22 vezes Barcelona
O Barcelona conquistou o 22º título de sua história (Foto: Reprodução/Facebook)

Líder do ínicio ao fim. Resume-se assim a temporada da Liga Espanhola que terminou com o título indo para a catalunha pela 22ª vez na história. Com uma campanha indiscutível, a equipe dirigida por Tito Vilanova - com o auxilio luxuoso de Jordi Roura - também conta com o mérito de ter feito o melhor primeiro turno de todas as edições da competição.

Equipe Jogos Vitórias Empates Derrotas Pontos
Barcelona 34 28 2 4 88
Real Madrid 36 25 5 6 81

Campeão antes mesmo de entrar em campo, o Barcelona ainda cumpre tabela enfrentando Atlético de Madrid, Valladolid, Espanyol e Málaga. Em entrevista ao site Barça TV, Sandro Rossell - presidente do clube - comentou o que a temporada reservou para a equipe culé. "Foi uma das Ligas mais especiais da história deste clube por tudo que passamos durante o ano, seja pelas barreiras, pelas complicações, ou por tudo que jogadores e técnicos sofreram."

A campanha

O melhor primeiro turno da história da Liga Espanhola mesclado a um segundo turno sem grandes sustos. Com 28 vitórias em 34 jogos o Barcelona comemora seus 87% de aproveitamento levando a taça para a catalunha. Os 105 gols marcados fazem a equipe ter o melhor ataque da competição. Porém, mesmo sem ter a melhor defesa, os 37 gols sofridos ainda permitem a equipe Culé ter o melhor saldo de gols entre os 20 participantes.

A vitória

O confronto entre o líder e o vice-líder na época. Barcelona e Atlético de Madrid se apresentavam como as duas equipes que exerciam o melhor de futebol da Espanha. Liderados por Falcão Garcia, o Atlético saiu em vantagem aos 30 minutos com o próprio. Diego Costa roubou a bola no meio campo e lançou para o colombiano que só parou dentro do gol. A resposta catalã veio aos 35... e que resposta. Adriano acertou um belíssimo chute de perna esquerda que levantou o Camp Nou e animou o Barça que virou o placar antes do término da primeira etapa. Busquets aproveitou o bate e rebate na grande área para fazer o segundo gol culé.

No segundo tempo brilhou a estrela de Messi. Aos 56, o argentino recebeu passe de Alexis e chutou rasteiro da meia lua no canto direito do goleiro. Aos 87, o próprio fechou o placar. Aproveitando a falha de Miranda, o camisa 10 tocou por cima de Coutouis para fechar o placar e garantir a soberania catalã que duraria até o final da competição.

A derrota

O período mais turbulento da temporada. A crise se iniciou após a derrota por 2 a 0 para o Milan pelo jogo da ida na Liga dos Campeões em uma semana de dois clássicos espanhóis. No primeiro, o Barça foi eliminado da Copa do Rei depois perder em casa por 3 a 1. No segundo jogo, disputado no Santiago Bernabeu pela Liga Espanhola, o Barcelona enfrentou um Real Madrid desfalcado e poupando seus principais craques, inclusive Cristiano Ronaldo.

Mesmo entrando em campo recheado de reservas, foi o Real que abriu o placar. Benzema aproveitou bom cruzamento de Morata e só teve o trabalho de empurrar para as redes aos 5 minutos. Messi empatou aos 18 após receber uma belíssima enfiada de bola de Iniesta e finalizar com categoria. Entretanto, o gol da vitória Madrilenha saiu na maior deficiência culé da temporada: as bolas aéreas. Modric cobrou escanteio na cabeça de Sérgio Ramos que garantiu o 2 a 1.

O clássico

Era o confronto esperado entre Messi e Cristiano Ronaldo. Todos esperavam este jogo desde quando o argentino recebeu sua 4ª bola de ouro pela FIFA. O português, segundo colocado na votação, teria sua chance de resposta. O placar de 2 a 2 mostrou ao todos por que os dois estão sempre nas condições de melhores do mundo.

Cristiano Ronaldo abriu o placar aos 22 minutos, chutando cruzado após passe de Benzema. Aos 30, Messi respondeu empatando o jogo aproveitando o bate cabeça na defesa madrilenha. Aos 60, o argentino mostrou que também sabe cobrar faltas e colocou o Barça na frente em uma belíssima cobrança. Entretanto, o português também sabia responder e aos 65 minutos, empatou novamente chutando colocando na saída de Victor Valdés.

O jogo do título

Não teve jogo do título, ou melhor, não teve o Barcelona em campo no jogo do título. Com a vantagem na tabela e jogando no domingo (12), o Barça poderia garantir o título de forma antecipada já no sábado (11) caso o Real Madrid - segundo colocado - não vencesse o Espanyol. E assim aconteceu.

Stuani, aos 22 minutos, abriu o placar para o Espanyol, que irônicamente também é uma equipe catalã. O placar poderia ter sido ampliado caso o árbitro não anulasse o gol de Hector Moreno, alegando falta em Xabi Alonso. O Real empatou com Higuain de cabeça, mas não teve forças para buscar uma virada. Festa em Barcelona, para as duas principais torcidas.

O recorde

Lionel Messi alcançou uma marca história na temporada. Após superar o recorde de Gerd Müller, o argentino se tornou o jogador a marcar mais gols em apenas um ano. O alemão havia marcado 85 gols em 1972, e teve seu recorde quebrado por Messi na partida contra o Bétis pela Liga Espanhola. No jogo em questão, o camisa 10 ainda marcou duas vezes para empatar, e ultrapassar a marca histórica. O craque do Barcelona terminou o ano de 2012 com 92 gols marcados.

(OBS.: Dados desatualizados. Messi terminou o ano com 92 gols marcados)

O capitão

Com a contusão de Puyol, Xavi foi o encarregado de trajar a braçadeira de capitão do Barcelona. O espanhol deu conta do recado e foi um dos grandes líderes da equipe no ano. Com o título da Liga, Xavi conquistou seu 25º título como profissional. Detendo o mesmo número de conquistas que o Chelsea em toda sua história. Nesta temporada, Xavi dedicou seu gol de pênalti na partida contra o PSG pela Liga dos Campeões à Miquel, um garoto de 11 anos que sofre de câncer.

O craque

Quem disse que 'uma andorinha só faz verão'? Na ausência de Messi, Andrés Iniesta supriu a ausência do argentino e comandou o Barcelona rumo as vitórias. Eleito como melhor jogador europeu de 2012, Iniesta também ficou com a terceira colocação na eleição de melhor do mundo da FIFA. O espanhol também é um dos líderes de assistências da temporada na Liga Espanhola.

O retorno

Eric Abidal, 33 anos, vencedor na luta contra o câncer. Aplaudido de pé pelo Camp Nou e por todos os estádios por onde passou desde o seu retorno aos gramados. Após mais de 400 dias parado, o frânces substituiu Piqué aos 25 minutos do segundo tempo na partida contra o Mallorca. O Barcelona venceu por 5 a 0.

Os treinadores

Encarregado de substituir Guardiola no comando técnico do Barcelona, Tito Vilanova se orgulha de conquistar o título espanhol logo em sua primeira temporada, mas nem tudo foram flores neste duro caminho. Assim como Abidal, Tito também lutou contra um câncer e teve de se afastar dos gramados por um mês. Neste período Jordi Roura ocupou o seu lugar e foi figura importante que será lembrada nas recordações deste campeonato.

Os títulos

Este é o quarto título catalão nos últimos cinco anos. O Barcelona conquistou seu 22º caneco: 1928-1929, 1944-1945, 1947-1948, 1948-1949, 1951-1952, 1952-1953, 1958-1959, 1959-1960, 1973-1974, 1984-1985, 1990-1991, 1991-1992, 1992-1993, 1993-1994, 1997-1998, 1998-1999, 2004-2005, 2005-2006, 2008-2009, 2009-2010, 2010-2011 e 2012-2013

Os jogos

1º turno: Barcelona 5-1 Real Sociedad; Osasuña 1-2 Barcelona; Barcelona 1-0 Valencia; Getafe 1-4 Barcelona; Barcelona 2-0 Granada; Sevilla 2-3 Barcelona; Barcelona 2-2 Real Madrid; La Coruña 4-5 Barcelona; Rayo 0-5 Barcelona; Barcelona 3-1 Celta; Mallorca 2-4 Barcelona; Barcelona 3-1 Zaragoza; Levante 0-4 Barcelona; Barcelona 5-1 Bilbao; Bétis 1-2 Barcelona; Barcelona 4-1 Atlético de Madrid; Valladolid 1-3 Barcelona; Barcelona 4-0 Espanyol, Málaga 1-3 Barcelona.

2º turno: Real Sociedad 3-2 Barcelona; Barcelona 5-1 Osasuña; Valencia 1-1 Barcelona; Barcelona 6-1 Getafe; Granada 1-2 Barcelona; Barcelona 2-1 Sevilla; Real Madrid 2-1 Barcelona; Barcelona 2-0 La Coruña; Barcelona 3-1 Rayo; Celta 2-2 Barcelona; Barcelona 5-0 Mallorca; Zaragoza 0-3 Barcelona; Barcelona 1-0 Levante; Bilbao 2-2 Barcelona; Barcelona 4-2 Bétis; Atlético de Madrid 1-2 Barcelona; Barcelona-Valladolid; Espanyol-Barcelona; Barcelona-Málaga.

(Foto: Getty Images, AFP, AP, FC Barcelona)

VAVEL Logo