Já sem Milito e Palacio, Inter perde Cassano por pelo menos trinta dias

A fase não é mesmo boa em Appiano Gentile. Além da irregular campanha na Serie A, que deixa a Inter brigando apenas uma vaga na Uefa Europa League, há um fantasma que assombra o ataque azul de Milão. Depois das lesões dos argentinos Milito e Palacio, é a vez do italiano Antonio Cassano ficar afastado dos gramados. Com uma lesão no tendão, o camisa 99 deve ficar afastado de trinta a quarenta dias.

Fantantonio saiu mancando da derrota nerazzurri para a Atalanta, por 4 a 3, no último final de semana. A direção da Inter confirmou que o atacante ficará ao menos um mês fora dos campos. O jogador de 31 anos se juntará no departamento médico com os outros atacantes Diego Milito e Rodrigo Palacio. O camisa 22 se machucou gravemente em fevereiro, e só deve voltar aos gramados no fim do ano. Palacio, que vinha sendo o destaque da Inter na temporada, também se machucou recentemente, e também ficará fora da equipe por algumas semanas.

Agora, o técnico Andrea Stramaccioni terá um grave problema para escalar a Internazionale. Isso porque o único atacante não lesionado do elenco é o italiano Tommaso Rocchi, que vem sendo severamente criticado por torcedores e pela imprensa italiana. Enquanto Milito tinha nove gols em 20 jogos antes de se machucar e Cassano tinha dez tentos e doze assistências em 38 jogos, o líder era Palacio, que, em 38 oportunidades, balançou as redes 22 vezes. Atrás dos três, vem o camisa 18: Rocchi marcou apenas um gol em dez jogos com a camisa nerazzurri. O jogador, que veio da Lazio no meio da temporada, marcou seu único tento na última partida, derrota para a Atalanta.

VAVEL Logo