Cruyff: 'Com Neymar contratado, eu venderia Messi'

A frase polêmica vem estampada na capa do jornal 'Marca', nesta terça-feira (25). Em entrevista para o diário espanhol, Johan Cruyff, ídolo e ex-jogador/treinador do clube, voltou a declarar que Messi e Neymar podem não ter sucesso juntos. O holandês ainda surpreendeu ao declarar que se fosse dirigente do clube, venderia o argentino por causa da chegada do brasileira ao clube catalão.

"Com Neymar contratado, eu pensaria em vender Messi. Sou partidário de evitar os conflitos, por isso não teria acertado com Neymar." - declarou.

"Para evitar conflitos, eu não teria acertado com Neymar"

Não é de hoje que Cruyff se mostra insatisfeito com algumas decisões tomadas por Sandro Rosell, atual presidente do clube. Porém, mesmo com sua inimizade declarada pelo dirigente, o ídolo holandês ainda interage de forma passiva nos assuntos internos do clube. A contratação de Neymar foi apenas o estopim para o retorno de uma velha frase dita pelo próprio.

"Se é o melhor do mundo, como Messi, você tem que ser um pouco ditador." - disse.

Outros casos polêmicos

A declaração de Cruyff é embasada em um retrospecto recente do Barcelona quando duas estrelas são postas a prova em campo. O holandês, junto a Txiki Begiristain e ao ex-treinador do clube Pep Guardiola, teve influência direta na negociação que terminou na troca entre Eto'o por Ibrahimovic, em 2009. Por fim, a contratação do sueco trouxe diversos problemas internos ao clube, além dos resultados não terem sido os esperados.

O holandês já havia declarado que sequer sabia quem era Neymar e por isso não foi consultado por Sandro Rosell no momento de contratação do jogador.

VAVEL Logo