Dérbi de Moscou termina com 31 prisões
Ultras do CSKA Moscou (Foto: Divulgação)

O dérbi de Moscou entre Lokomotiv e CSKA, realizado neste domingo (28), não foi movimentado apenas dentro de campo. Segundo o Ministério do Interior da Rússia, ocorreram vários delitos, ocasionando a prisão de 31 torcedores. O Estádio Lokomovit, que comporta 28.800 torcedores, teve um público de cerca de 20.000 mil pessoas, sendo 6.000 lugares ocupados pela torcida visitante.

As prisões ocorreram cinco dias após o presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinar legislação destinada a reprimir a violência em eventos esportivos russos. A lei possui o objetivo de manter a Copa do Mundo de 2018, que será sediada na Rússia, livre de vândalos, mas só entrará em vigor a partir  de 19 de janeiro de 2014.

Tamanho cuidado para manter a segurança dos russos e turistas em alto nível não é exagero. Segundo dados do Ministério do Esporte da Rússia, nos últimos três anos foram cometidas 14 mil infrações em eventos esportivos no país.

VAVEL Logo