Na abertura da 22ª rodada, Roma cai em casa para o Cagliari

A Roma esperava uma vitória ao receber o Cagliari, no estádio Olímpico, na abertura da 22ª rodada da Serie A. Mas, errando tudo o que podia, os donos da casa foram derrotados por 4 a 2, e se distanciaram das ligas europeias. O clube gialorosso continua na oitava posição, com os mesmos três pontos atrás do quinto lugar Milan, o primeiro classificado à Europa League, mas tem o jogo a menos. O Cagliari, ao contrário, subiu para a 14ª colocação, e abriu seis pontos da zona de rebaixamento;

Com os brasileiros Marquinhos e Dodo no time titular, a Roma demorou para perceber que estava no jogo, e o Cagliari aproveitou, conseguindo abrir o placar logo aos três minutos. Nainggolan aproveitou cruzamento após boa jogada de Sau, apareceu no meio da zaga e empurrou para o gol. O time visitante continuou em cima, não deixando a Roma sair pro jogo. Mas, quando Totti está em campo, os giallorossi não temem: o capitão bateu falta com maestria, aos 20 minutos, para empatar a partida.

Após a volta para o intervalo, tal qual na primeira etapa, quem foi para cima foi o Cagliari. Os visitantes, porém, não foram tão efetivos, mas o goleiro Goicoechea deu uma forcinha para os rossoblù. Após cruzamento totalmente despretensioso de Avelar, o arqueiro da Roma não conseguiu segurar a bola, e tirou-a do caminho, colocando-a dentro da própria meta. Cagliari na frente de novo.

Enquanto assistia sua equipe ser derrotada, a torcida da Roma vaiava e cantavam que era difícil jogar sem goleiro. A mensagem era para o arqueiro Goicoechea, em péssima noite, e para o treinador Zdenek Zeman, que bancou o goleiro no time titular, tendo na reserva Stekelenburg, cujo a Roma não deixou se transferir para o Fulham.

A Roma, perdida em campo, não conseguia acertar nenhuma jogada, enquanto os visitantes aproveitavam suas chances. Aos 53 minutos, cruzamento na área e Sau, de cabeça, ampliou para o Cagliari.
 
O domínio dos visitantes era absurdo, que dominava todas as ações da Roma. Após uma bola na trave do brasileiro Thiago Ribeiro, foi Pisano que, aos 71 minutos, empurrou a bola para o gol. Após mais um chute na trave, dessa vez de Sau, a bola sobrou para o lateral, que marcou o quarto do clube da Sardenha. Nos acréscimos, após passe de Lamela, o meia brasileiro Marquinho, que havia entrado no segundo tempo, descontou. 
 
No fim, Zeman viu sua equipe ser facilmente derrotada, e ficar cada vez mais longe de uma vaga na Uefa Europa League. Além disso, o treinador saiu vaiado de campo, enquanto os jogadores do Cagliari se abraçavam comemorando a inesperada vitória.
VAVEL Logo