Com dois gols de Chicharito, México vence Japão no Mineirão

Já eliminados, Japão e México se enfrentaram no Mineirão para cumprir tabela e o time da América do Norte levou a melhor. Com dois gols de Chicharito, o México venceu por 2 a 1 os japoneses e terminou sua participação na Copa das Confederações com três pontos. Já o Japão, encerrou o campeonato sem nenhum ponto sequer.

Sem muito interesse, japoneses e mexicanos fizeram um jogo sem muita movimentação. Com apenas quatro chutes a gol durante toda a primeira etapa, somente dois lances preocuparam os goleiros. Aos oito minutos, o Japão teve um gol anulado. Endo chutou de fora da área, a bola desviou em Okazaki em posição duvidosa e entrou. A arbitragem marcou impedimento. 

No restante do primeiro tempo, mesmo com mais posse de bola, o México não conseguia chegar com perigo na área do Japão. Finalizava, mas poucas vezes com algum perigo. Chicharito, destaque do time, ficou devendo bastante no início do jogo. Aos 39, Guardado teve a grande chance mexicana de abrir o placar. Em cruxamento de Jorge Torres, o meia cabeceou e acertou a trave, levando muito perigo.

No segundo tempo, o México conseguiu transformar sua superioridade na posse de bola em oportunidades de gol. Giovanni dos Santos, melhorou em relação à primeita etapa e conseguia levar o time mexicano a frente com boas jogadas. Logo no início, aos oito minutos, Guardado fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Chicharito se antecipou a defesa e desviou de cabeça abrindo o placar. A pressão continuou e pouco depois Dos Santos quase fez o segundo. Em grande jogada individual chutou de esquerda e acertou a trave de Kawashima.

O tempo foi passando e o Japão não se encontrava. Aos 20, o México aproveitou outra chance que teve com o oportunismo de Chicharito. Dos Santos cobrou escanteio, Mier desviou de cabeça e o atacante do Manchester United mandou pro gol. Mesmo com as alterações, o time japonês só chegou com perigo aos 40 minutos e foi fatal. Endo cruzou rasteiro e Okazaki só teve o trabalho de empurrar a bola pro gol.

Nos minutos finais, o time de Kagawa não conseguiu pressionar os mexicanos e por pouco não levou o terceiro. Em cobrança de pênalti, Chicharito teve a chance de fazer seu terceiro mas desperdiçou.

VAVEL Logo