Tottenham bate Sunderland, mas fica com vaga apenas na Europa League

A última rodada da Premier League reservava quais seriam os dois últimos classificados para a próxima Champions League. Neste domingo (19), jogando em White Hart Lane, o Tottenham fez o dever de casa. A equipe treinada por André Villas-Boas venceu, de forma sofrida, o Sunderland por 1x0, mas mesmo  assim não se classificou para a próxima UCL. Os Spurs precisavam de um tropeço de Arsenal ou Chelsea, o que não aconteceu. Com isso, manteve a quinta colocação e disputará a UEFA Europa League  2013/14.

Posse de bola e falta de criatividade 

O jogo se iniciou com o Tottenham todo adiantado, buscando pressionar o adversário com jogadas pelos flancos. Apenas o jogo veloz pelos lados, com Lennon (direita), Dempsey (esquerda) e Bale, que fazia intensa movimentação, não foi capaz de levar perigo ao gol de Mignolet.

Aos 25 minutos, a posse de bola de time treinado por André Villas-Boas chegou aos 69%. Faltava o passe refinado, para deixar o ataque na cara do gol, o que impedia o time mandante de criar jogadas com reais chances de gol.

O Sunderland atou  compactado, conseguiu marcar os Spurs e ainda criou a melhor chance de gol da primeira etapa. Em um contra ataque, aos 30 minutos, Wickham tabelou com Graham, recebeu dentro da área e desviou o cruzamento rasteiro, para boa defesa de Lloris.

A melhor oportunidade de gol  do Tottenham, nos primeiros 45 minutos, ocorreu depois de um mal recuo de cabeça do zagueiro O'Shea. Mignolet dividiu com Bale para salvar a meta dos Black Cats.

Bale decisivo

O cenário do segundo tempo continuou o mesmo do primeiro. Os donos da casa procurando o gol de todas as formas. Muitas jogadas aéreas e chutes de todos os lados, essas eram as armas dos Spurs, que sem conseguir criar grandes chances de gol, conseguia incomodar o adversário

Aos 17 minutos, após cruzamento e bate-rebate na área do Sunderland, Parker ganhou o rebote e chutou rasteiro, a bola desviou na defesa antes de explodir na trave.

Mais um vez Dembélé entrou no decorrer da partida para melhorar o passe do time. Aos 19 minutos, o belga  substituiu Scott Parker.

A pressão dos Spurs aumentava cada vez mais. O Sunderland não conseguia sair para o contra ataque. O jogo estava acontecendo apenas no campo ofensivo do Tottenham, com isso boas chances de gol surgiam para o time mandante. Aos 25 minutos, Bale recebeu dentro da área, cara a cara com o goleiro, mas Mignolet fez ótima intervenção.

Com 28 minutos, Villas-Boas partiu para o tudo ou nada. Colocando o atacante Defoe no lugar do meio-campista Dempsey. Dois minutos depois, Vaughan foi expulso, após receber o segundo cartão amarelo, dando ainda mais espaço para o Tottenham pressionar.

Nos últimos minutos, com Sigurdsson no lugar de Ekotto, os donos da casa buscaram a vitória com muita disposição, mas quem resolveu para o time londrino foi, mais uma vez, a qualidade de Gareth Bale. O melhor jogador da Premier League com um forte chute de fora da área, aos 44 minutos, anotou um golaço e mais três pontos para seu time.

VAVEL Logo