Milan vence Catania e recupera a terceira colocação
Pazzini comemora um de seus gols, que salvaram o Milan (Foto: AFP)

Jogando no San Siro, o Milan fez o dever de casa e bateu o Catania de virada por 4 a 2. Com a vitória, o time, que entrou pressionado devido à vitória da Fiorentina contra a Sampdoria, conseguiu recuperar a terceira colocação, que perdera para a Viola no começo do dia.

Ciente de sua obrigação, o time da casa foi melhor desde o começo. Nos primeiros trinta minutos de jogo, o time pressionou muito e não deu espaços para os visitantes, mas pecou pela falta de pontaria na hora de finalizar. Tal falta de pontaria contrastou com a eficiência do Catania que, em seu primeiro ataque de verdade, abriu o placar com Legrottaglie, escorando de cabeça falta cobrada na área.

Com o gol, os rossazzurri ensaiaram uma pressão, mas não passaram disto. O Milan seguia mais em cima, mas não finalizava bem. Isso até, após cruzamento da direita, Boateng ajeitar com o peito para Flamini mandar no cantinho, fazendo seu terceiro gol nos últimos três jogos. O curioso é que, antes destes três jogos, o francês tinha apenas dois gols com a camisa do clube.

O primeiro tempo terminou empatado e o segundo começou como uma cópia do primeiro. Muito melhor, o Milan ficou muito em cima, mas esbarrava em sua ineficiência, vendo novamente o adversário fazer o contrário. Novamente na primeira chance clara o Catania marcou, desta vez com Bergessio, após belo passe de Barrientos. O atacante tocou com categoria na saída de Amelia e encobriu o goleiro.

Insatisfeito com os constantes erros na hora da conclusão, Allegri botou em campo um atacante cuja principal característica é a conclusão. Pazzini entrou na vaga de Nocerino e precisou de apenas sete minutos para pegar rebote de chute de Balotelli e mandar para o fundo das redes. E precisou de só mais três para virar o jogo, aproveitando novo rebote do goleiro Frizon e mostrando senso de posicionamento apuradíssimo. 

Mesmo com virada, o Catania seguiu com sua postura inoperante, vendo o time vencedor ir mais ao ataque que o perdedor. E foi em uma dessas idas que Balotelli, no último minuto de jogo, sofreu falta na área e converteu -como de praxe- a penalidade, fechando o placar e recolocando o Milan na zona da Champions League.

Na próxima rodada, o time milanista pega o Torino, de olho no confronto entre Fiorentina e Roma. Já os rossazzurri, sem grandes pretensões na competição, enfrentam o desesperado Siena.

VAVEL Logo