Bayern massacra Barcelona e praticamente assegura vaga na final

Nesta terça feira (23), Bayern de Munique e Barcelona subiram ao campo da Allianz Arena em Munique, para definir o primeiro jogo da semifinal da Liga dos Campeões da Europa. Um jogo cercado de expectativas por envolver os dois melhores times do mundo no momento.

O Bayern deu indicações de como levaria o jogo logo aos 2 minutos, quando Robben recebeu pela direita passou pela marcação e chutou em cima de Valdés, no centro da área Mario Gómez e Ribéry estavam livres, mas a individualidade do holandês falou mais alto como de costume. O Barcelona tentava fugir da blitz imposta pelo meio campo bávaro, Martínez e Schweinsteiger interceptavam a grande maioria dos passes. Xavi estava bem abaixo do ideal, assim como Iniesta. Os alemães aproveitavam a fragilidade defensiva dos laterais catalães, principalmente pela direita de ataque, onde Alexis Sanchez não conseguia conter os avanços de Lahm.

Os comandados de Heynckes sufocavam o Barcelona, lutavam por cada centímetro de campo. Xavi não viu a cor da bola, Schweinsteiger não o deixava respirar, muito menos pensar.  Aos 24 minutos do primeiro tempo Robben recebeu na ponta direita e cruzou para Dante, o brasileiro escorou a bola e Thomas Muller cabeceou para o gol. O Bayern conseguia fazer valer a superioridade tática.

Antes do fim do primeiro tempo o Barcelona tentava chegar ao gol do Bayern, rodava a bola e não achava espaços, quando isso ocorria arriscava um passe que logo era interceptado. Javi Martínez oxigenava a marcação aos meias do Barcelona. Era o fim do primeiro tempo, e apesar de estar em campo Messi não havia feito nada. Tito tinha um jogador a menos. E o placar mínimo ficou barato depois dos primeiros 45 minutos.

Na volta do intervalo o Bayern continuou sufocando e o resultado veio logo aos 4 minutos, novamente em uma jogada aérea. Mario Gomez, impedido, recebeu de Muller e escorou para o gol. Os bávaros souberam muito bem explorar a fragilidade da defesa catalã. Messi começava a buscar jogo, mas não conseguia passar pela excelente marcação imposta pela defesa vermelha.

Robben continuava a assustar os espanhóis, partida praticamente perfeita do holandês. Cumpria muito bem com sua colaboração defensiva, e simplesmente destroçava Alba. Aos 27 minutos da segunda etapa Robben foi premiado, mas não sem polêmica, parte para cima de Jordi Alba, tenta o drible e Muller faz uma barreira impedindo o espanhol de passar. Robben só teve o trabalho de empurrar para as redes de Valdés.

Tito Vilanova demorou para modificar a equipe, e apenas aos 38 minutos da etapa final mandou David Villa à campo. Não havendo tempo para mais nada, a torcida do Bayern que deu show durante toda a partida terminou o jogo aos gritos de olé. Os 4 praticamente eliminam o Barcelona da competição, é o fim de uma era, não foi só hoje que o Bayern foi superior. Isso vem acontecendo pelo menos desde o meio da temporada, hoje foi apenas o tira teima e deu Bayern.

VAVEL Logo