Com manifestações em Fortaleza, dentro de campo, Brasil derrota México

A cidade de Fortaleza amanheceu tensa nesta quarta-feira (19). Protestos contra a corrupção do governo e a realização da Copa do Mundo tomaram as principais avenidas da capital cearense, onde cerca de 35 mil pessoas compareceram às ruas, de acordo com a Polícia Militar. Diante deste cenário, à tarde, a seleção brasileira entrou em campo na Arena Castelão diante do México, pela 2ª rodada do grupo A da Copa das Confederações e venceu por 2 a 0, com gols de Neymar e Jô.

Com o resultado, o Brasil praticamente se garantiu nas semifinais da Copa das Confederações, alcançando seis pontos. Já o adversário está eliminado, zerado em pontuação, e o técnico Manuel de La Torre ficou mais pressionado no cargo.

Manifestações em torno do Castelão

Com o país saindo às ruas de várias cidades para protestarem por um Brasil melhor, Fortaleza não foi diferente. Dezenas de milhares de manifestantes cercaram as avenidas e reivindicaram os gastos excessivos da Copa e o "esquecimento" das outras áreas, como saúde, transporte e educação.

A PM acompanhou o ato e interviu em alguns momentos com gás lacrimogêneo e spray de pimenta para conter protestantes que insistiam em passar pela barreira policial. Esses que revidavam com pedras e tijolos. A ação atrapalhou a chegada dos torcedores e jornalistas que queriam chegar ao estádio.

Houve feridos dos dois lados, mas não há a confirmação do número de manifestantes machucados no confronto. Do lado da PM, segundo a corporação, dois policiais se feriram.

Grupo protesta pacificamente sobre situação social do Brasil, como saúde, educação, transporte e gastos da Copa do Mundo (Foto: Reprodução/ESPN.com.br)

Cavalaria partiu para cima de manifestantes em Fortaleza

Tropa de Choque da Polícia Militar interviu em manifestantes que se excederam (Foto: Reprodução/Getty Images)

Dentro do Castelão o clima era contrário aos atos de protesto, com festa e patriotismo. A manifestação também chegou nas arquibancadas, dando apoio para seleção brasileira mas criticando a ação do governo. Na execução do hino nacional, os jogadores e a torcida cantaram uma parte sem o áudio original, arrepiando os presentes ao estádio.

Neymar decide e Brasil alcança segunda vitória

Com a bola rolando, o Brasil (que repetiu a escalação da estreia) começou pressionando e fez logo 1 a 0 nos primeiros dez minutos. Aos 8, Daniel Alves cruzou da direita, a defesa mexicana afastou mal e Neymar, de canhota e de primeira, não deu chances ao goleiro Corona e abriu o marcador. O México teve que mudar seu estilo de jogo e saiu mais, dando espaço ao time de Luiz Felipe Scolari.

Daniel Alves, aos 14, empolgado com o gol da seleção, quase ampliou de cobertura, mas Corona deu um tapa para escanteio. Três minutos depois os mexicanos começaram o atrevimento, Mier aproveitou falha de Marcelo e bateu cruzado, à direita perto da trave de Júlio César.

Os comandados de Felipão responderam com Neymar novamente, aos 22, que driblou Mier e chutou por cima, com perigo. A equipe do técnico Manuel De La Torre teve mais duas oportunidades, uma com bola parada, e Chicharito Hernandez por pouco empatou.

Na segunda etapa a partida ganhou mais emoção mas o Brasil voltou melhor. Logo no segundo minuto, Thiago Silva, de cabeça marcou, mas estava em impedimento após o toque de cabeça de Davis Luiz. Aos 11, Hulk mandou para fora após tabela com Neymar, este que também ficou na cara de Corona e chutou "raspando" a trave do arqueiro adversário.

Sete minutos depois, o México tentou com Herrera (que entrou no segundo tempo), mas Júlio César se antecipou em velocidade e afastou. Lance parecido para a seleção brasileira logo em seguida, com Neymar, mas Corona estava esperto. Goleiro que evitou o segundo do camisa 10 brasileiro na sequência, depois de chute no canto.

Aos 30, Daniel Alves salvou o que seria o empate mexicano, se antecipando ao Chicharito Hernandez. Sete minutos depois, o México tentou de novo com Chicharito, mas, dentro da área, não cabeceou com precisão.

Quando o placar parecia definido, nos acréscimos, Neymar fez linda jogada individual, levou dois marcadores pela esquerda e tocou "com açúcar" para Jô (que substituiu Fred durante o duelo), que apenas tocou com altura para o gol, 2 a 0.

Neymar comemora gol brasileiro, o primeiro da vitória por 2 a 0 (Foto: Divulgação/Fifa)

VAVEL Logo