Bayern goleia o Barcelona outra vez e garante final alemã

Depois de vencer a partida de ida por 4 a 0, o Bayern de Munique foi até a Catalunha com a vaga na final praticamente garantida - os alemães poderiam até perder por 3 a 0 que estariam classificados. O resultado, porém, foi o contrário. Com uma bela atuação, o Bayern goleou o Barcelona por 3 a 0 e agora fará a final da Champions League contra o Borussia Dortmund, também da Alemanha, no dia 25 de maio, em Wembley, na Inglaterra.

Buscando operar um milagre, o Barcelona entrou em campo sem Messi, lesionado. Tentando se manter no campo de ataque e criar oportundidades, os catalães esbarravam na forte marcação do Bayern, que buscava sair nos contra-ataques.

E foi no contra-golpe que o Bayern levou perigo, com Robben aos 12 minutos e com Lahm aos 19. No primeiro lance, Schweinsteiger fez lindo lançamento para o holandês que, sozinho dentro da grande área, demorou a finalizar e permitiu a recuperação de Piqué, que salvou o Barça. Depois, foi a vez de Robben servir Schweinsteiger dentro da área. Num toque genial, o volante encontrou o lateral Lahm entrando na grande área para finalizar, mas mais uma vez Piqué apareceu para cortar – o Bayern reclamou de pênalti, não marcado pelo juiz.

Mesmo com mais posse de bola e jogando no campo de ataque, o Barcelona encontrava muitas dificuldades para furar a barreira de jogadores vermelhos e não ameaçava a meta de Manuel Neuer. A única boa oportunidade catalã veio em finalização de longe de Pedro, forçando boa defesa do arqueiro alemão.

Na volta para o segundo tempo, todo mundo esperava a entrada de Lionel Messi no Barcelona. Entretanto, o técnico Tito Vilanova preferiu mantê-lo no banco de reservas e pagou caro por isso. Logo aos dois minutos, Robben recebeu a bola pela esquerda, fez linda finta em Adriano e bateu com categoria. Valdés foi mal e não alcançou a bola. Com o gol sofrido, o Barcelona entregou os pontos – praticamente em seguida, Tito tirou da partida os craques Xavi e Iniesta.

Com o adversário já entregue, o Bayern colocou o Barcelona contra as cordas e continuou batendo até nocautear. Aos 27 minutos, Ribery fez linda jogada pela esquerda e cruzou para a grande área. Piqué, que vinha sendo o melhor culé na partida, desviou contra o próprio patrimônio e marcou, contra, o segundo gol dos bávaros. Três minutos depois, Luiz Gustavo fez linda enfiada de bola para Ribery, que foi até a linha de fundo e cruzou para Thomas Muller tocar de cabeça e fazer 3 a 0, sacramentando a goleada e classificação, mais do que merecida, do Bayern de Munique.

VAVEL Logo