Espanha: a busca pelo título que lhe falta
Bicampeões europeus e atuais campeões mundiais, a Espanha chega para a Copa das Confederações com o rótulo de equipe a ser batida (Foto: Associated Press)

Eram jogados 112 minutos do segundo tempo da prorrogação, o gol de Iniesta no estádio Soccer City garantiria para a Espanha o título mundial em 2010 e a vaga antecipada para a Copa das Confederações. Até chegarmos à Brasil 2013, passamos pelo calendário europeu onde vemos a 'Fúria' ser a primeira seleção que conquistou a Eurocopa por duas vezes consecutivas. Duas passagens carimbadas para buscar a única taça que ainda falta para esta equipe que não cansa de fazer história. 

Carregando a liderança do ranking da Fifa por um tempo relevante, a Espanha carrega consigo a precoce eliminação na Copa das Confederações de 2009. Caindo no grupo A junto com Iraque, Nova Zelândia e África do Sul, a Fúria não teve dificuldade para conquistar as três vitórias nos três. Porém, na segunda fase, a derrota por 2 a 0 para os Estados Unidos gerou um certo toque de desconfiança para os comandandos de Vicente Del Bosque.

Os jogadores espanhóis chegaram ao Brasil no dia 13/06 e foram recebidos com muita chuva desde o aeroporto. O primeiro jogo da Seleção Espanhola acontece neste domingo (16/06) contra o Uruguai, na Arena Pernambuco. Ambos estão no Grupo B que também conta com as equipes do Taiti e da Nigéria

Nigéria: quanto custa pra fazer história?

Taiti: zebra, um único gol valerá como um título

Uruguai: convencer é mais importante do que vencer

A participação espanhola na Copa das Confederações também pode marcar um periodo de transição para os europeus. Com boa parte de seus jogadores convocados a partir de Real Madrid e Barcelona, a pátria buscar desfazer os vexames sofridos pelos dois clubes na Liga dos Campeões. Na ocasião, os madrilenhos foram eliminados na fase semifinal da competição para o Borussia Dortmund, enquanto os culés foram derrotados pelo Bayern de Munique, também na mesma etapa.

Outro ponto crucial na jornada espanhola em solo brasileiro se baseará na relação interna entre os jogadores do Real Madrid. Após uma temporada melancólica, a saída de José Mourinho do comando técnico do clube evidênciou um racha no elenco. Entre eles, Arbeloa e Casillas protagonizam dois personagens que estiveram no olho do furacão, a ponto do lateral espanhol declarar: "Não temos que ser amigos." Apesar do favoritismo, nada indica que será fácil o caminho da furia em busca da taça sonhada.

Jogos

Espanha x Uruguai – 16 de junho, 19h, Arena Pernambuco
Espanha x Taiti – 20 de junho, 16h, Maracanã
Nigéria x Espanha – 23 de junho, 16h, Castelão

Elenco

Goleiros: Casillas (Real Madrid), Valdés (Barcelona) e Reina (Liverpool).
Defensores: Albiol (Real Madrid), Piqué (Barcelona), Azpilicueta (Chelsea), Sérgio Ramos (Real Madrid), Arbeloa (Real Madrid), Jordi Alba (Barcelona) e Monreal (Arsenal)
Meio-campistas: Javi Martinez (Bayern de Munique), Iniesta (Barcelona), Xavi (Barcelona), Fàbregas (Barcelona), Pedro (Barcelona), Mata (Chelsea), Busquets (Barcelona), Cazorla (Arsenal), David Silva (Manchester City) e Jesus Navas (Manchester City).
Atacantes: Villa (Barcelona), Torres (Chelsea) e Soldado (Valencia).

VAVEL Logo