Jogando com times mistos, Dortmund e Bayern ficam no empate
Com times mistos e sem muito brilho, Borussia Dortmund e Bayern de Munique empataram por 1 a 1 neste sábado (04) no Signal Iduna Park em partida válida pela 32ª rodada da Bundesliga. Grosskreutz marcou para o Borussia, enquanto Gomez empatou para o Bayern, selando um resultado que pouco importa para as equipes, já que o foco está todo voltado para o seu próximo confronto, no dia 25 de maio, na final da Uefa Champions League.
 
O empate não muda nada, nem para Dortmund, nem para Bayern, que permanecem nas duas primeiras colocações da Bundesliga. Para encerrar a competição, o Borussia ainda tem pela frente Wolfsburg e Hoffenheim, enquando o time de Munique pega Augsburg e Borussia Mönchengladbach.
 
Sem muitas chances, mas sem desperdiçar as poucas criadas: eficiência ofensiva marca o empate insosso da primeira etapa

Foi o Bayern de Munique quem chegou primeiro, em contragolpe engatado por Shaqiri, que finalizou em cima da zaga do Borussia. No lance seguinte, Blaszczykowski partiu da intermediária e lançou Grosskreutz, que com tranquilidade finalizou de pé direito para abrir o placar.

Minutos depois do gol, Gündogan saiu para a entrada de Leitner. Muito mais por precaução, a fim de evitar uma possível ausência do volante na final da Champions League, do que propriamente uma lesão mais grave.

Aos 23 minutos, Rafinha cruzou e Mario Gomez apareceu livre na pequena área para cabecear e empatar a partida. Fechados e pouco interessados em arriscar, as equipes caminharam em campo durante o restante da primeira metade do jogo, proporcionando alguns bocejos, e pouquíssimas oportunidades de gol.

Jogo ganha em emoção, mas não em criação, e placar permanece inalterado

Durante a segunda etapa, a partida ganhou mais ares de clássico, com ânimos acirrados, jogadas polêmicas, faltando apenas, é claro, as jogadas ofensivas melhor lapidadas. Aos 12 minutos o juiz Peter Gagelmann viu Boateng colocar a mão na bola dentro da área e assinalou a penalidade. Lewandowski bateu no canto esquerdo de Neuer, que espalmou para escanteio.

Após o pênalti desperdiçado pelo Dortmund, o Bayern teve Rafinha expulso. Ao se enroscar com Blaszczykowski, o brasileiro deu uma cotovelada no meia e recebeu cartão vermelho pela agressão; pelo envolvimento na confusão, o polonês recebeu apenas cartão amarelo.

Depois das polêmicas jogadas do pênalti e da expulsão, o ritmo do jogo caiu ainda mais - se é que já não estava lento o suficiente. Os técnicos então trataram de mexer em seus times, lançando alguns titulares; Klopp colocou Reus, já Heynckes chamou Thomas Müller para o jogo. Mesmo com as mudanças, pouco mudou na atitude das equipes, que acabaram mesmo satisfeitas com o empate.

VAVEL Logo