Podolski marca dois, Arsenal goleia e rebaixa do Wigan
Podolski marcou dois gols na vitória do Arsenal (Foto: Reprodução/AFP)

O Arsenal recebeu, nesta terça (14), no Emirates Stadium, o Wigan e goleou por 4x1. Em um jogo onde os dois times precisavam da vitória, o time de Arsene Wenger para voltar à Liga dos Campeões, já que o Chelsea venceu no sábado (11) e garantiu a vaga na UCL e o Tottenham venceu no domingo (12) e ultrapassou os Gunners; já os visitantes, precisavam da vitória para fugir do rebaixamento – qualquer resultado que não fosse a vitória rebaixaria o Wigan -, e vieram embalados pelo título heroico da FA Cup, sobre o Manchester City.

Com a vitória o Arsenal voltou ao G4 e só depende de suas forças para chegar à próxima Liga dos Campeões – precisa vencer o Newcastle, no domingo, fora de casa, ou torcer por um tropeço do Tottenham contra o Sunderland. Já os atuais campeões da FA Cup, foram rebaixados, após oito anos jogando a Premier League, e só cumprem tabela no domingo contra o Aston Villa.

Três gols no segundo tempo decretam vitória londrina

O Arsenal teve um início fulminante; jogando em casa, saiu em busca dos três pontos e viu, logo aos 10 minutos, o atacante alemão, Lukas Podolski, abrir o marcador, de cabeça após escanteio batido por Cazorla. Logo depois do gol o time caiu de produção e viu o Wigan começar a chegar mais.

Os donos da casa quiseram administrar o placar muito cedo e acabaram levando o gol de empate no fim da primeira etapa. O castigo veio com Maloney, que cobrou falta polêmica, cometida por Arteta, da entrada da área e empatou o jogo. O Wigan continuava vivo na briga contra o rebaixamento.

Na segunda etapa, o Arsenal voltou com tudo e os visitantes não tiveram chances. Logo aos 18 minutos da etapa complementar, Walcott começou a selar o destino dos visitantes, aproveitando bom cruzamento de Cazorla. Cinco minutos depois, Podolski marcou seu segundo, o terceiro dos Gunners, aproveitando erro da defesa e bom passe de cabeça de Cazorla.

 Para fechar a conta e decretar o rebaixamento do Wigan, Ramsey marcou, aos 71, o quarto gol do time de Arsene Wenger, que agora está muito próximo de jogar sua 16ª Liga dos Campeões seguida. 

VAVEL Logo