CSKA derrota Lokomotiv no dérbi de Moscou

Neste domingo (28) ocorreu o dérbi de Moscou, válido pela terceira rodada da Russian Premier League. O Lokomotiv recebeu o CSKA, mas não teve forças para segurar o time de Honda e Dzagoev. Os Azul-vermelhos conquistaram os três pontos em difícil vitória, somente alcançada no dez minutos finais.

Com o triunfo, no seu primeiro jogo sem Vagner Love, o CSKA chegou aos sete pontos, pulando para o terceiro lugar. Já o Lokomotiv, time dos brasileiros Guilherme e Maicon, está em quinto lugar na tabela de classificação com quatro pontos, mas pode perder a colocação se Rubin Kazan ou Amkar Perm vencerem no complemento da rodada.

Posturas distintas no dérbi

Jogando em seus domínios, no Estádio Lokomovit, os Rubro-verdes tiveram iniciativa ofensiva. Maicon e Samedov colocaram velocidade e força pelos flancos e por ali o time mandante buscava o gol. Mas a marcação pelo centro de campo foi falha, permitindo o CSKA contragolpear, pois os principais jogadores do time, Dzagoev e Honda, encontravam espaço e conseguiam levar perigo ao gol do rival.

Mas o primeiro gol da partida, aos 18 minutos, não saiu nem dos insistente ataques dos Ferroviários, nem dos contra ataques dos Soldados. A bola parada abriu o placar em Moscou. Com muita categoria Honda cobrou falta, tirando qualquer chances do goleiro Guilherme defender.

A postura dos dois times permaneceu e o CSKA apostando no bom posicionamento defensivo conseguiu levar a vantagem para o vestiário. O Lokomotiv pouco conseguiu incomodar o rival no primeiro tempo.

Maior qualidade técnica prevalece e CSKA conquista triunfo

Com Caicedo e N'Doye em campo, os Rubro-verdes tiveram mais força para buscar o empate, que persistia em não acontecer. Aos 74 minutos, Samedov teve a chance de igualar o marcador com uma penalidade máxima. Iakinfeev fez grande defesa para desespero da torcida local. O empate aparentava ser uma missão distante, mas estava mais próximo do que se imaginava. Em escanteio cobrado pelo próprio Samedov, no mesmo minuto, Tarasov desviou na primeira trave igualando o marcador.

Leonid Slutsky, técnico do CSKA, sentindo o mal momento em que sua equipe rumava na partida resolveu colocar o time na ofensiva. Tosic saiu do banco para o time buscar alcançar os sete pontos e não deixar o outro rival da cidade, o Spartak Moscou, disparar na liderança com nove pontos em três jogos disputados.

A maior qualidade do atual campeão russo prevaleceu. Aos 84 minutos, Doumbia desviou cobrança de escanteio na trave e no rebote Musa não desperdiçou, dando a vitória ao seu time no dérbi de Moscou.

VAVEL Logo