva não decepcionou e conquistou as duas vitórias que restavam, além de vencer o duelo contra Joe Montana do San Francisco 49ers na final da NFC. No Super Bowl XXV, ainda liderou a equipe no triunfo sobre o favorito Buffalo Bills. 

Hostetler surpreendeu ao vencer Joe Montana na NFC e liderar os Giants na vitória sobre os Bills no Super Bowl (Foto: Getty Images)

Kurt Warner (1999)

Após os Rams se livrarem de Tony Banks e Steve Bono, Kurt Warner ficou com a posição de reserva de Trent Green e ganhou uma segunda chance na carreira na temporada de 1999. Quando Green rompeu o ligamento do joelho, se tornou de vez titular da equipe. No Super Bowl XXXIV, Warner quebrou diversos recordes de jardas e passes completados, e foi eleito o MVP da partida após liderar a equipe na vitória de 23 a 16 sobre os Titans. 

Warner aproveitou uma chance crucial na carreira e liderou os Rams ao título em 1999 (Foto: Getty Images)

Trent Dilfer (2000)

Tony Banks foi dispensado dos Rams e foi para os Ravens, mas foi um desastre nas primeiras oito semanas. Trent Dilfer, então, tornou-se o titular da equipe e, após a derrota na estreia, liderou a equipe em 11 vitórias consecutivas, incluindo o triunfo por 34 a 7 sobre o New York Giants no Super Bowl XXXV. 

Dilfer superou as críticas e deu a volta por cima junto com os Ravens até o título em 2000 (Foto: Getty Images)

Tom Brady (2001)

Drew Bledsoe se lesionou na segunda semana da temporada de 2001 e abriu as portas para Tom Brady. O quarterback, ainda novo, pegou a equipe com duas derrotas seguidas nas costas e levou para 11 vitórias e apenas três derrotas nos jogos seguintes, incluindo uma sequência de nove vitórias consecutivas até vencer o Super Bowl XXXVI contra os Rams por 20 a 17. Desde então, Brady nunca mais perdeu a posição e o resto é história.

Brady saiu do banco para se tornar um dos maiores jogadores da história da NFL (Foto: Getty Images)