Com dois de Cardozo, Benfica vence Fenerbahçe e está na decisão

Na tarde desta quinta feira (2), o Benfica recebeu o Fenerbahçe para disputa do segundo jogo das semis da Liga Europa. A equipe turca tinha desfalques por suspensão, o volante Mehmet Topal e o atacante Pierre Webó. Já na equipe portuguesa, Luisão retornava a zaga. Os 'Encarnados' venceram por 3 a 1, e irão enfrentar o Chelsea na final, que será disputada na Amsterdam Arena, dia 15 de maio.

Jogando em casa e tendo desvantagem no placar agregado, pois havia perdido a partida de ida por 1 a 0, o Benfica pressionou desde o começo, o primeiro gol não demorou a sair, logo aos nove minutos, Lima recebeu na lateral, fez boa jogada e rolou pro meio, Gaitán chegou batendo de primeiro e marcou um belo gol. A pressão dos donos da casa continuou, a equipe marcava em cima e criava chances de gol, Cardozo teve duas oportunidades, mas em ambas chutou longe da meta.

Aos 22 minutos, lance muito polêmico, o atacante senegalês Moussa Sow recebeu lançamento em condição de impedimento, a arbitragem não marcou, e na sequência a bola bateu no braço do zagueiro Garay, pênalti discutível para os turcos. Na cobrança, o experiente Dirk Kuyt fez 1 a 1. Antes do gol, o Fenerbahçe tinha apenas uma finalização e a posse de bola era 70-30%, domínio total dos portugueses.

Após o empate, o jogo ficou equilibrado nos minutos seguintes, Moussa Sow e Dirk Kuyt tiveram chances de virar a partida, mas pararam em Artur e depois na rede do lado de fora. O Benfica estava nervoso e reclamava muito com o árbitro, Enzo Pérez recebeu cartão por discussão, depois Gaitán se jogou na área e o time todo foi pressionar o juiz. 

O Benfica desempatou o jogo aos 34 minutos, falta no meio de campo, o argentino Enzo Pérez cobrou rápido e pegou a defesa toda desatenta, o artilheiro Oscar Cardozo dominou, girou e finalizou com precisão no canto, Volkan Demirel estava desatento e não conseguiu chegar, 2 a 1. Aos 40 minutos, Dirk Kuyt teve a chance de praticamente definir o confronto, após bate rebate, a bola sobrou pro holandês, que finalizou precipitado pra fora, mesmo com Artur caído e fora da jogada.

A animação e emoção da primeira etapa ficou para trás no começo da segunda, os mandantes pressionavam e continuavam marcando firme, mas não conseguia achar espaços e criar chances igual fez na primeira etapa. O Fenerbahçe continuava o mesmo, marcando recuado e tentando segurar o resultado, não tinha posse de bola e não articulava nada. Aos 12 minutos, Gaitán finalizou forte e acertou a cara do lateral Gonul, que desmaiou no gramado, ele deixou o campo imobilizado na maca, alguns minutos depois. 

Aos 22 da segunda etapa, Maxi Pereira cobrou lateral para dentro da área, o brasileiro Luisão resvalou de cabeça e ela sobrou no meio da área para o artilheiro Cardozo, ele só teve o trabalho de deslocar o goleiro e colocar o Benfica em vantagem, segundo gol dele na partida, o gol da classificação, 3 a 1.

Depois do gol que colocava o Benfica na final, o Fenerbahçe partiu pra cima, mas sem organização alguma, jogando apenas na vontade, o atacante Stoch que entrou na segunda etapa, finalizou duas vezes com perigo, mas Artur foi bem em ambas. A equipe portuguesa conseguiu conter o entusiasmo turco e segurou o resultado.

VAVEL Logo