Petrov anuncia aposentadoria para seguir tratamento de leucemia

O meia Stiliyan Petrov, capitão do Aston Villa, anunciou nesta quinta-feira (09) sua aposentadoria do futebol para seguir lutando contra uma leucemia aguda, diagnosticada em março do ano passado. “É com o coração pesado que eu estou anunciando minha aposentadoria”, disse o búlgaro de 33 anos.

“As emoções são esmagadoras, mas com o contínuo apoio da família, dos amigos e de grandes pessoas que tenho conhecido, será mais fácil passar a vida.”

Revelado pelo CSKA Sofia em 1998, Petrov chegou ao Villa em agosto de 2006 após sete temporadas no Celtic, da Escócia. Participou de 218 jogos com a camisa dos Lions e tem 92 aparições pela Seleção Búlgara. “No Celtic e no Aston Villa, tive o privilégio de viver uma vida competindo em alto nível e jogar o esporte que amo, apoiado pelos fãs mais apaixonados.”

Em agosto do ano passado, após quatro meses de quimioterapia, foi revelado o estado de remissão da doença do búlgaro. A partir desta fase, o tratamento – de dois anos – é mais suave, a base de comprimidos. No mês passado, confessou que “tem a sorte de estar vivo”.

'Choque completo'

Sua leucemia foi diagnosticada após sentir febre depois de uma derrota para o Arsenal, em março. “Então, uma coisa louca aconteceu, algo que eu achava que era apenas um resfriado, mas acabou por ser algo mais sério, algo de mudança de vida”, disse. “Joguei 90 minutos contra o Arsenal e me senti cansado. Mas pensei que não era nada sério. O diagnóstico foi um choque completo. Desde então, vim a entender e a apreciar a maneira pela qual esta doença afeta as vidas de tantas pessoas. Eu posso e quero ajudar na criação de uma fundação para auxiliar as pessoas a resolver questões envolvidas com a doença. Quando as pessoas forem diagnosticadas co"m esta doença, eu espero fazer a diferença.”