Contra a Espanha, o objetivo do Uruguai é não perder
Suárez é a esperança uruguaia para a disputa da Copa das Confederações

O Uruguai estreia na Copa das Confederações neste domingo (16), contra a Espanha, na Arena Pernambuco, sabendo que o empate é um excelente resultado. Em má-fase nas eliminatórias sulamericanas e contra o atual campeão mundial e bi-campeão europeu, os uruguaios terão uma missão muito difícil na sua primeira partida.

Desde a sua chegada ao Brasil, a Celeste Olímpica enfrentou muitos problemas. A equipe uruguaia teve transtornos com o trânsito, buracos e muita lama nas estradas, além de falta de local para treinar. Na última quinta-feira, o treinamento uruguaio estava marcado para o Arruda, casa do Santa Cruz. Entretanto, segundo os responsáveis pelo estádio, as fortes chuvas que caíram na capital pernambucana impediram que o gramado fosse cortado como o exigido pela Fifa.

Devido a esses problemas, a atividade foi transferida para o centro de treinamento do Sport, que fica a cerca de uma hora do centro da cidade, aonde o Uruguai está hospedado. A medida também não agradou os diretores e a equipe acabou realizando apenasum pequeno trabalho em uma academia local perto do hotel. A sequência de problemas gerou críticas do treinador Óscar Tabárez.

- Acredito que, num torneio como esse, o brilho das atuações depende da preparação das equipes. Todos sabiam como chove em junho e julho no Recife. Por isso, estamos surpresos. Não acreditávamos que iríamos passar pela situação de ter que buscar um campo capaz de receber o treinamento – desabafou.

Em entrevista coletiva realizada no final da tarde deste sábado (15), o comandante uruguaio confirmou a equipe que enfrentará a Espanha na estreia da Copa das Confederações. O Uruguai vai a campo com: Muslera, Maxi Pereira, Lugano, Godin e Cáceres; Ruso, Gargano, Ramírez e Rodríguez; Cavani e Suárez;

VAVEL Logo